QUANDO O STF VAI PARAR DE AFRONTAR À CONSTITUIÇÃO? - RAFAEL BRASIL


Agora chegamos no limite: Ou o governo dá um freio no STF, ou definitivamente perderemos o que resta de democracia. Comandados pelo ministro Alexandre de Moraes, ex advogado do PCC, o supremo, que na atual composição nada tem de supremo, afronta o presidente e a constituição mais uma vez, praticamente revogando o perdão ao deputado Daniel Silveira, condenado num processo completamente ilegal a mais de oito anos de prisão, pena que não é dada nem para os piores traficantes e assassinos nesta república da impunidade geral e quase irrestrita.

Agora virou um jogo de soma zero: Ou o supremo acaba de vez com o presidente, ou o presidente afasta de vez estes meliantes do supremo. Agora não tem mais meio termo. Afinal o supremo vem jogando fora das quatro linhas da constituição desde a posse do presidente. É o principal fator de instabilidade democrática na nação. 

Do jeito que está não dá mais. Logo vão querer, e estão conspirando para isso, vetar a chapa presidencial da disputa eleitoral, entregando o país à esquerda a quem realmente representam. Seria o fim do Brasil, ou pelo menos teríamos um retrocesso de décadas, ou estaríamos definitivamente condenados a ser um país periférico, rico mas com um povo miserável, sobrevivendo segundo os interesses do imperialismo internacional, agora da China.

Como sobreviver com um supremo que solta todas as espécies de bandidos e prende homens honestos , e pior: no caso do deputado, protegido pela imunidade parlamentar, um absurdo. E com um processo completamente inconstitucional em todos os aspectos.

Claro, tudo isso vem acontecendo com a complacência do congresso, sobretudo do senado, que conspira juntamente com o STF para desestabilizar, e derrubar um governo legitimado pelas urnas.

Vamos ver como se comporta o governo, que tem uma boa carta na manga, digamos assim, que é o art. 142 da constituição. Pelo artigo, em caso de desequilíbrio entre os poderes, serão as forças armadas o poder moderador. Sem golpe de estado, cirurgicamente, as forças armadas farão uma intervenção no supremo colocando ordem na casa, destituindo seus membros e nomeando substitutos à altura. Enfim só nos resta esta solução. E na minha opinião, bastaria abrir o sigilo fiscal dos meliantes do STF para botar toda canalha na cadeia. Para o bem do povo Brasileiro e o futuro das novas gerações. Enfim , agora é caminho sem volta. Ou vai ou racha.

CANDIDATO DO GOVERNISTA ESTÁ LÁ ATRÁS EM PERNAMBUCO - RAFAEL BRASIL


Em pesquisa recente o candidato do governo o tal de Danilo Cabral está lá atrás com 5% das intenções de voto. É o início da derrocada da oligarquia dos defuntos, Miguel Arraes e Eduardo Campos, ambos de triste memória para o estado, e que vinham dominando a política estadual por pelo menos duas décadas. 
Tristes décadas onde o estado de Pernambuco despencou, seja economicamente seja socialmente. Hoje é o estado que menos cresce e com maiores taxas de desemprego no Nordeste. 
O ruim dessa história é que quem lidera é a sobrinha de Arraes a tal de Marília, cujo único "discurso" é levantar a mão em punho e berrar o nome de Lula e bradar sua triste descendência, o velho Arraes, que foi em vida um grande fator de atraso para o estado. 
Marília com 25% das intenções de voto é seguida por Raquel Lyra, descendente dos Lyra de Caruaru com 15%., seguida de Miguel Coelho com 12% e Anderson Ferreira, candidato bolsonarista com 8%. Danilo está com 5%.
Cabe à oposição afastar o tal de Danilo, o que provavelmente vai acontecer, e se juntar contra Marília no segundo turno para acaba r com a hegemonia dos Arraes de vez. E se possível da esquerda petista, um fator de atraso e corrupção não só para Pernambuco, mas para o país.
O bom é que Anderson Ferreira tem espaço para avançar, o que seria realmente uma grande renovação com a provável vitória de Bolsonaro para presidente. Seria ótimo varrer de vez as oligarquias de esquerda do estado, limpando-o destes vermes fatores permanentes do atraso nacional. A conferir.

SÓ AS FORÇAS ARMADAS PARA PARAR O STF - RAFAEL BRASIL


 Como falei já faz tempo, só as forças armadas para parar os crimes contra à constituição perpetrados pelo STF, um puxadinho sem limites da esquerda que perdeu a eleição, e quer ganhar mesmo que seja no roubo puro e simples.

O caso Daniel Silveira é emblemático: Ao arrepio da constituição, prenderam o deputado por mais de oito meses, e o condenaram a mais de oito anos, pena que não é dada nem para assassinos e traficantes, por insultar os maganos corruptos do supremo.

Precisou o presidente botar ordem na casa, digamos assim, dando um indulto ao deputado, e mesmo depois o mesmo ainda é interpelado pelo supremo por não usar tornozeleira, dentre outras barbaridades. Rosa Weber, uma admiradora do partido de esquerda radical PSOL, também ministra, deu um prazo ao governo para explicar a medida, amplamente amparada na constituição. 

Mas  essa turma não liga pra constituição de forma nenhuma, antes pelo contrário. Faz política todos os dias e querem porque querem roubar a eleição, justamente para Lula, um criminoso condenado em todas as instâncias, liberado ao arrepio da constituição para participar da eleição.

E eles não parecem querer desistir. Barroso disse que Bolsonaro precisa passar por cima do seu cadáver se quiser vencer. O mesmo fez um lobby desavergonhado no congresso para que as urnas continuem como estão, suceptíveis à fraudes de todos os tipos.

Mas parece que esta farra autoritária pode estar chegando ao fim. Barroso insultou os militares dizendo que os mesmos querem interferir no resultado da eleição, tudo isso sem nenhuma prova. Enfim, só os militares podem botar tudo na cadeia e restabelecer nossa democracia. O resto é farofa. Pela destituição e prisão dos bandidos do STF!

O DEVER DE INSULTAR - RAFAEL BRASIL



 

Numa democracia de verdade, o que podemos esperar é no mínimo o cidadão ter o direito sagrado de insultar. E é o que fez o deputado Daniel Silveira ao proferir impropérios contra o STF, um covil de vagabundos ideológicos travestidos de juízes. E pior: Daniel é parlamentar eleito com o voto popular, portanto tem o direito de falar o que quiser, mas infelizmente a pusilanimidade do congresso permitiu toda esta absurdidade de não só o deixar prender, como ser condenado num processo inteiramente ilegal, justamente pela corte que deveria resguardar os preceitos constitucionais desta república de merda. 
É isso mesmo: somos uma república de merda, onde parlamentares, cidadãos e jornalistas são perseguidos e presos por falar, um absurdo.
Só na ditadura militar um parlamentar foi preso e o congresso fechado por desferir impropérios contra o exército, culminando no famigerado AI 5, o caso de Márcio Moreira Alves. Porém o contexto era outro, estávamos na guerra fria, e os terroristas de esquerda deram os pretextos à linha dura do regime para um posterior endurecimento. Resultado: Terroristas e democratas foram duramente perseguidos pelo regime, atrapalhando e muito à luta pela redemocratização. Os primeiros tinham culpa no cartório, os segundos se lascaram, tendo cachorros em seu encalço, como foi o caso de Ulysses Guimarães numa visita à Bahia.
O que Daniel Silveira disse qualquer brasileiro minimamente informado teria a vontade e o direito de dizer. Afinal, quem não gostaria de ver os comunistas do supremo levar uma bela surra, e em público? Justamente eles que soltam bandidos, e dos mais perigosos e prendem e perseguem cidadãos e jornalistas.
Quando se perde o direito de insultar, adeus democracia, pois é o que tem nos restado. E muitos esquerdistas aplaudem, mas eles são totalitários mesmo, totalitários e mentirosos, pois ainda choram o regime militar, quando queriam mesmo era uma ditadura comunista, que se implantada seria milhões de vezes pior. Afinal nossa ditadura matou exatamente 425 pessoas enquanto o comunismo cerca de 150 milhões. E é bom lembrar que os terroristas de esquerda mataram 180, ou seja quase a metade dos milicos de então.
Porém, abrindo-se o precedente o feitiço pode virar contra o feiticeiro. Os que aplaudem hoje podem ser as vítimas de amanhã. O negócio mesmo é urgentemente reconstruir nossa democracia. E não ter medo de insultar os canalhas do congresso e do supremo, no caso a maioria. Aliás quando os vejo dá vontade de vomitar. E vocês?

STF SUBVERSIVO - RAFAEL BRASIL

 


Como tenho dito, e todo mundo vê o STF na sua atual composição é subversivo, posto que subverte à ordem constitucional e diariamente, fato que está se tornando corriqueiro.

Ontem e com a devida ajuda do ministro André Mendonça nomeado por Bolsonaro, por 9 a 1 condenaram em um inquérito completamente inconstitucional mo deputado Daniel Silveira por o mesmo criticar o supremo com palavras ásperas, mas corroborado por todos que tem um mínimo de informação sobre o que se passa no Brasil.

O STF passou a fazer abertamente política, perseguindo toda a direita e atrapalhando todos os dias o presidente, tentando o impedir de governar, e se intrometendo no legislativo, que está de joelhos para o supremo. Uma vergonha.

A pena sobre Daniel Silveira é maior do que inúmeros bandidos, inclusive traficantes, foi de mais de 9 anos. Um absurdo.  Aliás , a corte soltou o maior bandido da nossa história para ser candidato à presidência, o famigerado Lula, e vai tentar de todas as formas, se não obstruir a candidatura de Bolsonaro, roubar simplesmente o pleito eleitoral.

Afinal eles são capazes de tudo, pois sua maioria foi nomeada pela quadrilha petista a quem eles sempre serviram. Enfim o STF é o maior empecilho à democracia no país, podendo com suas ações jogar o Brasil numa sangrenta guerra civil. São subversivos, portanto devem ser parados. 

É bom lembrar que a constituição tem dispositivos para tal, só que talvez por medo, ou simplesmente por alinhamentos ideológicos à esquerda de muitos militares, não usam que é o art 142 da constituição que dá poder aos militares para colocar a casa em ordem.

E para pegar os meliantes do STF bastaria a receita federal, posto que muitos enricaram sem ter correspondência com os salários altos que ganham. Uma vergonha, até quando o povo perplexo vai aguentar isso?

O STF é subversivo - Rafael Brasil


 O maior entrave à democracia no país é indubitavelmente o STF, ou pelo menos sua atual composição, colocada pela maior quadrilha jamais instalada no poder, o PT.

O supremo que deveria zelar pela constituição, atropela todos os preceitos constitucionais tornando-se um partido político cujas pautas são da esquerda que perdeu a eleição, e deve perder de novo. E pelos movimentos do supremo querem simplesmente roubar a eleição alçando no poder o maior bandido da nossa história, solto inconstitucionalmente pelo próprio tribunal.

Todos os dias bandidos dos maiores quilates são soltos, de políticos corruptos condenados a traficantes do maior calibre. E o pior: Atenta contra a liberdade de imprensa e de opinião, perseguindo blogueiros e jornalistas, além de políticos que não rezam pala cartilha esquerdista. Na verdade a esquerda nem precisa fazer oposição pelo menos parlamentar. Quaisquer bronca vai ao STF e é prontamente atendida, afinal o supremo tornou-se num macabro DCE onde a maioria dos seus membros fazem política contra o presidente de uma forma mais que acintosa. Um DCE de velhos corruptos e decrépitos, que se acham defensores da democracia e contra o fascismo do governo aliás completamente inexistente.

Como parar a sanha autoritária dessa gente que ao invés de defender a ordem constitucional a subverte sempre em nome de uma ideologia, aliás assassina? Pelo senado não dá, posto que a maioria dos seus membros tem rabo preso no tribunal, ou seja são corruptos também. Outra alternativa seria a aplicação do art. 142 da constituição, com uma intervenção pontual das forças armadas no tribunal. Não dá, parece que os militares tem medo, ou são imbuídos da ideologia esquerdista e similares também.

A segunda hipótese seria pela simples intervenção popular através de um grande movimento, aliás para fazer uma nova constituição elaborada por uma comissão de notáveis juristas e referendada pela população. Mas vamos ver, a eleição está perto, e pelo andar da carruagem vão tentar roubar de qualquer jeito. Enfim, os subversivos do supremo querem porque querem derrubar o presidente e acabar com a nascente direita de todo jeito. Não vai dar certo.