quinta-feira, 30 de abril de 2020

Moraes não é excelência é bandido mesmo - Rafael Brasil


Alexandre de Moraes suspende nomeação de Ramagem para | Política


Vi agora a fala do presidente sobre o absurdo do veto de Alexandre de Moraes, completamente inconstitucional, sobre a nomeação do chefe da polícia federal Ramagem, chamando-o de excelência. Tudo bem, na posição de Bolsonaro como presidente tem que respeitar uma certa liturgia do cargo, aliás a imprensa criminosa usa de tudo para distorcer suas falas.
Porém, como diz Olavo de Carvalho, excelência o caralho, nós não temos que chamar bandido de excelência, nesta república de bosta. São todos bandidos e mantidos com vergonhosas mordomias com nosso dinheiro.
Basta , afinal sob a tutela do covil de bandidos mores do país o STF, estão afundando a economia com o conluio doe governadores, impedindo reuniões e manifestações, com o conluio da mídia criminosa o escambau.
Afinal, bandido é bandido, e o povo brasileiro é obrigado a tratar estes pulhas de excelências. Alexandre de Moraes foi advogado do PCC, e a grande maioria do STF foi indicada palas maiores quadrilhas da nossa história, do PSDB ao PT. Só o povo pode botar essa gente pra fora ou pra dentro da cadeia, afinal.
A ingovernabilidade causada por essa gente pode dar em duas situações: Ou a deposição do presidente ou uma intervenção militar. Porém a única realmente efetiva seria a intervenção popular. Enfim, só o povo resolve democraticamente esta parada. Seria o que podemos chamar de revolução brasileira, democrática e republicana, a primeira da nossa história.

Alexandre de Moraes tem que ser preso - Rafael Brasil

TRIBUNA DA INTERNET | Ao negar a ação da OAB, ministro Moraes ...



Vivemos há tempos uma terrível ditadura do judiciário, segundo Ruy Barbosa, a pior das ditaduras. Ontem na solenidade da posse do novo ministro da justiça o presidente disse o óbvio, sob as barbas e o silêncio de meliantes como Gilmar Mendes, que ficou calado com àquela boca de sapo e a arrogância contumaz de quase todos os juízes do Brasil que não acham que são deuses, tem certeza. Os poderes são independentes e tem que ser respeitados, simples assim.
Obviamente o supremo não pode interferir na nomeação não só de um ministro, mas de um diretor da polícia federal. Ademais os juízes da suprema corte foram escolhidos por políticos amigos, ora essa. E deviam, ser demitidos, posto que seus empregadores eram corruptos e até condenados e presos.
No caso de Alexandre de Moraes, ele foi escolhido pelo meliante também condenado e só está solto, como muitos graças a ação do próprio STF que acabou com a prisão em segunda instância, o ex presidente Michel Temer.
O ministro meliante, mais um , devia ser enquadrado na Lei de Segurança Nacional artigo 17, que trata de penalidades para quem contrariá-la. Ser demitido do cargo e ser preso imediatamente.
O Brasil vive uma situação de resiliência feroz de todas estas elites cleptocráticas do estado contra o povo. Só uma revolução popular para acabar com isso, não tem jeito mesmo. Nossa constituição, ou o que chamam de instituições democráticas só servem para proteger estas elites bandidas do povo, que aguentou tudo isso anos a fio, e agora sabe de tudo através das redes sociais.
Enfim só o povo mobilizado e literalmente invadindo Brasília pode realmente efetivar mudanças necessárias para que o Brasil sobreviva como nação. Tem que botar essa gente literalmente na lata de lixo, e na cadeia e realmente fazer uma nova constituição. Não dá mais, simplesmente.

quarta-feira, 29 de abril de 2020

STF um covil de bandidos - Rafael Brasil


Alexandre de Moraes suspende nomeação de Ramagem para PF - Prisma ...

STF é uma das principais causas do atraso do país, um absurdo. Se mete em tudo, legisla, dá ordens, censura à imprensa, o escambau. É o verdadeiro e mais nefasto poder da nação juntamente com o congresso , agindo em conluio com o que existe de pior na nação, que é nossa malfadada cleptocracia incrustada em todos os recantos do estado apodrecido.
Agora se meteu na nomeação, constitucional, de um presidente democraticamente eleito de um reles diretor da polícia federal. Ora, se é atribuição do presidente nomear o ministro da justiça, o qual o diretor da polícia federal é subordinado, porque não pode nomear o diretor? Na verdade, tem muita lama por baixo dessa ponte de corrupção, e que envolve investigações do coração do PSDB, que ainda saiu incólume da lava jato.
Segundo Roberto Jefferson, "um homem experiente e que sabe muito bem os  meandros do poder e da corrupção, é suspeita a tentativa de impedir a nomeação de Sr. Ramagem, ex diretor da ABIN, para a PF. Ele deve ter farta informação mapeada e gravada, de muitos ministros do STF. Deve haver muito capa preta com o rabo na cerca. Não há outra explicação".
A decisão de vetar a nomeação, ato inteiramente inconstitucional, partiu do ministro Alexandre de Moraes, velho operador da corrupção no PSDB, e aliados. Dizem as más línguas, que ele trabalhou para uma das mais perigosas organizações criminosas do país, o temível PCC, juntamente com o ex governador Geraldo Alçkmin, o popular picolé de chuchu. Será que estas histórias ainda vão ser contadas? Afinal a podridão no país é muito  maior do que imaginávamos, nós pobres mortais, pagadores de impostos.
A alegação é que o novo indicado seria amigo dos filhos do presidente, ridícula,m afinal o presidente teria que nomear um inimigo? O mistério desa história é que quem fica é o protegido de Moro, que em conluio com Moraes, estaria acobertando possíveis gravações comprometedoras do ex ministro com a mafiosa organização intercept Brasil.
E que Moraes estaria interessado em manter as mentiras da CPI das fake news com o objetivo de censurar a internet. Afinal as redes sociais são incontroláveis, com milhões de seguidores que deram a vitória de Bolsonaro nas eleições e organiza a militância em seu nome. 
É isso aí. Vamos ver como vai ser resolvido este imbróglio, mais uma vez provocado pelo famigerado e odiado pela população , o STF. Que de supremo não tem nada só se for de suprema safadeza e corrupção. Uma merda só, mais uma da nossa república de bosta.

Povo volta ao trabalho, Bolsonaro estava certo - Rafael Brasil

Presença em ato agrava crise entre Bolsonaro e Congresso e STF ...


Como disse o presidente, a economia não poderia parar como aconteceu, a grande maioria das cidades deste imenso país tiveram casos mínimos de coronavírus com baixíssimos casos de mortes, e milhões perderam os empregos e centenas de milhares de pequenas empresas simplesmente faliram.
O número de mortes ficou bem abaixo das expectativas alarmantes mostradas exaustivamente pela mídia bandida, e aos poucos, desobedecendo saudavelmente os tiranetes de plantão, o povo volta às suas atividades, afinal viver é preciso. Em poucas palavras o confinamento total foi um desastre, afinal a queda da economia atingiu o mundo todo, e os países onde teve confinamento total, os resultados da pandemia foram semelhantes aos que não fizeram esta loucura, como Suécia, Austrália , Japão e Coréia do Sul só para ficarmos nestes exemplos.
Enfim, o que se chamava de consenso científico nunca passou de uma balela das mais grosseiras, dado que existiam muitas vozes discordantes de infectologistas de renome que dissentiam sobre o problema e do terrorismo midiático que se sefguiu, calando as vozes discordantes.
Aqui nosso presidente foi acusado de tudo, de irresponsável, de burlar regras, e tentar assassinar à população amedrontada. O STF juntamente com a mídia e a dita intelectualidade acadêmica tiraram os poderes do governo federal, insistindo que todos deviam seguir as regras da organização mundial da saúde, uma balela, posto que esta organização é dominada pelos chineses, interessados diretamente no pânico mundial de uma crise criada por eles e o terrível partido comunista, sempre na vanguarda do terror e do atraso.
Em que pese os tiranetes locais, governadores e prefeitos canalhas e oportunistas que se aproveitaram da crise para derrubar o presidente, além da mídia e das nossas obscurantistas classes pensantes, o povo desobedece e volta paulatinamente ao trabalho.
Estes tiranetes de merda que achavam que iriam faturar com acrise quebraram a cara. Vamos ver como se comportam na necessária reconstrução do país. Politicamente perderam, e o presidente saiu maior da crise. Que se lasquem.

terça-feira, 28 de abril de 2020

Querem derrubar Bolsonaro por ele não roubar - Rafael Brasil

Presidente Bolsonaro manda duro recado para quem está roubando o ...



Como já se disse muito por aí, o sistema corrupto que imperou na nação, desde a redemocratização foi chamado por gente com FHC de presidencialismo de coalisão, em outras palavras, o loteamento do governo pelos partidos,  cada qual com seu naco no governo, para privatizar o estado em proveito próprio, claro.
Além de controlar nacos do estado, a corrupção era o sustentáculo do sistema, afinal eleições custam dinheiro, e além de comprar votos tinha a mídia, sempre sedenta de dinheiro estatal, e claro, de negociatas mil. Ao povo as migalhas, e com rica propaganda estatal, como os tais programas sociais como o bolsa família que custa menos de 1% do orçamento.
A privatização do estado ainda continua na mão de grandes e poderosas corporações, como a dos políticos, dos funcionários públicos, de barnabés aos marajás e em todas as instâncias da dita federação, estados municípios e claro, governo federal. Resultado da ópera bufa: Nossa carga tributária subiu de cerca de 18% do PIB para quase 40%.
A pobreza continuou, a violência explodiu, o país estagnou, estes foram os resultados da nossa dita social democracia implantada a partir da constituição de 88. As despesas aumentaram e o país estagnou, afinal somos ainda um dos países mais fechados do mundo economicamente falando, e crescemos muito pouco, afinal o custo Brasil é o maior empecilho. 
Muita burocracia, e regulamentações mil, com um a legislação trabalhista e estrutura sindical advindas do fascismo getulista, copiada da carta del lavoro de Mussolini no início da década de 30, século XX.
Como diria o velho Marx, ou mesmo Antônio Gramsci, o maior empecilho para o nosso desenvolvimento capitalista é o estado patrimonialista. Romper com isso é uma tarefa hercúlea, e obviamente as resistências são enormes. Afinal ninguém quer perder seu naco de poderes e privilégios, claro, mas tem um detalhe. O povo está de fora, e reclama cada vez mais, para a felicidade de quem realmente quer nossa redenção, com nossas imensas potencialidades.
E a resistência a Bolsonaro, um ex capitão do exército do baixo clero do congresso, que soube como ninguém captar mesmo difusamente os anseios populares, é dessa gente, que, em síntese, sempre mandou no estado, claro, se apropriando dele. Por essas e outras o chama de despreparado, louco, e o escambau, mas só não o chamam de ladrão pois é um homem honesto, um estranho no ninho deste maldito sistema.
Felizmente ele deu sinalizações mais do que claras que vai manter Paulo Guedes na economia um liberal flexível, diante da crise do coronavírus, e espero que ele parta para reformar o estado e a federação. 
Está sendo e vai ser uma luta árdua, mas é a única saída para tirar o povo da miséria que sempre se encontrou. Senão a miséria de sempre e as vivandeiras que acorrem aos bivaques para darem um golpe, como disse certa vez alguém no passado, mas não militar, porém agora jurídico e parlamentar.
Só que tem um detalhe: O povo está com ele, e agora passou a ser o principal protagonista. Que Deus salve o nosso povo, um povo bom e trabalhador sempre oprimido por essas elites podres e mais do que carcomidas. Avante povo brasileiro a luta ainda está no começo, todos com o presidente.

segunda-feira, 27 de abril de 2020

A bala de prata de Moro pifou - Rafael Brasil

Líder do governo diz que há acordo para apressar pacote anticrime ...


Como diz um ditado bem antigo, a montanha parou um rato. O que as oposições esperavam com a auto demissão de Moro, como eu bem  falei na lata, não deu em nada. Quem tem a caneta é o presidente, e já nomeou um substituto, Jorge Oliveira, homem de confiança de Bolsonaro.
Muitos, como o velho FHC pensavam que seria a implosão total do governo, mas como sabemos, insubstituível, só Deus.
E para um processo de impeachment andar precisa de apoio popular, dentre outros fatores e é justamente o que as oposições não tem. Sem povo, nada de impedimento, e vida que segue. Sem povo e sem roubo, posto que este governo não rouba, o que já é de bom tamanho diante da safadeza reinante na nossa chamada nova república, que desde seu nascimento, alguém lá atrás chamava de novelha.
A atitude de Moro foi política, pois o mesmo queria mesmo botar o governo na berlinda, impondo suas posições, em outras palavras, o subordinado mandando no chefe. Mandetta quis fazer isso alegremente, e agora o ostracismo, ora essa. Quem mais lembra dela, os petistas que torceram pelo ministro do DEM ex PFL? Aliás Lula queria extinguir totalmente do mapa político o DEM, não conseguiu, devia ter chegado ao intento, dado o fisiologismo e safadeza que a legenda se tornou. Com Rodrigo Mais tornou-se um puxadinho da esquerda, que vergonha.
Mas o problema é que Sérgio Moro nunca foi da direita conservadora, sempre foi a favor de coisas como o aborto e é a favor da atual politica de desarmamento, contra as propostas do presidente. E vergonhosamente ficou calado diante da farra totalitária de governadores e prefeitos perseguindo o povo inocente nas ruas. Uma lástima.
Quem sabe que será candidato? Pode set, afinal as oposições lutam para achar um nome, mas diante do quadro político não tem ninguém, minimamente de respeito.  Vão cercá-lo como vivandeiras, m,as ele não é do ramo. E se for candidato vai polarizar com Bolsonaro e seu fiel eleitorado, o que não seria tão mal. Aliás seria ótimo ver a petezada e satélites votando nele, o homem  que prendeu, mesmo de mentirinha Lula. Coisas da política. A ver. E vamos rir, afinal, em tempos de crise, é um dos melhores remédios, quem duvida?

domingo, 26 de abril de 2020

O ódio da esquerda da popularidade do presidente - Rafael Brasil

Passeata de apoio a Bolsonaro na capital terá início no Obelisco ...



A esquerda e aliados tem um verdadeiro ódio, e por que não dizer inveja da popularidade do presidente? O acusam de despreparado, tosco, mal educado grosseiro, etc. E cada vez mais o presidente é popular, afinal, é um homem simples, do povo, que fala a língua do senso comum, o saudável senso comum, que tanto esteve em falta nesta república enlouquecida pelo relativismo acadêmico e midiático.
E os políticos a começar pelo conspirador golpista mor, FHC, sem motivos maiores, lideram a rebelião da cleptocracia para derrubar o presidente repetindo o bordão  de que ele é despreparado. Aliás foi o próprio FHC que alegremente passou a faixa presidencial para Lula e até boicotou a eleição do seu então candidato José Serra para ver Lula presidente. Vai ver que para ele Lula é um sujeito fino preparado de de muita cultura. É pra rir?
Todos conspiram, desde FHC ao PT e membros do centrão o ex autodenominado liberal DEM, que aliás Lula queria extinguir de vez da nossa política. 
Chovem pedidos de impeachment de todos os lados, e por motivos mais torpes, com o total apoio do famigerado STF com suas figuras mafiosas com um linguajar juridiquês de dar nojo a juristas como a memória do finado Sobral Pinto e juristas renomados como Ives Granda Martins, dentre outros remanescentes.
Só que tem um detalhe: O presidente é honesto nunca roubou num tostão, sobretudo na presidência. Como ele ressaltou, nem seu cartão corporativo pessoal nunca usou um derréis de mel coado. Zero.
Porém, se caso tivesse algum motivo para afastar o presidente tem um detalhe. Ele é tremendamente popular, e tem saído de crises horrendas mais popular ainda. Daí o ódio dessa gente, porque num processo de impeachment, dentre muitos outros fatores, tem a questão popular.
Em poucas palavras um detalhe, que é o povo, e esses políticos detestam o povo. Não só os políticos mas nossas chamadas classes falantes, nossas "zelites" acadêmicas e asseclas que ainda lutam por uma revolução comunista que jamais deu certo em algum lugar do planeta.
É isso aí, e cada vez mais ódio, afinal ódio e inveja são sentimentos que muitas vezes andam juntos, ora essa. Que estourem seus odientos corações perversos nas entranhas do inferno, quem liga mais pra essa gente que é causa das maiores infelicidades da nação? Que se phodam!

Depois da crise, reformas econômicas - Rafael Brasil

Jair Bolsonaro afirma que dio negativo en examen de coronavirus ...


Depois da crise mundial do corona vírus, faz-se necessária a aceleração das reformas econômicas, mais precisamente do estado patrimonialista. No nosso caso contra os privilégios inumeráveis e absurdos das elites do funcionalismo, mais notadamente do legislativo e judiciário. É uma tarefa árdua porque estes grupos são muitos poderosos, desde os barnabés, aos marajás, todos privilegiados diante dos trabalhadores da iniciativa privada.
Claro que salvaguardas devem existir, sobretudo para evitar possíveis perseguições políticas, mas a irremovibilidade, e os privilégios devem acabar, afinal o governo gasta muito com poucos resultados, em todos os setores. Na saúde, educação, infraestrutura e demais serviços.
Na saúde ainda temos a vergonhosa situação de cerca de 50% das residências não disponham de saneamento público , na educação gastamos muito mas não ensinamos e ler e escrever, e na justiça, ele á cara e lenta, e está apinhada de marajás, grandes e pequenos. Enfim a agenda das reformas é imensa.
Na política precisamos urgentemente de uma ampla reforma política e eleitora. Não é possível o funcionamento de um sistema minimamente democrático com mais de 60 partidos. E é preciso acabar com o sistema de voto proporcional, e quem sabe com o senado, adotando um regime unicameral.
Enfim as reformas são urgentes, mas é preciso começar. O atual governo poderia começar esta agenda, e colocar às questões em discussão, afinal, é disso que o país precisa. Mais oportunidades, melhores serviços, racionalização do estado e do gasto público, e incentivo ao empreendedorismo, leia-se iniciativa privada.
Ou fazemos reformas ou sempre patinaremos sem crescimento, muita miséria, e dependência de muitos de esmolas do estado. Aí ficaremos numa situação tão bem resumida pelo presidente Bolsonaro. Vivermos num país rico com um povo miserável.

sábado, 25 de abril de 2020

Moro mente dizendo que a PF e o STF eram isentos - Rafael Brasil

FEMCUT-MG | Sergio Moro e as perguntas que não querem calar



Na briga entre Sérgio Moro me Bolsonaro, o ex ministro da justiça acusou o presidente de querer instrumentalizar a polícia federal e a justiça interferindo nas investigações e processos. Mentira, o presidente apenas reclamou porque a polícia federal não investigou o caso Adélio Bispo, e é realmente estranho que tal investigação não tenha prosperado.
O pior de tudo isso é o ex ministro afirmar que a polícia federal e a justiça sempre agiram com isenção. Ridículo, pois nunca as instituições o estado foram tão aparelhadas e instrumentalizadas pelo PT, e o pior: Ainda são dado que o STF fez e faz de tudo para enterrar a lava jato. A respeito, Lula quando presidente mudou inúmeros integrantes de cargos na polícia federal, e os ex ministros Thomaz Bastos e Cardoso eram uma espécie de advogados do PT com todas as ramificações possíveis nestas instituições para proveito político próprio.
Além disso, qualquer cidadão minimamente informado sabe da penetração esquerdista em todas as instituições do estado, muito antes do PT chegar ao poder. Das escolas e universidades, sobretudo os cursos jurídicos e domina os processos de seleção inclusive.
O ex ministro dá um tiro no pé, afinal ele foi vítima deste aparelhamento e o STF é exemplo disso tudo, afinal, muitos ministros da corte foram indicados pelo PSDB e depois pelo PT, até um macaco prego sabe disso.
Na verdade o ex ministro quer ser presidente, e já acenam com apoio o moribundo PSDB e o centrão, em poucas palavras as velhas raposas da política.
Claro, o ex ministro goza de grande popularidade, mas de qualquer forma uma possível polarização entre Bolsonaro e Moro numa possível disputa tiraria o PT e a esquerda do páreo. Seria interessante o PT apoiar Moro contra Bolsonaro. Mas fazer o quê? Em política tudo é possível, e para comunista o que menos importa é a ética. É pra rir? A ver.

O povo quer saber quem financiou Adélio Bispo - Rafael Brasil

URGENTE: MPF apura possíveis depósitos de Jean Wyllys para ...


Com a saída do ministro Sério Moro, agora quem sabe a polícia federal realmente investigue quem financiou Adélio Bispo, que foi apontado como louco inimputável e silenciado por todo establischment? Aliás toda a mídia escondeu e esconde o fato minimizando-o ao máximo. Por que este fato não tem atenção de ninguém, imaginem se fosse com Lula ou outra personalidade da esquerda?
Esta foi a pergunta do presidente que não quer calar, afinal foi um golpe quase fatal e Bolsonaro escapou por puro milagre.
E essa história da polícia federal ser simplesmente uma instituição de estado não a impediria de investigar. 
Aliás instituição de estado uma ova, afinal, desde sua criação que a instituição vem sendo infiltrada por elementos ligados ao petismo, inclusive quando Lula estava na presidência em 2007, o mesmo reclamou que a ABIN e a PF não estavam fornecendo informações a contento, demitindo e nomeando pessoas de sua confiança para os mais diversos cargos. Agora tanto os esquerdistas, isentões e membros da oposição à Bolsonaro e a mídia inteira cobram isenção? Tem muito caroço nesta angú, só não vê quem não quer ou é besta mesmo.
Moro foi de uma traição sem precedentes. Coisa de quem nunca teve consistência ideológica, afinal ele era contrário às propostas do presidente, como a lei do desarmamento e em questões caras ao conservadorismo como o aborto.
Bolsonaro foi eleito sem ele, todos sabem, ele foi convidado depois. E justamente nesta baita crise agravada pelo coronavírus, cujo principal vírus foi a ditadura dos governadores e muitos prefeitos, no que toca às liberdades individuais diariamente violadas, ele se calou. E, claro, quem cala consente. Calou-se covardemente, pois os direitos fundamentais do ser humano estavam sendo violados, enfim uma questão de princípios que ele agora mostrou que não tem. Pelo menos os princípios conservadores e democráticos  vamos deixar bem claro.
Na verdade, ele traiu o presidente, afinal era seu subordinado, e sabia do seu programa de governo. Agora pode se apresentar como candidato do falido PSDB juntamente com o centrão e entrar na política. Vamos ver, mas é bom que fique claro: Nessa história, Bolsonaro mostrou que é realmente um democrata, pois sempre esteve ao lado do povo, agora enfrentando o vírus causado por toda oposição do desemprego e desesperança.
Só que, como bem frisou Olavo de Carvalho, o povão não é mais besta, e sempre bato nesta tecla. As redes sociais são a diferença. Por essas e outras a esquerda e o centrão queriam censurá-las. Agora vamos ver o traíra Moro, juntamente com o centrão e a esquerda contra Bolsonaro, que ao meu ver, vai sair mais forte. E agora, a gente pode ter a esperança em saber quem financiou Adélio Bispo. A conferir.

sexta-feira, 24 de abril de 2020

Bolsonaro parte para o ataque - Rafael Brasil

Bolsonaro afirma que Moro barganhou indicação para STF - Política ...


Em pronunciamento no palácio do planalto, Bolsonaro partiu para o ataque diante do pedido de demissão de Sérgio Moro. Afinal ele é o presidente, e se não tinha sintonia com o ministro, que se afaste ora essa.
O presidente acusou Moro de barganhar a troca do chefe da polícia federal, em dezembro, e ser nomeado para o STF. E que a polícia federal, a pedido seu, não se esforçou para investigar o caso de Adélio Bispo que tentou assassinar o presidente, quase conseguiu, no auge da campanha, É estranho que este caso não tenha sido investigado.
Afinal, Moro pela sua importância e popularidade como um dos principais personagens do combate à corrupção na operação lava jato.
Claro toda a oposição comemora, mas a autoridade do presidente da república como comandante do executivo não pode abrir mão de sua prerrogativa de nomear e demitir ministros.
Moro era contra a proposta do presidente na questão do desarmamento, afinal na campanha acabar com o estatuto do desarmamento, foi uma das principais bandeiras do presidente. Também no caso da crise do coronavírus, Moro se omitiu quando o presidente lutou contra as arbitrariedades dos governadores e prefeitos contra a população.
Na verdade o que existe mesmo é divergência ideológica. Moro não pode ser considerado um homem conservador e de direita. As divergências são enormes, afinal. Pode entrar na política, mas os obstáculos são grandes afinal ele não é do ramo. Vamos acompanhar os acontecimentos e torcer para que o presidente finalmente nomeie um ministro compatível com seu programa e ideologia. Enfim, rei morto, rei posto.

Moro pediu pra sair, a inteligência do governo se fortalece - Rafael Brasil

Sergio Moro pede demissão após troca de comando da Polícia Federal ...


Sérgio Moro pediu pra sair, como disse na despedida, saiu atirando, o governo queria fazer indicações na polícia federal, em consonância com a inteligência do governo, leia-se, militares. Em poucas palavras, ganhou os setores da inteligência do governo que está em uma guerra permanente com todos os inimigos, que não são poucos em todas as instituições do estado aparelhado pela esquerda e aliados. Ou seja, vamos ver quem vai substituí-lo, mas deve ser alguém mais afinado ideologicamente com o governo, leia-se de direita e portanto mais duro no combate aos inimigos.
Moro fez um ótimo trabalho como juiz, e também como ministro, alinhado com o governo na questão da segurança. Porém, ideologicamente falando estava, digamos pouco, alinhado com o governo por não ser um homem da direita, talvez não talhado para enfrentar esta verdadeira guerra,m que também é política e ideológica. E numa guerra desas não há lugar para isentismo.
Ademais o ministro ficou calado diante dos absurdos cometidos pelos governadores e prefeitos durante à pandemia, achincahlando todos os direitos e garantias individuais. Calou-se diante dos tiranetes de todos os quadrantes nacionais, quando vinha sendo alvo de críticas de setores da própria direita.
Pediu pra sair, e como não existe ninguém insubstituível, certamente virá alguém, de perfil, digamos mais duro, afinal esta batalha da política brasileira requer alinhamento ideológico.
Vamos ver quem vai se seu substituto, e ver se estou certo na análise, em cima da hora. A ver.

Justiça solta bandidos e deixa nação indignada - Rafael Brasil

Detentos fogem de Centro de Detenção Provisória de Mongaguá - 16 ...


Há tempos que a justiça brasileira segue os parâmetros dos burocratas da ONU e, claro, dos daqui também, aivados de ideologia esquerdista, que prega que o encarceramento não resolve. Já ouvi isso de diversos sociólogos e quejandos, que vendem a idéia falsa de que todos são recuperáveis, ou seja ressocializáveis,, dado que a criminalidade é um fator eminentemente social. Em poucas palavras, o criminoso é antes de tudo uma vítima, seja da sociedade, seja da família patriarcal e opressora.
Para o saudável senso comum, bandido bom é preso ou mortinho da silva, e a coerção do estado ainda é o melhor remédio para coibir a bandidagem. E que tem que acabar com o desarmamento, ademais, o povo armado pode se livrar de muita coisa ruim devidamente armado, como na zona rural, onde antigamente ninguém se atrevia a invadir um sítio ou fazenda, com medo de levar uns tiros, com o desarmamento a violência explodiu, e os bandidos deitam e rolam nos grotões do país.
Com esta política de desencarceramento e desarmamento, a impunidade tornou-se a perversa norma que faz a festa da bandidagem. Ainda mais para soltar bandido de alto coturno, como políticos, o STF, sempre ele, aliado da bandidagem, acabou com a prisão em segunda instância, devia ser na primeira, tornando bandidos ricos, que podem pagar advogados, praticamente inimputáveis.
Agora com o coronavírus, soltaram mais de vinte mil bandidos, que claro, em sua maioria voltam a delinquir, e pior: Bandidos chefes de facções criminosas, como no caso de um dirigente do PCC no Paraná, que já tinha condenações que somavam mais de 70 anos. Aqui fica a pergunta: Como um juiz faz uma coisa dessas? Devia no mínimo ser demitido e ser processado e preso, claro, mas eles fazem tudo dentro da lei.
Afinal, dar a tal de prisão domiciliar para quem tem pesadas condenações, óbvio ululante que o cabra vai fugir, só se for muito besta. Enfim, a polícia tem um trabalhão, com muitos gastos e a justiça, lenta que só, para prender um meliante e lá vem um juiz, com sua formação e ideologia, e leis mais do que frouxas, advindas deste tosco e ridículo pensamento esquerdista, soltar para, claro este indivíduo delinquir ainda mais. Até um macaco prego sabe que isso está errado. Mas enfim tudo não passa de uma safadeza maior. Para essa gente, afinal bandido é uma vítima da sociedade, e eles são justiceiros sociais.
O pior é que essa gente mora em condomínios fechados e fortemente protegidos por seguranças armados, assim como muitos "liberticidas" do show business andam escoltados pregando a vitimização e glorificação de bandidos. É o Brasil. Até quando?

quinta-feira, 23 de abril de 2020

Condenado Zé Dirceu trama derrubar Bolsonaro - Rafael Brrasil

Lula encontra José Dirceu em primeira noite de liberdade | VEJA



José Dirceu, condenado desde o mensalão, quando foi desmoralizado por Roberto Jefferson, e com uma penca de processos e condenações nas costas, agora trama abertamente para derrubar Bolsonaro. Claro, qualquer um pode tramar, desde que nos parâmetros da democracia, e com irregularidades graves do presidente, mas um preso condenado, só no Brasil do STF mesmo, aliás foi Gilmar Mendes e Toffoli quem o soltou.
Aliás, dizem que Zé Dirceu é oficial do serviço secreto cubano de onde só se sai aposentado ou morto, enfim o que funciona em regimes comunistas são os serviços de repressão do estado e de espionagem.
José Dirceu foi o grande organizador do PT e se não fosse o mensalão seria o presidente da república, pois estava na linha da sucessão. Se eleito, teria implantado uma feroz ditadura, pois ao contrário de Lula e Dilma, é um homem preparado , portanto muito mais perigoso.
E como Lula e outros menos votados, foi e é protegido pela nossa principal instituição cúmplice da bandidagem, o STF. Aliás Toffoli foi seu office boy e, claro, atendeu prestimosamente seu antigo chefe o colocando em liberdade.
O pior é que estes trastes ficam tramando contra à nação, quando deviam pelo menos ser obrigados a ficar calados, ora essa. Mas a cumplicidade criminosa dos bandidos do STF na verdade endossa essa gente, afinal fazem parte da maior organização criminosa ainda extremamente poderosa no país. 
São as ramificações do petismo, que mesmo fora do poder, ainda dominam o estado em todas as instituições. Desde o barnabé, ou professorzinho da escola básica, às universidades, e sobretudo a mídia e o judiciário.
Dirceu diz articular uma união dos liberais, insatisfeitos com o governo, e , claro, a esquerda, que mesmo desmoralizada e sem votos, ainda conspira e tem muito poder.
E isso está acontecendo, basta ver os movimentos do DEM de Rodrigo Maia e seguidores do chamado centrão. Justamente o DEM, que é o sucedâneo do PFL, que Lula queria extinguir, aliás chamava o partido de DEMônio.
Figuras como Marco Maciel, ACM e muitos outros choram em seus túmulos, afinal o DEM passou a ser um puxadinho da esquerda, inclusive do stalinista PC do B.
Realmente a instituição mais podre no país é o judiciário, sobretudo as chamadas altas cortes como o Famigerado STF. Ademais, os membros nomeados pela quadrilha petista deveriam ser impedidos de exercer os altos cargos desta execrável corte. 
Uma corte de bandidos, até as pedras sabem, que continua a atrasar o país e jogar a favor da bandidagem de todos os calibres.
Agora com o coronavírus, está soltando os mais perigosos bandidos da nação, mas disso tratarei logo depois. Afinal, com tudo isso ser bandido se tornou um dos maiores negócios do país. 
E o homem de bem, que se lasque. Ademais Bolsonaro está sendo combatido por toda essa laia por ser honesto. Pode? É o Brasil velho, em sua extrema resiliência. Mas agora o povão está atento, a ver.

Abaixo o imperialismo chinês! - Rafael Brasil

Coletiva de imprensa com o governador João Doria e embaixa… | Flickr


Cresci ouvindo brados da esquerda contra o "marvado" imperialismo norte americano, aliás o anti americanismo vem desde o nascimento da nossa república, golpista autoritária e positivista.
Desde Getúlio Vargas, um fascista de carteirinha, um dos piores e mais cruéis ditadores do Brasil, que depois se aliaria com os comunistas, que o anti imperialismo americano é bradado nos quatro cantos do país, e tem sido um dogma dos movimentos ditos libertadores da pobre e atrasada América Latina. 
Aliás esta foi a politica adotada para os países do depois chamado terceiro mundo pela ex União Soviética após a Segunda Guerra, a união das chamadas foças progressistas (leia-se esquerdistas ) com os setores nacionalistas nativos contra o imperialismo americano.
Esta foi, grosso modo toda a narrativa ideológica da esquerda, e seguida, pasmem, pelos militares quando no poder. Basta ver que a política externa dos milicos preconizada por Geisel era independente, e muitas vezes contrária aos interesses norte americanos. 
O Brasil foi um dos primeiros países a reconhecer a independência de Angola, e o acordo nuclear feito com  a Alemanha foi frontalmente contrário aos interesses norte americanos , só para ficarmos nestes exemplos.
Aliás, o anti norte americanismo permeou toda a esquerda mundial, sobretudo a européia, mesmo com o fato de que a entrada dos Estados Unidos na guerra foi decisivo pára a vitória contra o nazismo.
E esquerda européia era anti americana, mas vergonhosamente fechou os olhos diante das brutais ditaduras comunistas lacaias da ex União Soviética, do leste europeu, as da chamada cortina de ferro. 
Isto sem falar da direita francesa, que se alinhava à esquerda nesta questão, escondendo o fato do massivo colaboracionismo da França durante a ocupação nazista, a chamada república de Vichy.
Pois esta mesma esquerda, sobretudo a brasileira é completamente submissa ao imperialismo chinês contemporâneo, de natureza agressiva, e violenta. Já compraram a África, com seus governantes e tiranetes corruptos de sempre, agora as América Latina. Estão comprando a Argentina a preço de banana e, claro o Brasil através dos seus colaboradores internos que não são poucos.
Desde Ciro Gomes, aos integrantes das esquerdas nordestinas, a gente como João Dória e aliados como o governador Witzel do Rio de Janeiro, ao famigerado DEM e seus aliados.
E pior: Estão comprando ou se associando com muitos setores midiáticos como a rede bandeirantes e a globo, claro. Ademais eles estão entrando na mídia norte americana através de associações com a indústria cultural de Hollyood, além de redes de comunicação como a CNN.
O embaixador da China no Brasil fez até chacota do presidente o chamando de Bozo, e exegiu desculpas do ministro da educação chamando-o de racista. Devia ser expulso, e só não foi, diante dos problemas internos que o presidente enfrenta e esta corja de entreguistas infiltrados até no exército, que ainda torce o nariz diante da nova política externa do governo que aponta para uma maior aproximação com os Estados Unidos.
Enfim a crise do coronavírus está alertando o mundo ocidental sobre os perigos do imperialismo chinês. Afinal, é como  diz Olavo de Carvalho, quem lucra comerciando com a China? 
Ademais o mundo está sabendo que o perigo mora na China, e na feroz ditadura comunista chinesa, que causou e espalhou o vírus chinês, e agora lucra vendendo insumos médicos às vitimas da tragédia. 
Além disso, o perigo maior do imperialismo chinês, é que tem como vanguarda o perigoso e assassino partido comunista. Vade retro satanás!

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Quem avacalha a democracia? - Rafael Brasil

Dias Toffoli e presidentes do Senado e da Câmara abrem evento em ...


Desde  décadas, convivemos com a mentira, a mentira deslavada da esquerda, cujo principal mantra é mentir. E claro, todas nossas instituições estão impregnadas da mentira como norma, causa maior da loucura que a esquerda causou na nossa sociedade. Não estou brincando nem sofismando, basta ler o livro de Trotski Moral e Revolução.
Mentir para a revolução e o partido é uma das virtudes comunistas. Aliás este texto de Trotski era usado e admirado até  por muitos stalinistas, afinal, Trotski se achava o herdeiro de Lênin, e Gramsci o achava um dos corifeus da filosofia da práxis, termo que ele  usava para driblar os censores na cadeia ao se referir ao marxismo.
Aqui está acontecendo o mesmo, claro, com as devidas adaptações. Quem atenta contra a democracia, o povão, desarticulado e desesperado quando pede intervenção militar, ou mesmo AI 5, ou os governadores, tiranetes de merda que prendem mulheres  indefesas, idosos e idosas simplesmente por andar nas ruas, e com a cumplicidade criminosa do STF? 
Aliás foi o STF que deu poderes ilimitados a todos os governadores, e pasmem: Ordenaram a soltura de bandidos, e a prisão de cidadãos indefesos perante a fúria de tiranetes de merda espalhados por todo território nacional. Quem atenta contra a democracia afinal? É essa gente, com  apoio das classes falantes, que dizem em defender o estado democrático de direito. Ora, vão à merda.
Ontem mesmo soltaram um perigoso líder do PCC do Paraná dando-lhe prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica. O cabra estava condenado a mais de 70 anos de prisão. Óbvio ululante como diria Nélson Rodrigues, ele quebrou a tal da tornozeleira e fugiu. O puto do juiz será punido? Já  duas jovens que andavam na praia do Rio de Janeiro foram violentamente presas pela polícia e algemadas. Quem atenta contra a democracia e o estado de direito, ora bolas?
Hoje É O CONGRESSO NACIONAL E O STF OS PRINCIPAIS OBSTÁCULOS  À DEMOCRACIA NO PAÍS. Essa gente, todos sabem, é que devia estar na cadeia. São eles os principais responsáveis e cúmplices da desordem e impunidade reinante no país. TODOS SABEM DISSO. Pra essa gente AI 5 é pouco. Quem duvida? 
E vão mentir assim na Coréia do Norte ou mesmo em Cuba, afinal nestes "paraísos socialistas" AI 5 é café pequeno. Alguém duvida?

PC do B, amigo de Maia, saúda finado ditador coreano - Rafael Brasil

Oposição lança proposta de reforma tributária com presença de ...


Rodrigo Maia e seus amigos de sempre do STF querem investigar pessoas que pediram intervenção militar, Que coisa horrorosa, pessoas a pedir uma intervenção militar, saudosas da nossa cruel ditadura que matou exatas 425 almas, enquanto os arautos da "democracia socialista" mataram cerca de 180, quase a metade. Claro todas as ditaduras são ruins, mas existem muitas diferenças.
Nosso regime durou vinte anos, e transformou-se numa ditadura, mas, digamos, não tão dura assim. É o que chamam de dita branda, pois antes do AI -5 promulgado em dezembro de 1968 pelo então presidente militar o marechal Costa e Silva, estávamos no que muitos cientistas políticos chamam de uma situação autoritária. Afinal em junho do mesmo ano, os estudantes e a esquerda, claro, fizeram uma passeata de milhares de pessoas apelidada pelos historiadores esquerdistas de passeata dos cem mil. Onde numa ditadura feroz se permite fazer uma passeata tão grande?
É bom lembrar que antes da passeata, os líderes estudantis, todos comunistas, foram recebidos pelo então presidente Costa e Silva em pleno palácio do planalto. Lá estavam José Dirceu, Luis Travassos e Vladimir Palmeira, todos da esquerda radical, que aliás pertenciam a grupos que defendiam a luta armada para implantar a ditadura comunista no país. Ou seja, nenhum deles era democrata de verdade.
No jargão da esquerda, aliás, a democracia chamada de burguesa servia apenas para abrir caminho para agitação das massas para criar a tão sonhada ditadura do proletariado, assim rezava a cartilha esquerdista.
Ademais tem um fato curioso: Os estudantes fizeram acaloradas reuniões para decidir se íam ao encontro do presidente de camisa social ou paletó. Foram de terno, ficou decidido. Mas como vimos TODOS, com exceção do PCB, o velho partidão, defendiam a luta armada, e o PC do B, dissidência do PCB, apoiava o comunismo chinês, que pregava a luta camponesa do campo para a cidade. Como muitos europeus, amavam, Mao Tsé Tung, o maior genocida da história humana que foi o responsável pelo genocídio de cerca de 80 milhões de pessoas.
Pois é, aclamar as piores ditaduras pode, já nosso "terrível" regime militar, todos estes entes "democratas" ficam dando chiliques. Aliás Dilma já foi a uma solenidade do PC do B onde eram expostos retratos de Lênin, dentre outros. Ela própria pertencia a uma organização terrorista de esquerda a VAR Palmares, dentre outras, e como muitos recebem uma bela grana pela "luta pela democracia".
A ditadura brasileira, que endureceu um pouco depois do AI 5 foi, digamos, uma resposta dos militares às organizações que pregavam a luta armada, eufemismo para terrorismo, pela ditadura do proletariado. 
Aliás o PC do B é queridinho de Rodrigo Maia, que deixou passar a medida provisória das carteiras de estudante para ajudar o partido que agora saúda a morte do ditador Kin Jong Un da triste e terrível ditadura norte coreana , que domina a UNE desde os anos 80.
Aliás, tudo a ver, já que seu pai, César Maia,  foi um velho comunista, e o filho hoje é o cidadão mais odiado da nação e que prega a destruição do país para seus pares voltarem a completar o serviço. 
E  como a maioria dos esquerdistas, inclusive os do PC do B, deviam estar presos, não por subversão, mas por roubo puro e simples, o maior da nossa história.

É crime pedir intervenção militar? Rafael Brasil

Intervenção militar é pedida por parte do povo brasileiro


Sempre fui contra o regime militar,  os milicos no poder fizeram muitas besteiras, afinal foram governos tecnocráticos de linhagem positivista como sempre foi tradição na nossa república nascida de um golpe militar e dos mais fulêiros.
Aliás, durante o regime militar não foi feita nenhuma propaganda anti comunista, e a direita foi tão perseguida quando a esquerda, até mais porque  os milicos burros como são, nada conheciam de Antônio Gramsci, cujas idéias de revolução processual e cultural já tinham conquistado corações e mentes da esquerda. Em poucas palavras, segundo Gramsci, a revolução passiva seria processual, lenta e gradual, conquistando corações e mentes através da cultura, a mídia e os meios de comunicação.
E foi aí que a esquerda entrou alegremente, dominando já no regime militar, a mídia, o mercado editorial, e a cultura. Eu acompanhei tudo isso, porque era esquerdista também e li tudo de Gramsci publicado no país, no final dos anos 70.
O general Golbery do Couto e Silva, considerado o intelectual do regime, era na verdade um imbecil, pois tinha uma idéia ridícula de sístole e diálise, que em resumo abria espaços para a esquerda não violenta, segundo ele, era para abrir uma hipotética panela de pressão, deixando os comunistas fazerem a festa, desde que não pegassem em armas. Assim, muitos comunistas foram tomando desde já o aparelho do estado, inclusive a tecnocracia já nos anos 60.
Conheço muita gente que trabalhou nas altas esferas do estado, inclusive da minha família. Golbery, claro nunca leu Gramsci, nem tampouco nada ou quase nada sabia do pessoal da escola de Frankfurt que já espalhava suas esdrúxulas idéias no cenário esquerdista internacional desiludidos com o que chamavam de socialismo real, ou seja o comunismo soviético e outros menos votados.
Já os quadros da direita foram afastados e até cassados dos seus direitos políticos como Carlos Lacerda, e outros, e na esfera cultural, foram sendo afastados dos jornais, revistas e meios culturais.
Hoje vivemos uma situação no mínimo esdrúxula.
A redemocratização trouxe a constituição de 88, chamada por muitos de constituição cidadã. Na verdade, uma constituição de colorações esquerdistas, tipo social democrata, que no dizer de Roberto Campos, apontava para a redistribuição da miséria, afinal como distribuir o que não se tem? E muitos direitos, sem as obrigações consequentes. 
O próprio Sarney disse, acertadamente, que com essa constituição o país se tornara ingovernável. O resultado está aí. O aumento explosivo da inflação no primeiro momento e da carga tributária, depois a estagnação com o crescimento do estado, este já expandido na época do regime militar, para a alegria da esquerda.
Hoje muitos pedem pela volta do regime militar até do AI 5, a maioria por desconhecimento, mas pela noção não explicitada, de que esta constituição não presta mesmo. Só serve para proteger as elites do estamento burocrático do estado do povo, que clama por justiça, trabalho e paz.
E agora, nestes tempos de pandemia vem estes merdas, ditos arautos da democracia defenderem nossa constituição, que nada tem de democrática. Querem criminalizar setores do povo que pedem por intervenção, mas agem sempre em conluio para manter esta cleptocracia infame que nos governa.
Criminosos são eles, mancomunados com esta quadrilha do STF e do congresso. Na verdade o país precisa de uma revolução democrática e popular, e mesmo fechar este congresso e o STF, fazendo uma nova constituição referendada pelo povo. 
Estas elites do congresso do STF e do estamento burocrático do estado devem ser LITERALMENTE jogadas na lata de lixo. Afinal já estão na lata de lixo da história, quem duvida?

terça-feira, 21 de abril de 2020

Governador de S. Catarina quer mandar até na Igreja Católica - Rafael Brasil

Tenho me sentido em um campo minado", diz governador de SC, Carlos ...


Recebi de um amigo lá de Florianópolis uma notificação, ou melhor seriam uma ordem, do governador de Santa Catarina, um tal de Carlos Moisés da Silva, que acha que foi elevado a cardeal da Igreja Católica pelo Papa Francisco, estabelecendo normas litúrgicas aos fiéis.
Ele quer que as hóstias devidamente embaladas, tudo pelo combate ao corona vírus, afinal estes pulhas sempre estiveram muito preocupados com a saúde do povão.
Assim diz a nota governamental: Art. IV - Nos cultos em que houver celebração da ceia com partilha de pão e vinho, ou celebração de comunhão, os ELEMENTOS somente poderão ser partilhados se estiverem embalados para uso pessoal.
É isso mesmo, os tiranetes estaduais estão fazendo de tudo para tirar o que resta de liberdade do povo, como disse, tudo pelo combate ao coronavírus.
Hoje mesmo vi estarrecido uma prisão de um jovem dono de uma lojinha no Piauí sendo violentamente preso por policiais fortemente armados, e algemado, porque abriu a loja para trabalhar. Depois este pobre homem teve um ataque de epilepsia, quase morrendo no meio da rua, sob os olhares da população apavorada.
São estes pulhas que chamam o presidente de autoritário , dentre outras coisas, enquanto se aproveitam da crise para roubar, afinal o dinheiro vem sem obrigação de licitações. Como disse Roberto Jefferson, com licitações já roubam, bastante e impunemente, agora a festa com a doença e com a repressão violenta ao cidadão comum que paga os impostos.
Governadores e prefeitos, com o aval do STF, sempre ele a acobertar criminosos, fazem de tudo à revelia do presidente da república, que paga a conta e nada pode fazer. A respeito, preparam uma facada no governo a pretexto de pagar as contas dos estados e municípios, inviabilizando a economia quebrando mais o país, um absurdo.
Ninguém que dizia defender os direitos humanos dá um pio. Afinal, só nos estados totalitários houve a intromissão quase completa do estado na vida dos cidadãos e das igrejas. Mas essa turma dos direitos humanos tem partido claro. O partido dos bandidos de sempre, que quase quebraram à nação, e a corromperam quase por completo, sobretudo a corrupção da inteligência, como sabemos. Vade retro!

Por que o povo odeia o congresso e o STF? - Rafael Brasil

No STF, Toffoli e Maia discutem aborto e perda de mandato de ...


Óbvio ululante, não existe democracia sem congresso, posto que claro, nossa democracia é representativa. Democracia direta só na Grécia antiga, e no período clássico, lá pelo século IV Antes de Cristo, onde só os cidadãos atenienses excluídos os escravos mulheres e estrangeiros além de outras classes, estavam excluídas. Os debates eram na ágora, uma praça exclusiva onde todos podiam debater os problemas da res pública, ou seja, da esfera pública.
Com o processo da Revolução Gloriosa na Inglaterra no século XVII, o poder real deixou de ser absoluto, passando a ser compartilhado pelo parlamento, a Independência dos Estados Unidos no final do século XVIII, e na revolução Francesa, as noções de democracia foram se acentuando no bojo da Revolução Industrial, começada na Inglaterra e no restante da \Europa no século XIX , quando Marx dizia que tudo que é sólido desmancha no ar.
Em poucas palavras, junto com a noção de democracia veio a idéia de igualdade, e revolução, seguindo a tradição dos primeiros socialistas na era industrial.
Porém a idéia de democracia juntamente com da igualdade veio o germe do totalitarismo, com a noção de vontade geral de Rousseau, tendo o estado como um  organismo onde a vontade geral seria a vontade majoritária da nação. Porém desde Locke, temos a idéia de que na verdade democracia é o respeito às minorias que afinal não podem ser esmagadas pela maioria, ou seja, o respeito ao dissenso.
Das idéias de Rousseau germinaram o autoritarismo , onde não existe o devido respeito ao dissenso. Juntas com a idéia de Revolução e de igualdade temos o germe do autoritarismo, e depois dos totalitarismos do sangrento século XX, em poucas palavras , a maioria esmaga a minoria, ou o dissenso. Isso resultou nos maiores genocídios da história humana com o comunismo, fascismo e nazismo, pela ordem.
Aqui existe liberdade, mas temos democracia? Nossas instituições estão voltadas para atender à vontade popular? Eis a questão. Em síntese , o problema não são as instituições, mas sua qualidade. Nossa "democracia" só serve às elites de sempre. O povo, enfim não tem vez nem voz, daí o ódio ao congresso e STF, que juntos agem acintosamente contra o que seria a vontade popular.
Enfim não se questiona as instituições democráticas, mas sua formatação, que foi na malfadada constituição "cidadã" de 88. Tanto é que ela vem sendo constantemente remendada.
Portanto, ou se faz uma nova constituição, ou remenda-se mais esta porcaria. É aí que entra a pressão popular, mais do legítima contra este Congresso e o STF, afinal, ambos carecem de legitimidade. Afinal para se eleger precisa-se de muito dinheiro, e o processo de escolha do STF deve ser mudado, enfim. 
Só uma constituição democrática referendada pelo povo, pode ser a saída da nação. Isto com muita pressão popular, sem a qual nada se faz. Ou o povo revoluciona nossa república ou ficaremos neste lamaçal, e é o que as forças do atraso mais querem. Da esquerda, que sonha com um golpe nas instituições desde sempre, e a direita fisiológica de sempre. Vade retro!

segunda-feira, 20 de abril de 2020

O COVIDÃO, a corrupção do coronavírus - Rafael Brasil

Coronavírus X vírus da corrupção – Infonet – O que é notícia em ...


Roberto Jefferson inventou um termo para identificar a corrupção do coronavírus. No lugar do mensalão, e petrolão, vem o covidão. Em outras palavras, muitos governadores e prefeitos se utilizaram das verbas do coronavírus para roubar, como disse aqui no blog semana passada.
A farra da roubalheira com muita grana solta pelo governo sem licitações, diante da emergência da crise do vírus chinês, vai tomar muito tempo e trabalho da polícia federal e claro, muitas notícias deste verdadeiro cancro nacional da corrupção, graças ao congresso e STF, sempre os fiadores da impunidade nacional.
Como sabemos, a grande maioria das cidades brasileiras não tiveram casos sérios da pandemia. Inclusive cidades pequenas, claro. Mas a farra do dinheiro do povo faz a alegria dos políticos corruptos, uma praga nacional, repito, pela impunidade.
Agora muitos terão muito dinheiro para comprar eleições e claro, a impunidade, com advogados e juízes movidos à propina.
Vamos ber a maré baixar e ver o que restou. A economia em frangalhos, recessão mundial, reconstrução, muito desemprego miséria e as doenças consequentes. 
E na política, a luta do povo contra esta safadeza, até quando? Infelizmente o povo terá muita luta pela frente. É o Brasil que nossas elites políticas querem manter. Vade retro!

Barroso, que é a favor do aborto, tem horror do povo - Rafael Brasil

Quem é Luís Roberto Barroso, o ministro do STF que defende a ...



O ministro Barroso, do STF, até que não se mostra muito leniente nos casos de corrupção, tem votado em pautas como a favor da prisão em segunda instância e se mantém afastado dos maiores e descarados bandidos da casa como Toffoli, Gilmar Mendes e Levandovski, só para ficarmos nestes exemplos.
Porém , passando por cima da sociedade e do congresso que é quem legisla, defende e luta por pautas como a legalização do aborto. Primeiro queria aprovar o aborto em casos de estupro, agora de microcefalia. Como sabemos, quando passa um boi passa uma boiada. E é isso que a turma abortista da esquerda quer. Aos poucos vão minimizando até conseguirem seu objetivo maior que é de matar bebês inocentes e indefesos, aliás a esquerda é especializada em matar. Na Argentina é a pauta principal do Presidente Fernandez, que vai afundando mais o país enquanto luta pelo direito de assassinar inocentes e indefesos, a mais pura e cruel covardia. E são essas figuras que são abraçadas pelo papa, uma tragédia para a Igreja Católica, mas isso é outro assunto.
Ontem ele disse ter ficado horrorizado com o povo que pede intervenção militar. Ora ele deveria ter vergonha do tribunal a que serve, que solta bandidos, apoia traficantes, ameniza a barra para estupradores, enfim, o que existe de pior no Brasil. Aí ele não dá um pio. Devia olhar para a própria cozinha.
Se o povo pede intervenção militar é porque não aguenta mais este conluio de políticos safados do congresso, com o próprio STF, para livrá-los da cadeia, e querer botar pra fora um presidente que foi eleito pelo povo, e não abre mão das pautas que o elegerem, inclusive contra o aborto.
Ademais o povo pede intervenção militar para manter o presidente no comando e promover uma nova constituinte, referendada pelo povo. Afinal a quem serve nossa constituição, antes chamada de cidadã? Para proteger as elites do estado e de todas as esferas contra os anseios populares. Afinal o povo sofre, e vai às ruas por segurança, saúde, educação e trabalho. É pedir demais? E que a justiça funcione , que não seja um cabide de marajás que sempre estiveram ao lado dos poderosos de plantão. É isso aí, tá com ódio do povo ministro? Então vá se phoder!

Maia não passa um testa de ferro da bandidagem nacional - Rafael Brasil

GILMAR MENDES E ALCOLUMBRE JUNTOS EM PORTUGAL | Moraes, Portugal



Vi a entrevista de Roberto Jefferson na rede hoje, nada de novidade. Jefferson é um bandido muito inteligente e sabedor das profundezas do poder , ou o que FHC e outros menos votados chamam de presidencialismo de coalizão, o toma lá dá cá, de sempre que sempre permeou a chamada nova república.
Os entrevistadores eram muito fracos, e falaram mais do que o devido, não dando mais espaço ao entrevistado, e falando bobagens como no caso do parlamentarismo na crise da sucessão de Jânio, quando Jango assumiu à presidência.
Noves fora estes probleminhas, o que o entrevistado deixou implícito é seu apoio ao governo, que já trabalha, esperamos que com sucesso, no racha do chamado centrão, e no isolamento de figuras como Maia e Alcolumbre, dois sujeitos medíocres, mas apoiados ela nata da cleptocracia nacional insatisfeita com a falta de cargos e dinheiro, mais corrupção, enfim o jogo que todos conhecem e o povo repudia, nestes tempos de internet.
Com a explosão popular, e sua resiliência, é praticamente impossível esta turma impichar o presidente, portanto jogam pesado para destruir a economia pensando alçar o poder. Não vão conseguir, posto que o povo os odeia. Figuras como Maia, Dória, Witzel, e companhia, são cartas fora do baralho político, e a esquerda, age silenciosamente, pois sabe que perdeu às ruas. E pode ser atingida em cheio por uma possível intervenção militar fechando mo congresso e o STF e fazendo uma nova constituição, afinal, como todos são bandidos fichados, seriam presos em massa. Em poucas palavras não sobraria nenhum. Por essas e outras gente como Zé Dirceu e companhia estão caladinhos, jogando nos bastidores pelo caos, uma das únicas formas de salvação.
Todos estes fatos são analisados no meu estado maior das análises políticas com meu querido primo Lourenço Souto Maior, que lá de Goiás,me dá umas dicas, um sujeito experiente e de vivência no meio político e sindical. Ou seja, para nós, nada de novo no front.
Quando Maia e Alcolumbre  caírem que irá salvá-los? Na verdade são meros testas de ferro, que no dizer popular, engolem corda dos realmente poderosos, e atrapalham muito o país e a agenda presidencial de mudanças liberais na economia, e conservadoras no resto. São uns trastes que pensam ser importantes, e até se acham, afinal se reúnem com toda a bandidagem e agem de acordo com os interesses dessa gente. E se acham os tais, conspirando com gente como Toffoli e outros do STF, e os maiores marginais da república, como Dória FHC e outros. Dão trabalho mas cairão de vez, e para sempre. Que se phodam!

domingo, 19 de abril de 2020

Povo nas ruas manda recado ao congresso e STF - Rafael Brasil

AGORA: POVO TOMA AS RUAS DE BRASÍLIA EM APOIO AO PRESIDENTE ...


Está em curso o que chamamos de revolução democrática brasileira. O povo revoltado com o que chama de instituições democráticas, na verdade instituições protetoras da cleptocracia nacional, vai às ruas, nestes tempos de grande crise do coronavírus, contra toda essa gente que oprime à nação desde sempre.
Agora mesmo vejo uma enorme manifestação em Brasília, onde teve a participação espontânea do presidente, ovacionado pela população oprimida pela ditadura dos governadores, que apostavam na crise para derrubar seu governo, e parece que o tiro vai sair pela culatra.
E o mais sintomático, é que o povo em várias cidades como Recife, Rio de Janeiro e outras, foram para a frente dos quartéis, é a tão sonhada união do povo, com o presidente e os militares para derrubar a ditadura do congresso e do STF, as principais instituições que sempre apostaram na crise econômica e política que assola à nação.
Simplesmente o povo não aguenta mais, afinal estas manifestações, as maiores da nossa história, vem desde 20013, e estas elites, juntamente com quase a totalidade do estamento burocrático do estado sempre andam na contramão dos anseios populares, que é por mais segurança, trabalho, e claro, desenvolvimento.
Faz-se necessário evidentemente uma nova constituição, realmente atendendo os anseios populares, ou seja, bandido, e bandido político na cadeia, fim das imensas mordomias das altas esferas do estado, reforma política e eleitoral enfim, uma verdadeira revolução democrática e republicana com amplo apoio popular. O resto é conversa.
O que chamamos de classe política deve ter entendido o recado, com o povo irado não se brinca, afinal, gente como Rodrigo Maia e Alcolumbre, assim como a grande maioria do congresso desdenham acintosamente a vontade popular, tendo como retaguarda um STF corrupto e soltador de bandidos, enterrando a lava jato, e fabricando leis para proteger toda a bandidagem. Simplesmente não dá mais para manter o status quo. Que Deus proteja nosso povo!

STF que autoriza soltar bandido e prender inocente devia ser fechado pelo povo - Rafael Brasil

Mulher é presa em SP após descumprir quarentena | Brasil | Pleno.News


Em tempos de pandemia, vivemos num mundo, e num país surreal, digno das piores ditaduras, e pasmem , com um manto falsamente democrático, e tudo em nome do povo, enfim.
Vejo estarrecido aberrações covardes de pessoas sendo presas violentamente apenas por transitar nas ruas. Pessoas a andar solitariamente na praia, serem algemadas por policiais truculentos, uma mulher sentada sozinha numa praça ser presa e algemada por policiais municipais em São Paulo, e um flanelinha preso violentamente por querer trabalhar, dentre muitos outros casos.
É a onipresença do estado policialesco digno das piores ditaduras, com a devida autorização do STF, que dizem ser nosso supremo tribunal federal. 
Enquanto ocorre essas aberrações, dezenas de milhares de criminosos são soltos, grande parte se aproveitando da dita pandemia, para, claro cometer mais crimes. Aliás, estes são inocentes diante dos criminosos do STF que autorizaram os governadores para fazer o que bem entendem com toda a população, amedrontada com tudo, e submetida às vontades destes tiranetes de merda.
Hoje podemos dizer sem pestanejar que A MAIOR ENTIDADE CRIMINOSA DO PAÍS É O STF. Devia ser extinto à bala, e com a força do povo, numa revolução democrática e popular, e seus integrantes, TODOS, deviam ser julgados e condenados. Infelizmente estamos longe de ter um país democrático onde impera realmente a lei feita pelos homens de bem. O STF é apenas um anexo da bandidagem simples assim. Não temos mais que tergiversar.
Os governadores também deveriam ser julgados e presos, mas  claro, agem em consonância com os bandidos do STF, afinal fazem parte de uma imensa quadrilha que está afundando o país, num instinto autoprotetor. Até quando?
Quando os direitos fundamentais mais básicos como o de ir e vir estão sendo vilipendiados temos que externar nosso asco e indignação. Senão nos entregaremos, e aí sempre vem o pior. A banalidade do mal, aliás, já vivemos nessa situação, onde a vontade do cidadão comum não vale nada diante destas instituições de merda.

sábado, 18 de abril de 2020

Governadores aproveitam o coronavírus para roubar - Rafael Brasil

Doria, Witzel e governadores lulopetistas assinam carta com ...


Com a crise do coronavírus, que atinge não só a saúde pública, já sucateada pela safadeza e corrupção generalizadas, mas a economia e o desemprego da população, ouço com cada vez mais frequência, casos de corrupção, de governadores e prefeitos oportunistas acostumados porque protegidos pela impunidade a soldo do STF.
Como muitas compras são feitas sem licitação, diante da rapidez necessária nestes tempos difíceis, pululam notícias de compras superfaturadas, roubos puro e simples, como no caso do agente chinês pego com toneladas de material roubado, e governadores como o do Rio, comprando respiradores que custariam, 60 mil cada, a 200 mil.
Além de medidas autoritárias, como prender pessoas atropelando o direito de ir e vir, promovendo aglomerações ocasionais, com a distribuição de alimentos e cestas básicas, enfim. É um festival de safadezas sem fim. Quando a pandemia passar, essa gente tem que ser desnudada, mas com esse STF, paladino da impunidade fica difícil.
Aqui mesmo em Pernambuco, o governados, certamente o pior em nossa história, agora disse que vai obrigar o povo a usar máscaras. Só não disse como vai disponibilizar às mesmas para o povo esfomeado que não tem dinheiro pra nada, posto que foi proibido pelo próprio governo de trabalhar.
Setores da classe média acham até bom ficar em casa de geladeira cheia e vendo TV por assinatura. Mas e o povão, que mentido na informalidade, como é que fica. Além disso tem a falência dos pequenos negócios que empregam a grande maioria da população.
Estes governantes ainda posam de defensores do povo, arautos da igualdade, com os belos, porém já manjados discursos socialistas. Mas comunista é assim mesmo, adora, mantém e manipula à miséria alheia. Para o povo, miséria e engenharia social, para eles os velhos privilégios. Nada de novo no front.

Rodrigo Maia e Alcolumpre, os piores vírus do momento. Fora, bandidos! - Rafael Brasil

Maia e Alcolumbre dizem que Mandetta foi 'guerreiro' e mandam ...


Rodrigo Maia e Alcolumbre são os piores bandidos do país no momento, claro. Digo do momento, pois são tetas de ferro do que existe de pior no país, posto que são figuras insignificantes, e serão rapidamente esquecidos depois de suas passagens pela presidência da câmara e do senado, dado que são seres medíocres, e a serviço da pior bandidagem da nossa política.
Vi agora que o próprio Paulo Guedes já cortou de vez relações com o crápula do Rodrigo Maia, que quer estourar as contas do governo, aproveitando-se da tremenda crise do coronavírus, para derrubar o presidente. É odiado pela nação, mas tem por trás deles, os governadores bandidos de muitos estados do Nordeste, e no sudeste o do Rio de janeiro e o corrupto Dória de São Paulo, ambos testas de ferro do imperialismo comunista chinês.
O plano de arrombar as já combalidas contas públicas, muito agravadas pela crise do coronavírus, é de uma maldade, e pior: Uma traição à pátria, posto que estamos num tempo de guerra. Estes dois deveriam ser imediatamente presos, e seus cúmplices também, como a parte bandida do STF.
E é gente de um baixo nível sem par, e claro, são inteiramente apoiados pelas esquerdas, que jogam no caos e numa possível desintegração nacional, afinal, para essa gente esta seria uma possível saída. O caos para jogar politicamente contra o presidente, cada vez mais popular.
O povo tem que se revoltar, aliás como já está acontecendo, com as carreatas nas grande cidades do país e na desobediência civil, e até de agentes do estado, como no caso da polícia de São Paulo, que desobedecendo ao governador, publicou numa nota de recusando a acatar suas ordens fascistas, de prender cidadãos comuns.
Ai cabe a pergunta: Como um país como o Brasil pode ficar refém de una safados desses? O povo e os políticos de honra que restam tem que reagir, e com violência, a violência legítima das massas contra essa gente. A corda está esticando e não pode quebrar do lado do povo sofrido. Mas o presidente deve vetar. E colocar a conta da desgraça dos estados na conta dos governadores, cúmplices desta safadeza, mais uma. Até quando estes mafiosos ocuparão os mais altos cargos da república? Revolução democrática e republicana já! Cadeia para essa gente é pouco!

Congresso e STF os maiores inimigos da nação - Rafael Brasil

Rota 2014 - Blog do José Tomaz: Só os criminosos são contra o ...


Agora é pra valer, o povo tem que avançar contra este congresso e o STF, que mancomunados , são os maiores inimigos da nação. A mobilização popular deve ser em cima destas instituições e pela criação de uma nova constituição, verdadeiramente democrática, popular e republicana. Simplesmente não dá mais. Uma nação não deve ser sacrificada em prol de uma elite podre, cleptocrática, que atrasa todas as tentativas de tirar o país do buraco, que a esquerda enfiou. E ainda mantém seus poderes em todas as instâncias do estado.
Esta seria a primeira e verdadeira revolução democrática da nossa república, sempre dominada por elites mais do que deletérias e anti nacionais.
No bojo da nova constituição, uma ampla reforma política e eleitoral, do judiciário, do estado, enfim. Seria a verdadeira implantação da vontade popular, normalmente negada e reprimida por uma constituição que privilegia as piores elites da nação e as protegem contra os verdadeiros anseios populares.
Claro, nesta reforma política seriam proscritos todos os partidos, sobretudo os que tem ligações estrangeiras, bem como a estrita proibição de empresas da mídia serem controladas por capitais estrangeiros. 
E, claro, uma radical reforma educacional, desaparelhando o ministério da educação, e partido para uma radical descentralização e priorização dos ensino básico e fundamental, e pela proliferação de escolas técnicas, como aliás é o desejo do nosso ministro.
Enfim nossa revolução tem que se completar, pois é um processo que se iniciou nas grandes e descoordenadas manifestações de 20013. 
Ou o povo se organiza e se mobiliza, ou ficamos nesta situação em que bandidos parlamentares, e de toga sempre se voltam contra os anseios nacionais, e os interesses do povo.

sexta-feira, 17 de abril de 2020

Povo e exército tem que dar contragolpe no congresso e no STF - Rafael Brasil

Qual é o tamanho do Exército Brasileiro? - RENOVA Mídia


Quem trama um golpe desde a eleição de Bolsonaro? O congresso e o STF, desde o início do governo, aliás bem antes da sua vitória. Agora acompanhados dos governadores, que com a pandemia, asfixiam o país, com a paralização total da economia, e na repressão a quaisquer manifestações populares, e até no direito sagrado de ir e vir.
A desmobilização  autoritária da população, com estados e municípios se tornando em ferozes ditaduras, com o providencial e covarde beneplácito do STF, está levando estas forças do atraso para o golpe fatal no presidente e a frustração total do povo e no aviltamento da nossa frágil, elitista, e quase fictícia democracia. Enfim uma democracia para proteger os ladrões e os eternos crápulas da nação.
Isto posto, faz-se mais do que necessária a mobilização popular em torno do exército contra essa gente, com amplas ramificações nacionais e internacionais, e com total apoio da mídia esquerdista, para barrar estas forças do atraso, anti nacionais e anti patrióticas, que de tudo fazem para voltar ao poder, mesmo que o preço a pagar seja a destruição completa da economia e consequente miséria do povo.
Que os Alcolumbres e Maias, os Gilmar Mendes e asseclas do judiciário sejam barrados, presos, e que uma nova constituição verdadeiramente democrática, republicana e popular seja feita. O povo e o exército não podem deixar esta gente à solta, e pior. Voltar a comandar o país, afinal são odiados pelo povo.
O que geralmente nos conforta é que essa gente não tem nenhum líder popular, ao contrário, contam com a antipatia e o ódio velado da população. A esquerda está desmoralizada, mas não está morta, pois ainda ocupa o aparelho do estado, com algumas exceções, como o exército.
Enfim é preciso acordar, afinal estas forças, impopulares, mas poderosas ocupando quase todas as chamadas instituições do estado, são poderosas, se não forem mudadas as regras do jogo, ou seja uma nova constituição.
Senão, como sabemos, nos tornaremos uma mera colônia do imperialismo chinês, que zomba do presidente através de seu embaixador, compra políticos e até emissoras de televisão e mídias em geral. 
Ademais, o vírus veio da China e foi, digamos um alento para a ação nefasta destes grupos que querem de todas as formas a manutenção do velho status quo, de miséria, violência e corrupção, sempre impunes.

Governadores prendem o povo e pedem resgate ao governo - Rafael Brasil

Governadores e Rodrigo Maia montam um governo paralelo - Blog do ...



A situação do Brasil é simplesmente surreal. Prenderam o povo nas casas, levando milhões à falência e desemprego, e agora, com a cumplicidade e aliança com o congresso, pedem o resgate ao governo, que está numa situação de insolvência total, pedindo mais cem bilhões com as alterações no projeto Mansueto de ajuda aos estados e municípios.
O presidente tem razão ao acusar Rodrigo Maia e seguidores de fazerem de tudo para derrubá-lo, mesmo que isto signifique a depressão econômica e a falência total do país. E essa turma ainda acusa o presidente e a direita de fomentar o discurso de ódio. É a mistura canalha da esquerda desesperada com os setores corruptos e fisiológicos de sempre.
Claro, essa gente nunca esteve minimamente preocupada com o povo, querem mesmo manter estas instituições que chama de democráticas, para simplesmente m,andar e assaltar impunemente o estado. Bastou um presidente com determinação e coragem para todo esse sistema corrupto se virar violentamente contra ele, com o devido apoio da mídia e das chamadas classes pensantes.
Até onde isso vai parar, ninguém sabe, mas pode ser que iremos, ou para uma guerra civil, ou uma intervenção militar, o que acho mais provável.
Afinal, o povo entendeu que não adianta grandes manifestações, estas elites nem estão se lixando. Agora o povo vai pra frente dos quartéis, está marcada uma manifestação em São paulo no próximo dia 19. A conferir.

Bolsonaro desabafa: Rodrigo Maia e o congresso não tem amor à pátria - Rafael Brasil

Com elogio, Bolsonaro mata a credibilidade da CNN Brasil antes ...



Visivelmente cansado, cercado por todo establishment corrupto que o chantageia, e por tabela à nação, Bolsonaro, indignado e sincero, disse que todo mundo sabe, que Rodrigo Maia e o congresso não tem amor à pátria.
Como sabemos, o país atravessa uma grande crise, reflexo da crise mundial pelo vírus chinês, e ainda herdou um país em frangalhos, com desemprego, quebradeira do estado e extrema violência, com uma dívida interna de cerca de quatro trilhões. 
E ainda querem arrancar cerca de cem bilhões a mais, do plano Mansueto de ajuda aos estados e municípios. Ademais só com esta crise o país gastará o mesmo montante com a economia da reforma da previdência, em dez anos. 
Desde a sua posse, procurou fazer o melhor, escolhendo o melhor ministério desde a redemocratização, e vem sofrendo um acintoso boicote das elites cleptocráticas, não só no congresso nacional, mas da máfia do STF, parceira da corrupção desenfreada do petismo que queria exportar seu modelo de socialismo às custas do dinheiro roubado do povo brasileiro.
Uma tarefa mais do que hercúlea, e vem enfrentando o diabo dessa gente, que dia a dia, juntamente com uma mídia também corrupta e esquerdista, a tentar achincalhar não só o governo, mas a sua pessoa.
Ainda mais, diante de tudo isso, onde fez o melhor programa social para enfrentar à crise vem o congresso, capitaneado Rodrigo Maia, e a maioria absoluta da câmara de deputados a chantagear o governo e o povo, juntamente com os governadores, com a ajuda do STF, que atrapalha os planos do governo no combate à pandemia e seus efeitos econômicos de miséria e desemprego, que pode causar a maior crise social da nossa história.
É uma bandidagem sem fim, estes canalhas não tem o menor respeito ao povo, pouco se lixando para a miséria, causada pelo desemprego com todas as mais do que nefastas consequências sociais, dentre as quais a violência e a desperança popular.
Neste sincero desabafo, disse que diante das ações do STF, congresso e todo o establisment podre com o aval do STF, praticamente virou refém dos governadores, que na prática, dominam seus territórios, impedindo autocraticamente o povo de trabalhar, e até do direito sagrado de ir e vir.
Apelou ao sentimento patriótico do senado, e até convocou o malfadado Rodrigo Maia para conversar sinceramente, e colocar todas estas questões que comprometerão indelevelmente às gerações futuras, e sobretudo às esperanças da nação.
Claro, ele pode vetar, mas este congresso, que toma decisões como esta, virtualmente, sem maiores discussões, é um absurdo. 
Se continuar assim, só o fechamento do congresso, com uma grande mobilização popular. senão, vamos celeremente rumo à venezuelização,  e isto o povo e o exército não podem deixar.
Óbvio, ele não disse isso, mas cada vez mais é o desejo da nação vilipendiada por esta corja de bandidos. Senão, seria o fim do Brasil, e a perpetuação da miséria e a entrega do país ao imperialismo, como querem muitos, afinal agentes inimigos internos é o que não falta. 
Ou o povo se mobiliza, ou estaremos fadados a desaparecer como nação. Com essa gente simplesmente não dá mais. Aí é com o povo e o exército. Ponto final.

quinta-feira, 16 de abril de 2020

Com o dinheiro do fundo partidário, nós pagamos o salário de Lula - Rafael Brasil

PT usará fundo partidário para pagar salario à Lula - PUBR Noticias


Na nossa república, que depois da redemocratização foi chamada de nova, os políticos só falam, em gastar, sobretudo o dinheiro que, claro, não é deles, mas do povo. Aliás estes entes nefastos da antiga nova república, deveriam zelar pelo dinheiro que chamam de público, mas na verdade é nosso, ora bolas, do povão que trabalha e produz, desde os ovos do café da manhã, até as máquinas que movem nosso dia a dia, grandes e pequenas nesta complicada engrenagem que chamam de sociedade. E que muitos sociólogos classificam como um complicado emaranhado de relações sociais e de poder.
Noves fora os sociólogos ou mesmo politicólogos de plantão, o dinheiro do fundo partidário, um absurdo imexível, para usarmos uma expressão de um antigo ministro do trabalho do nefasto Collor, segundo pareceres do egrégio STF, um covil de bandidos que protegem seus pares da nossa "emérita" cleptocracia política. Pois bem. O dinheiro deste fundo serve para pagar, desde advogados de políticos corruptos, eventualmente pegos com a mão na massa, a salários de militantes e autonomeados dirigentes partidários, como Lula e João Vaccari, condenados e soltos pelo STF, seus grandes aliados das altas togas nesta república de merda. A nova república, ora essa, que tempos atrás alguém muito corretamente a denominou de novelha república.
Pois este fundo, que chega a pelo menos três bilhões de reais, uma fortuna, não pode ser cortado, afinal, como disseram Rodrigo Maia, e Alcolumbre, sempre eles, os testas de ferro da bandidagem, que falar em cortes no fundão seria pura demagogia. Aliás estes dois bandidos estão envolvidos nos mais escabrosos casos de corrupção, doença que afeta , creio, mais de 90% do congresso.
Esta mesma turma ensaia criar um rombo monumental nas contas públicas para ajudar seus amigos governadores, todos corruptos, e claro, sedentos não só de poder, mas na manutenção desta cleptocracia. Até quando o Brasil vai aguentar isso? Eis a pergunta que não quer, nem pode calar. Afinal uma baita crise se aproxima, e enquanto escrevo, cerca de 600 mil empresas já faliram no país. Mas disso os sociólogos nem querem saber, afinal, para essa gente, gente são apenas números, qualitativamente e quantitativamente mensuráveis em muitas pesquisas acadêmicas que ninguém dá a mínima importância, mas serve para manter empregos dos nossos orgulhosos acadêmicos, sempre nos últimos lugares nos rankings internacionais. Mas quem se importa com isso, afinal, todos são doutores, no eterno país de bacharéis.

Ou o povo fecha o congresso, ou no congresso acaba com o país - Rafael Brasil

TRIBUNA DA INTERNET | Substituíram o Congresso…

Como dizia o saudoso Paulo Francis, seria bom um déspota esclarecido, mesmo provisoriamente, para abris o caixa preta da petrobrás e do judiciário. O caixa preta da petrobrás foi aberto, embora seus ladrões estejam soltos pelo STF, mas falta do judiciário. Ademais faltam muitos maganos na cadeia, nesta república de faz de conta, onde a democracia só serve para proteger às elites cleptocráticas do povo, impotente e indefeso.
Claro, tem que ser uma intervenção popular apoiada pelos militares, e que seja feita uma nova constituição, verdadeiramente popular, republicana e democrática. Onde realmente a voz do ,povo se faça realmente presente. Do jeito que está simplesmente não dá. A vontade popular é sempre barrada pelo que chama de "instituições democráticas" que nada tem de democrática.
A pá de cal foi o o governo Bolsonaro, que de tudo faz para atender os anseios populares, mas o congresso o afronta, barrando acintosamente tudo.
Desde o pacote anti violência, até medidas como das carteiras de estudante, e do 13º do bolsa família, impedidos pelo congresso comandado pelo filho de um ex integrante do PCBR (partido comunista brasileiro revolucionário) Rodrigo Maia, filho do César Maia, e aliado confesso da esquerda e lacaio de partidos como o PT e PC do B.
Agora, em votação virtual com grande maioria na câmara votando uma absurda lei de socorro aos estados, na verdade estourando mais as contas públicas, e sem contrapartidas dos governadores, corruptos, esquerdistas e perdulários, e pior: aliados do malfadado imperialismo chinês, que está comprando toda a mídia, esta já majoritariamente esquerdista.
E tem o STF, na vanguarda da cleptocracia. Portanto, pelo fechamento do congresso e do STF, e uma nova constituição, onde o povo seja devidamente ouvido e consultado através de plebiscitos e referendos.
Claro,  tudo tem que ser feito com a ampla participação popular, só assim estas perversas elites corruptas e desde sempre impunes poderão ser enfrentadas, e eliminadas.
Pelo fim das mordomias e dos altos nos altos escalões do estado, em todos os níveis da federação. Endurecimento para crimes, sobretudo ligados à corrupção. Diminuição do número de congressistas e redução drásticas de seus salários e mordomias. E cadeia para todos os corruptos, além de uma ampla reforma educacional.
Enfim a vontade popular tem que ser respeitada, portanto a constituição de 88 tem que ser definitivamente jogada na lata de lixo da história. Sem estas medidas, vamos celeremente ser uma mera colônia da China ou coisa pior. Afinal tudo ainda pode piorar não duvidem.

BRASIL - SITUAÇÃO AUTORITÁRIA - Rafael Brasil

  BRASIL - SITUAÇÃO AUTORITÁRIA - Rafael Brasil Para usarmos uma terminologia, digamos, da ciência política, tal qual no início do regime mi...