terça-feira, 30 de janeiro de 2024

O ESTADO POLICIAL AVANÇA - RAFAEL BRASIL


O estado policial do consórcio PT STF avança contra a oposição. Desde a semana passada, dois deputados federais tiveram "visitas" da polícia federal, e esta semana o filho do presidente Carlos Bolsonaro. O pior é que até helicóptero usaram, no caso de Carlos Bolsonaro. Nunca na nossa história um ex presidente e seus seguidores foram tão impiedosamente perseguidos, nem no regime militar, pelo menos nos governos Geisel e Figueiredo, que acompanhei de perto.

O cerco está se fechando para , não só prender Bolsonaro, mas criminalizar a direita. O golpe já foi dado, e a única resistência está no....parlamento. Desde que o congresso entregou a liberdade a Daniel Silveira, o congresso virou uma terra de ninguém, e faltam líderes, em outras palavras, homens de verdade. Pelo menos metade tem contas a pagar com a justiça, tornando-os reféns do consórcio.

Já temos censura, uma penca de presos políticos e exilados, e o autoritarismo avança, e como em todos os países comunistas da história, a mentira avança. As classes dominantes do consórcio se colocam como defensores da democracia, e a esquerda, enfim mostra a sua cara real, o terrível DNA totalitário de dar nojo, e medo. Afinal foram responsáveis por cerca de 150 milhões de assassinatos no sangrento século XX, e essa gente nunca para.

No consórcio o STF é o agente repressor, a KGB tupiniquim, que se utiliza do estado para fazer política para um partido,  com projetos de se manter indefinidamente no poder, como sonha todo comunista que se preze. E a polícia federal se tornou subordinada a essa política de partido, como bem enfatizou o atual novo ministro do STF, o comunista Flávio Dino, nessas reuniões com Lula e camarilha.

E hoje mesmo o general Heleno foi intimado pela própria polícia federal para prestar depoimentos, e o motivo seria a utilização política da ABIN para monitorar opositores no governo Bolsonaro. Ora, se o próprio Alexandre de Moraes afirmou que monitorava a família Bolsonaro, qual a razão deste malfadado inquérito, que aliás não acaba nunca mais? Só perseguir a oposição, óbvio ululante.

Porém, para as classes dominantes e seu consórcio, o tiro pode sair pela culatra. Com o derretimento da economia, a situação do governo tende a piorar ainda mais Eles tem medo de Bolsonaro porque ele é simplesmente muito popular, e quanto mais batem, mais ele cresce. E outras lideranças surgirão, afinal a maioria do Brasil é conservadora, e só agora está se conscientizando disso. E quem aguenta mais a esquerda? Só os que dependem do estado, mas isso é outra história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O ESTADO POLICIAL AVANÇA - RAFAEL BRASIL

O estado policial do consórcio PT STF avança contra a oposição. Desde a semana passada, dois deputados federais tiveram "visitas" ...