Esquerda vibra com os 500 mil mortos - Rafael Brasil

 


Parafraseando Lênin com sua famosa frase "acuse-os do que você faz, xingue-os de que você é", a esquerda e seguidores estão vibrando com o número, que para eles é mágico como um slogan, de 500 mil mortes pela gripe chinesa no país.

Ora quem tem a mínima informação sabe muito bem que foi o STF juntamente com governadores e prefeitos que ficaram encarregados de combater à pandemia. Agora, juntamente com o STF, a oposição tenta criminalizar o presidente pelas mortes na malfadada CPI, que tem provado justamente que o governo federal mais aceretou do que errou. E ainda não querem investigar quem deveria ser mesmo investigado, justamente governadores e prefeitos, a maioria da oposição,  que roubaram à vontade o dinheiro do povo sob o pretexto de lutarem pela saúde. 

Ainda mais que todos sabem que a crise é mundial, afinal, os milhões de pessoas que morreram no planeta foram culpa dos governantes de plantão? Porém o que menos interessa a essa gente é a verdade, eles querem é o poder nada mais.

Ademais, quem já viu comunista se preocupar com genocídios, posto que apoiaram os regimes mais genocidas da história da humanidade? O que essa gente diz de países como a Venezuela e Argentina, que ultrapassaram em muito o Brasil em mortes, proporcionalmente falando? E no Brasil é preciso lembrarmos que o estado de São Paulo foi o campeão de mortes em termos absolutos e proporcionais. 

Afinal, como dizia Goebbels, ex ministro da propaganda nazista, uma mentira repetida muitas vezes transforma-se em verdade. Afinal comunismo é semelhante a nazismo, e mentir é parte essencial da estratégia revolucionária, e aqui no Brasil ser comunista ainda é ser bacana, sobretudo em nossas universidades.  Ora vão à merda!

Um comentário: