domingo, 15 de julho de 2018

"O declínio dos medalhões da política", por Ruy Fabiano


A pouco mais de dois meses das eleições, configura-se um fenômeno sem precedentes na política brasileira: os grandes partidos, hegemônicos há décadas, não conseguem emplacar seus pré-candidatos. PT, PSDB, MDB, DEM: todos patinam nas pesquisas.
Nomes de peso na vida pública, como o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), o ex-ministro Henrique Meirelles (MDB) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), não chegam a pontuar dois dígitos nas pesquisas. Preocupado, o ex-presidente FHC tentou encontrar um nome de consenso para unir o centro político.
Constatou que o centro político hoje nem chega a existir. Ou por outra, confunde-se com algo vagamente denominado Centrão, amontoado de siglas fisiológicas que integram o baixo clero. Também ali não há nomes ou consensos. Só interesses, muitos interesses.
O pânico dos medalhões da política é a aversão crescente do eleitor aos políticos e à política tradicionais. O discurso institucional, conciliador, já não o sensibiliza – e, ao contrário, o irrita.
O volume e a gravidade dos problemas nacionais – corrupção, desemprego, insegurança pública e ganância estatal por tributos – desmoralizam a retórica clássica, o que talvez explique, ao menos em parte, o êxito da candidatura Jair Bolsonaro, do inexpressivo PSL.
Contra todas as expectativas, ele se mantém líder disparado nas pesquisas, beneficiário do colapso do establishment político, levado ao paroxismo pela Lava Jato. Algumas já o colocam como vencedor no segundo turno, o que até há pouco parecia impensável.
Sem apoio de governos ou prefeituras, e sem qualquer base em sindicatos ou entidades de porte da sociedade civil – e, ao contrário, alvo da hostilidade de todos eles -, capitaliza os desacertos e mazelas do assim chamado sistema.
É o único dos presidenciáveis, goste-se ou não, capaz de levar multidões a recepcioná-lo nos aeroportos de todo o país.
Simboliza, neste momento, o espírito de vingança do eleitor. Vingança contra a degradação das instituições, que o tinham como o patinho feio da política nacional, o que, diante da reviravolta dos quatro últimos anos, reverteu em seu benefício.
É ele o coveiro da Nova República, que, a partir de 1985, marca o retorno do poder civil, após duas décadas de regime militar.
O eleitor inicial de Bolsonaro postulava soluções simplistas para questões complexas, quase todas focadas na segurança pública. Hoje, esse espectro ampliou-se e agrega amplas camadas da classe média, mais preocupadas em remover políticos corruptos que propriamente em saber o que será colocado em seu lugar.
Diante desse potencial eleitoral, Bolsonaro começou a atrair empresários e financistas. A presença do economista liberal Paulo Guedes como seu principal assessor econômico – e, na eventualidade de vitória, futuro ministro da Fazenda – sinalizou aos empresários que, ao menos nesse setor, não haverá aventuras.
Sua performance na sabatina dos presidenciáveis na Confederação Nacional da Indústria, há uma semana, confirmou essa assertiva. Foi de todos o mais aplaudido, chegando mesmo, em alguns momentos, a ser ovacionado.
O que se tem, neste momento, é apenas um instantâneo da realidade. A campanha, com o horário gratuito de rádio e TV, ainda não começou. Os demais candidatos projetam ali uma expectativa de reviravolta, já que Bolsonaro terá apenas segundos de exposição.
Mas as redes sociais e o agravamento da crise – política, econômica e moral -, sem dúvida, jogam a favor do capitão-deputado.
Ruy Fabiano é jornalista 
Com Blog do Noblat, Veja

3 comentários:

  1. 0 fenômeno da política brasileiro é um preso politico ter mais votos do que todos juntos.

    0 que estará em jogo nesta campanha é: terceirização irrestrita,fim da CLT,o congelamento por 20 anos dos recursos para educação e saúde, as privatizações das nossas empresas públicas,a venda do pré-sal a maior reserva de petróleo do mundo descoberta pelo Lula e o PT.

    0s sindicatos rurais e urbanos,os operários e metalúrgicos,os agropecuaristas,os desempregados,os do agronegocios, os professores e estudantes,os intelectuais,os movimentos sociais virão nos meses de agosto e setembro com a força para tirar o Lula da cadeia para ser o presidente do Brasil .Este sim tem votos sem aperreio.

    A globo e a veja, o estadão e a folha de São Paulo bateram tanto no Lula e no PT que hoje rasgaram a boca. Condenaram e Prenderam o Lula sem provas e ilegalmente.

    A lei da ficha limpa teve como relator dois juristas e deixaram um brecha na lei para os injustiçados.E ele hoje se chama LULA filho de Caetés.

    0 transitado em julgado,a presunção de inocência e a cláusula pétrea garante sim ao Lula ser candidato preso e assim como 145 prefeitos em 2016 foram negados registros e entraram com uma liminar e todos foram candidatos e 70% se elegeram e se reelegeram prefeitos e estão ai exercendo seus mandatos.

    0 Dr Gilmar Mendes chegou a dizer que os deputados federais estavam todos bêbados em aprovar uma lei da ficha limpa contrariando a CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

    Hoje o líder em todas as pesquisas se chama LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA o mais famoso preso político do Brasil e do Mundo.

    0 Brasil vai ver como se elege um presidente fundamentado na lei maior deste país artigo 5º inciso LVII da constituição federal.0s 6 juízes da suprema corte que rasgaram a nossa constituição por 2 vezes o que jamais deveria ter acontecido.

    Nem o congresso nacional pode acabar com os direitos fundamentais dos cidadãos brasileiro.Por isso que o Dr. Gilmar Mendes já soltou mais de 20 presos e o Supremo Tribunal Federal mandou anular todas as delações premiadas que não são provas porra nenhuma. 0s bandidos e corruptos dos empresários que ganharam,ganham e ganharão todas as licitações públicas não podem e nem devem doar dinheiro a partidos e aos políticos.E quem aprovou tudo isto foi Eduardo Cunha,Michel Temer,Jair Bolsonaro com os seus partidos da direita PMDB,PSDB,PP,PTB,PSD,PFL e hoje cobram dos outros o que eles não fizeram no passado .

    ResponderExcluir
  2. A operação lava jato é uma farsa.Quebrou as 5 maiores empreiteiras do Brasil gerando milhões de desempregados e favorecendo assim esse desgoverno a vender o resto e entregando aos estrangeiros as nossas riquezas.Tudo em nome de uma corrupção praticada por todos os grandes partidos do Brasil: PMDB, PSDB,PSB, PTB,PP,PROS, PSD,PDT,REDE,PT,PV,PTN,enfim,todos receberam milhões e bilhões nestes mais de 100 anos e moco essa imprensa vagabunda achou com o Aécio Neves e todos do PMDB que o ladrão era o Lula e a Dilma do PT?

    ResponderExcluir
  3. O Seboso de Caetés deveria estar preso era numa penitenciária normal e não numa sala de hotel 5 estrelas da PF cheio de regalias e privilégios, a receber toda a putada “incarnada” de sua quadrilha de bandidos, comunistas e asseclas, até alguns se travestindo de padres - daí os safados dos petralhas poderem bater no peito e ficar anunciando ao mundo de que o pau de arara do sítio de Atibaia é um PRESO POLÍTICO, justificando assim o eufemismo que lhe é dado no bajulamento, tratado de forma especial, diferente, ou seja, isso é uma afronta, um tapa na cara da sociedade. O sujeito que era para ter agradecido a Deus por ter saído da merda quando vivia no sítio Várzea Comprida em Caetés(que ele pronuncia Varge Cumprida), além de preguiçoso e sem estudo e faltando um dedo na mão, o pilantra deveria se dar por satisfeito por ter conseguido ocupar o maior cargo dado pelo povo e assim mesmo, sacanamente, ainda traiu esse mesmo povo com falcatruas, corrupções, roubos e proteção a bandidos. Ainda bem que, ao responder por 7 processos quando pegará uma pena de mais de um Século de cadeia, pois será o nosso consolo dele cumprir pelo menos trinta, ou então mofar por lá, naqueles porões insalubres da cadeia...

    P.S.: - A putada petralha se acha a máxima quando debochadamente afirma que, dentre seu governo de inclusão social que tanto se orgulha estão inclusos os lançamentos dos programas Bolsa Esmola e Minha Casa Minha Vida(tinha mais propaganda do que realização) e, pasmem!!! Para essa corja de pilantras, o mais importante foi botar a negralhada pra viajar de avião e os arrombados pra tomar iogurte... Quanta babaquice!!!

    ResponderExcluir