terça-feira, 31 de janeiro de 2012

DILMA E CUBA



Dilma não falará sobre temas como direitos humanos, seguindo à risca os parâmetros da atual diplomacia. Levará um pacote de dinheiro tentando dar uma sobrevida ao regime , ou abrindo espaços para negociar com os comunistas, caso vingue a tese do "capitalismo de estado", dos membros do partido comunista cubano, que é quem manda mesmo. Os dissidentes que se danem. No jargão do regime eles são uns criminosos contra-revolucionários. Quem fizer oposição ao regime, pode pegar pelo menos vinte e cinco anos de cadeia. Muitos oposicionistas apodrecem no cárcere. Frente à ditadura cubana, nossa ditadura foi refresco. Endureceu um pouco na era Médici, quando a luta armada forçou a hegemonia dos chamados duros do regime. Já no governo Geisel, proliferavam legalmente litreratura marxista e jornais idem. Muitos ainda não acreditam em "dita branda"? Talvez porque ainda não experimentaram uma ditadura como a cubana.

ELEIÇÕES EM GARANHUNS

Na verdade, todos morrem de medo do governador. Muitos queriam seu apoio, por isso fazem beiçinho. porém o governador está pouco se lixando. Não confia em ninguém.  Vai de Antonio João mesmo, pois nele a na família Dourado confia, pois são leais. Que adianta ter uma grande maioria no governo, para depois correrem todos para o outro lado, deixando o sujeito falando sozinho? Assim foi com Arraes e com Jarbas. É melhor ter  um passarinho na mão do que vários voando. Nisso o governador está certo.

NATIVISMO

Isso é coisa de fascista. Aliás a noção de cultur, para os nazistas , se contrapunha à civilização, coisas de cosmopolitas internacionalistas e comunistas e judeus de uma forma geral. Quer dizer que o sujeito não pode ser prefeito de uma cidade por não se originar dela? Ou pelo menos por não ter uma efetiva vivência na cidade? Este negócio de nativismo cheira ao sentimento de comunidade. Que é mais interessante quando comemos uma boa canjica. O resto é conversa fiada.

DECADÊNCIA
De certo é que Garanhuns precisa de políticos que tenham projetos para a região. De turismo só temos o festival de inverno, que precisa ser inteiramente reformulado. Precisamos de um festival de verão, ou da juventude, e também de um São João, aproveitando o potencial da juventude sobretudo a universitária.  Mais turismo rural. Revitalização da cultura do café. Carnaval, que não foi feito para rezar nem para fazer festival de jazz. Como incrementar nosso combalido parque industrial? Estas são questões a serem discutidas. E se o governador, através do João, vier com um baita projeto para a cidade e para a região? Vão falasr por que é de fora?

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

BRASIL E CUBA









Praticamente nada mudou na relação do governo brasileiro com a ditadura cubana. Que tenta a todo o custo se remodelar, para manter-se no poder até aonde deus sabe quando. Muitos apontam para uma saída à la chinesa, implantando o capitalismo de estado, coisa que muitos petistas querem para o Brasil. Só que, diferentemente da China, que sempre teve uma tradição manufatureira milenar, Cuba nunca teve uma indústria de peso, vivendo basicamente do turismo e da agricultura do fumo e da cana de açúcar.

ABERTURA ECONÔMICA EM CUBA

O governo cubano vem abrindo gradualmente a economia. Já poermite negócios privados, como pequenos quiosques e restaurantes populares. A agricultura e a pecuária, nas mãos do estado, sempre foram improdutivas, comparadas com a iniciativa privada. Na ex União Soviética, quatro por cento da agricultura que estavam em mãos privadas, eram responsáveis por mais de cinquenta por cento da produção. Na China, depois da tomada do poder por Deng Xiao Ping, aos poucos a produtividade agrícola foi sendo restabelecida com a reintrodução do capitalismo no campo. A estatização foi um fracasso econômico e uma grande brutalidade política, com a desestruturação econômica e a morte também pela repressão de cerca de trinta milhões de almas, isto na ex URSS.

QUAL A SAÍDA?

Talvez a saída desta enrascada política e econômica que Cuba se meteu seja através do próprio partido comunista, que tudo e a toodos controla. O PCC e o exército, que é seu apêndice, são talvez as únicas forças organizadas do país aptas a fazer a transição capitalista. As oposições são reprimidas no nascedouro. Os EUA tem medo de uma grande invasão de famintos, agravando a questão dos imigrantes, caso haja uma transição tumultuada.

TRADIÇÃO DEMOCRÁTICA E DILMA

Dilma não vai visitar a oposição, para não ferir os cacarecos governantes da ilha. Lembre-mo-nos que Jimmy Carter, quando presidente dos Estados Unidos não só visitou as oposições, mas deu declarações condenando a falta de direitos humanos contra presos políticos, por parte do governo militar. Dilma deveria lembrar disso, mas como era marxista leninista, queria usar a democracia para implantar sua ditadurazinha do proletariado, tal qual a do povo cubano que quer se ver livre, com mais de cinquanta anos de opressão.

STÁLIN

Mandava matar os soldados russos que haviam participado do front ocidental, quando voltavam vivos ao país. É que eles viam as condições econômicas e sociais na Europa, mesmo destroçada pela guerra, e poderiam ser uns elementos de propaganda negativa ao regime. Stálin também mandou matar muitos combatentes comunistas que lutaram na guerra civil espanhora ao lado da própria URSS. Muy amigo.

domingo, 29 de janeiro de 2012

FALHA TÉCNICA

Estivemos mais de vinte dias sem computador-internet. Foi uma verdadeira tortura, sobretudo para o meu filho o galego Jonathan. Vamos voltar este ano com força redobrada, digamos assim. Desde já, agradeço profundamente a Hadriel, pelas postagens durante minha ausência.
CHINA
Recentemente a população urbana ultrapassou a rural. O processo de urbanização da China segue rapidamente com o florescer do capitalismo, e seguindo o receituário marxista, ou pelo menos parte dele, a classe trabalhadora vai surgindo com força, forçando, de certa forma, se não a tomada do poder em termos socializantes,  a democratização política. Que é ademais jóia rara no oriente confucionista. A democracia no Japão, foi, digamos assim, imposta pelos norte-americanos no pós-guerra.
MAOÍSMO
Mao Tsé Tung, é a figura histórica mais desprezada pelos chineses. Na chamada Revolução Cultural, lá mpelos anos sessenta, mais de cem milhões de pessoas foram devidamente expurgadas, ou seja, colocadas para fora do sistrema. Não se sabe quantos morreram,seja pela desestruturação econômica, seja pela repressão políotica. Ainda teve muita gente no ocidente apoiiando esta barbaridade, como Sartre poir exemplo.Aqui no Brasil o maoísmo fopi defrendido pelo ,PC do B. Mais totalitário do que o próprio Stálin. e que ainda sobrevive, roubvando o povo através do governo. Quem já masce torto, torto continua.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Prefeitura é loteria!


Ganhar uma prefeitura, parece-me, agora virou loteria. Loteria meio, digamos, programada por táticas e estratégias políticas, recheadas com muito dinheiro. É, digamos uma aplicação sem muito risco, pois o retorno é certo e seguro, porque, ademais ninguém vai preso, posando de autoridade.
Aqui em Caetés, dizem, o prefeito engaiolado, que ganha mais de quinze mil contos por mês para assinar papéis, já comprou, para parentes e agregados, dez carros. Sim isso mesmo, dez carros novinhos em folha. Será que ele vai botar uma agência? Ou mesmo uma locadora? E carros das mais diversas marcas, afinal o mundo é diversificado. Enquanto isso a merenda das crianças somem das escolas. É o Brasil dos grotões produzindo estas cenas, que, afinal, ninguém vê. Mas o presidente disse que a imprensa não é para investigar. Não é, caro amigo Roberto Almeida?


ISTO É INCRÍVEL

A cara de pau dos petistas como Doutora Dilma, ou mesmo Zé Dirceu, e o próprio Lula, asseverando a veracidade das provas filmadas da corrupção dos democratas, e, ainda mais pedindo punição. Coitadinhos, Mais de quarenta petistas de alto calibre estão indiciados como réus no STF. Que também convenhamos não é lá estas coisas, quando o assunto é condenar e prender peixes graúdos. E Sarney, pedindo a condenação dos envolvidos? Com àqueles bigodes de vassoura, devia ser o homem de peroba do ano. Que cara de pau!
Com essa o democratas não se livra da pecha de partido de corruptos. Aliás, guardadas as devidas proporções, como dizia Lula, o corrupto mor da nação, todos fazem. Se todos saltarem um abismo, iriamos todpos alegremente saltar. Espero que com esta popularidade ele não jogue de vez o país no abismo, sob os aplausos da população. Os lulistas serão bem piores do que os historicamente chatos petistas. Estes, pelo menos alegavam ter ideologia. E as mentiras são repetidas diariamente. Parece que Lula criou o PROER, a moeda, a lei de responsabilidade fiscal, a privatizações das teles, etc. E os lulistas a repetirem toda essa cantilena sem fim. No auge da era Lula, crescemos menos do que todo o mundo. Precisamos muito das reformas capitalistas, sem as quais o país não deslancha. Precisamos também urgentemente de uma reforma política. Corrupto tem que perder os bens roubados e ir para a cadeia. Por aqui, seria interessante que a justiça fosse sempre atrás do crescimento patrimonial, sejam de políticos, seja de membros da polícia, ou mesmo do poder judiciário. O que não pode é essa gente ficar bem na fita. É ou não é, lulistas corruptos?

RAUL JUNGMAN

O excelente parlamentar pernambucano fez uma ótima proposta para alavancar a reforma política. Fazer um plebiscito, comprometendo o próximo congresso em fazer a reforma. Seria também salutar aumentar as penas para os corruptos e fazer uma ampla reforma no judiciário, sobretudo para pegar os ladrões de lá também. Que, certamente, não são poucos. Tem muito ladrão em baixo daquelas horrorosas togas. Muitos membros do judiciário pensam que são deuses. Muitos têm certeza. Ô gente chinfrin! Aliás, é sempre boa a atuação de Raul, velho militante oposicionista aqui do estado. Votarei nele nas próximas eleições, pois ele tem sido um bravo combatente deste governo mais corrupto da história republicana. Quem viver, verá. Basta abrirem a tampa.

BARNABÉS

Com nosso arrastado capitalismo estatal e patrimonialista, quase toda a nossa juventude sonha em ser barnabé. Neste domingo fui para Lagedo onde um sobrinho foi disputar uma das vagas do concurso por lá realizado. Parecia dia de feira, com gente vindo de quase todos os lugares. Com esse capitalismo , para onde a gente vai? Ainda mais quando sabemos, este governo não tem nem vontade política nem competência para empreender as reformas necessárias para a alavancagem do capitalismo nacional. Incluir gente, e baixar as tarifas para quem trabalha e produz. Já Lula abriu mais vagas no estadp, aumentou salários, e engordou os bolsos das federações sindicais, fazendo, é claro a festa dos corruptos do setor, que aliás não são poucos. Ademais, Lula surgiu daí, dessa máfia sindical brasileira. Precisa falar mais?

CAETÉS

Caetés, que serve para enfeitar a biografia de Lula, do governo, nada recebeu. A falta d’água é crônica. O índice de desenvolvimento humano é um dos piores do estado. E a desmoralizada oligarquia política, só faz roubar. Que situação... 
 
 
Texto de Rafael Brasil.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Se adotassem o Método Battisti, os haitianos virariam asilados políticos.

Os haitianos que lutam pela sobrevivência escolheram o jeito errado de entrar no Brasil. O jeito certo foi descoberto por Cesare Battisti. Antes de deixar o país devastado pelo terremoto, cada um deveria ter-se filiado a alguma organização clandestina de extrema-esquerda, jurado de morte o imperialismo americano e justiçado pelo menos quatro inimigos do povo. Servem pequenos comerciantes ou policiais. Depois disso, os revolucionários se proclamariam perseguidos pela ditadura haitiana e rumariam para a potência emergente que acabou com a fome, depois com a pobreza, tornou-se a sexta maior economia do mundo, montou um sistema de saúde que está perto da perfeição, empresta dinheiro até ao FMI e tem emprego para todo mundo. Mas não pela rota que passa pelo Acre, e sim pela rota sul.
É mais longa, mas muito mais segura. Termina em Porto Alegre, mais precisamente no Palácio Piratini, onde Tarso Genro governa o Rio Grande e luta pela ressurreição do socialismo. Ele sabe o que fazer para transformar qualquer companheiro em asilado político. E só nega socorro a quem tenta escapar de Cuba.

Texto de Augusto Nunes.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Lições da educação chinesa.

Como a província chinesa de Xangai tirou a nota mais alta no último PISA, sendo a China ainda um país em desenvolvimento? 
Quem leu a revista Veja de duas semanas atrás, viu a reportagem que Gustavo Ioschpe fez na China, buscando decifrar o segredo desse ótimo resultado obtido por Xangai. E não há fórmulas mágicas, pedagogias mirabolantes, ideologias formadoras de cidadãos, etc. Resumindo as lições que poderíamos aprender com os chineses, segundo a reportagem, vou citar algumas:
1- Formar bons professores e remunerá-los pelos seus resultados;
2-Diminuir radicalmente o número de funcionários burocratas na educação, aqueles que só coçam;
3-Estruturar a carreira e a remuneração dos professores;
4-Valorizar o mérito em detrimento de politicagens e apadrinhamento;
5-Copiar o que deu certo no estrangeiro;
6-Diminuir a burocracia relacionada ao trabalho do professor. Em Xangai não se faz sequer chamada de alunos buscando-se não perder tempo, mas sempre há alguém que cuida disso;
7-Dar atenção à disciplina em sala de aula como algo que influencia muito na aprendizagem. Segundo o Ioschpe, no Brasil confunde-se ordem com autoritarismo e liberdade com libertinagem. 
É óbvio que nem toda a China, o 3º maior país do mundo e o 1º em população, tem a educação igual àquela existente em Xangai, mas já é um sistema que promete bastante. Os chineses não são bobos e testam antes aquilo que implantam em padrão nacional. É um país que promete para os próximos anos em relação à ciência.  Enquanto nós ainda estamos no construtivismo e endeusando Paulo Freire, um comunista disfarçado de educador.

P.S.: Professor Rafael, você faz falta à internet. Assim que puder, dê-nos o privilégio de uma opinião sua, tão rara ultimamente.