segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Nota de Temer contesta as mentiras contadas por Dilma sobre o futuro Com Blog do Reinaldo Azevedo - Veja

Nota de Temer contesta as mentiras contadas por Dilma sobre o futuro

Com Blog do Reinaldo Azevedo - Veja


“NÃO SERÁ REGULAMENTADO O TRABALHO ESCRAVO; 

NÃO HÁ PRIVATIZAÇÃO DO PRÉ-SAL E NÃO SE COGITA 

REVOGAR A CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO (CLT)”



O presidente Michel Temer tornou pública uma nota, divulgava em primeira mão pela jornalista Vera Magalhães, em “Os Pingos nos Is”, da Jovem Pan, em que nega que o governo Temer tenha a intenção de cortar direitos, conforme acusou Dilma Rousseff no discurso em que fez no Senado. Leia a íntegra.
*
O debate no Senado Federal sobre o processo de impeachment gerou falsas acusações de retirada de direitos sociais, previdenciários e trabalhistas pelo Governo Federal aos cidadãos brasileiros.
Não é verdade que se debata a estipulação de idade mínima de 70 ou 75 anos aos aposentados; não será extinto o auxílio-doença; não será regulamentado o trabalho escravo; não há privatização do pré-sal e não se cogita revogar a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Essas e outras inverdades foram atribuídas de forma irresponsável e leviana ao governo interino.
Publicidade
Todas as propostas do governo Michel Temer são para assegurar a geração de emprego, garantir a viabilidade do sistema previdenciário e buscar o equilíbrio das contas públicas. E todas elas respeitarão os direitos e garantias constitucionais.
Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

Nenhum comentário:

Postar um comentário