segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Quadrilha é pouco - COM O ANTAGONISTA



O Antagonista, mais uma vez, assina embaixo do editorial do Estadão que traz o seguinte trecho:
"Assim, já não é mais possível falar apenas de quadrilha, pois essa imagem sugere algo restrito a um punhado de pessoas interessadas em roubar dinheiro público. O que o País constata cada vez mais é que, desde que o PT se instalou no Planalto, a corrupção deixou de ser ocasional para se consolidar como um método de governo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário