terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Ueba! Renan, o implante voador! - JOSÉ SIMÃO FOLHA DE SP - 24/12 - Longe das grades - ANCELMO GOIS O GLOBO - 24/12


Ueba! Renan, o implante voador! - JOSÉ SIMÃO

FOLHA DE SP - 24/12
Coerente: usou um avião pra acabar com o aeroporto de mosquito! Renan Cabelheiros!


Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República! E o penúltimo escândalo do ano: Renan Escandalheiros. Que usou um avião da FAB para fazer implante de cabelo no Recife. Pra melhorar a imagem do Congresso!

Já imaginou aguentar o Renan careca? Coerente: usou um avião pra acabar com o aeroporto de mosquito! Renan Cabelheiros!

E pra próxima semana já está agendado um outro avião pra ele fazer chapinha! Como diz o tuiteiro Manchester64: o implante voador!

E o pensamento do dia: "É melhor um peru na mão que dois na gôndola do Pão de Açúcar!".

E Natal é a data mais incoerente que existe: matam o peru e fazem missa pro galo!

E o que vou fazer nesse Natal? O que faço todos os anos: vomitar no tapete persa da sogra e fazer xixi no elevador do prédio! A missa do galo é em homenagem ao Atlético Mineiro, e o tapete persa foi um presente do Fluminense. Ops, Tapetense!

E essa: "Papa pede que Cúria Romana evite fofocas no trabalho". Impossível! Nem por milagre padre deixa de fazer fofoca! Rarará!

E Natal é a coisa mais família que existe: o primo corno, a prima ninfomaníaca de Facebook e a sogra de joanete e calcanhar rachado. E aí de repente aparece o vizinho e fica encoxando a cunhada no corredor. Ou seja, uma promiscuidade. Rarará!

E o chargista Flavio revela que o Papai Noel não vai trazer presentes neste ano porque aplicou tudo na empresa X do Eike! Papai Noel Falidex! Rarará!

E o lema do Natal da encalhada: "Muitos natais e nenhuma noite feliz!". E o grande hit do Natal: sanduíche de patê, catchup e requeijão, em camadas, que a tia traz coberto com pano úmido pra não ressecar.

E aquela maionese que a outra tia não acerta o ponto. Há anos! Rarará! E peru é sempre o peru da sogra. O Natal é um festival de sogras! É mole? É mole, mas sobe!

E o ser humano é dividido em quatro estágios:

1) você acredita em Papai Noel;

2) você não acredita em Papai Noel;

3) você se veste de Papai Noel, pra animar o Natal da família;

4) você PARECE o Papai Noel. Rarará!

E neste ano não fiz compras porque não tenho saco pra Papai Noel! Rarará! Nóis sofre, mas nóis goza!
Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno!

Longe das grades - ANCELMO GOIS

O GLOBO - 24/12

Se depender das autoridades penitenciárias do Rio, Roberto Jefferson vai cumprir pena em prisão domiciliar.
Sexta passada, a juíza auxiliar da presidência do STF, Rosimayre Gonçalves de Carvalho Fonseca, telefonou para o secretário da Seap, Cesar Rubens, perguntando se havia condições de dar ao ex-deputado a dieta prescrita por nutricionistas.

Segue...
Cesar Rubens respondeu que não. É que a dieta de Jefferson, que se recupera de um câncer, inclui salmão e outros produtos que não constam do cardápio da prisão.
A decisão será do STF.

Petrojustiça
Graças a Eike Batista muitos advogados terão um Natal gordo. São muitas ações na Justiça envolvendo a família X.
Agora é a vez de outra petroleira nacional,HRT, também hospitalizada, travar, para alegria dos advogados, uma luta no tribunal entre seu fundador, Márcio Mello, e um grupo de acionistas, entre os quais, o fundo de investimento Discovery.

A terra treme...
Mello, que havia renunciado ao comando da petroleira em maio, acusa o fundo Discovery e outros sócios de comprarem ações na Bolsa visando à tomada de controle da petroleira.
Ontem, seis integrantes do Conselho de Administração renunciaram.

Feijão amigo
A diretoria artística do Teatro Municipal do Rio, comandada pelo maestro Roberto Minczuk, promoveu uma feijoada de confraternização para os funcionários, dia 19 passado, no Restaurante Assirius.
Foram convidadas umas 300 pessoas, mas... só apareceram seis.

Pista fechada
O Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, um dos mais importantes e movimentados do país, teve que ser fechado, ontem, por volta das 14h.
Durante 15 minutos não houve pouso nem decolagem.
É que uma pessoa invadiu a pista de taxiamento, impedindo seis aviões de pousarem.

Acervo Portinari
O Museu Nacional de Belas Artes, no Rio, recebeu a doação de 212 obras de Cândido Portinari, da Finep. São pinturas, gravuras e desenhos.

Uma língua só
Uma carioca foi almoçar, domingo passado, no Garota da Gávea, na Praça Santos Dumont, no Rio, e o cardápio estava todo em... inglês. Ela pediu um em português, mas... não havia.

Parece um absurdo. E é.

Um milhão
Veja que legal. O Imperator Centro Cultural João Nogueira, no Méier, Zona Norte do Rio, fecha 2013 ultrapassando a marca de um milhão de visitantes desde sua inauguração, em junho de 2012.

Desse total, 43% foram até lá para assistir a espetáculos, e 57% apenas para curtir o espaço.

Quero ser pequeno
Dois casais que foram ao restaurante Quadrucci, no Leblon, quarta passada, ficaram surpresos ao estacionar seus carros.

Quem chegou em uma Pajero pequena teve que pagar R$ 15. Já quem foi de Captiva pagou R$ 18.

Plano de saúde
Nisia de Castro Menezes Silva, uma senhorinha de 96 anos, recebeu uma carta de seu plano de saúde, Geap.

Diz que, para marcar consultas, ela terá que ir à central do plano, ali na Saara, no Rio. E que “os procedimentos adotados é para que possam atender prontamente as solicitações dos beneficiários”. Ah, bom!

Inflação do coco
O verão mal começou, e o coco já foi reajustado nas praias da Zona Sul do Rio.

Aumentou de R$ 4 para R$ 5.

No mais
Feliz Natal!

NAO É SO PELOS 20 CENTAVOS
Neste ano em que as ruas voltaram a ser ocupadas pelo povo, a coluna pediu a alguns coleguinhas da casa que fizessem um pedido a Papai Noel. Veja s :

George Vidor
“Sensatez na política econômica do ano que vem, pois no será to fácil conciliar combate àfla o e mais equilíbrio nas contas externas com uma razoável taxa de crescimento.”

Ilimar Franco
“Que a nossa sele o ven a a Copa do Mundo, no Brasil. O país do futebol merece esta felicidade e os nossos craques da Copa de 1950 merecem esta homenagem.”

Jorge Bastos Moreno
“Que Renata Vasconcelos me dê bola.”

José Casado
“Que no ano eleitoral de 2014 governo e oposiçao no percam o bom humor, mas renunciem ao projeto de transformar a democracia brasileira numa grande com dia.”

Merval Pereira
“S pediria que o que está ruim no piore. Mas acho que vou ficar sem Papai Noel.”

Míriam Leitão
“Que as ruas sejam de novo ocupadas para exigir educa o de qualidade. Que o barulho seja to alto que o governo, enfim, entenda que isso que ganhara Copa.”

Patrícia Kogut
“Seria lindo se Papai Noel fizesse andar as filas da sa de no Brasil, to desumanas. Aproveito para pedir paz para o Rio, já que a violência aumentou.”

Ricardo Noblat
“Que Papai Noel dê aos brasileiros discernimento de sobra para que vote no mais capaz candidato a presidente da Rep blica em 2014.”

Renato Maurício Prado
“Que Papai Noel acabe de vez com as viradas de mesa no tapeto. Esse ano, o Fluminense conquistou o tri de fugas da segundona! Uma vergonha.”

Zuenir Ventura
“Tenho dois pedidos. Um para o Rio: que a cidade no desista das UPPs. Outro para o Brasil: que o povo volte às ruas, mas sem os vândalos.”

Aluizio Maranhão
“Se manifesta es na Copa forem inevitáveis, que sejam sem violência.”

Arnaldo Bloch
“Que uma onda de consciência baixe sobre a sociedade civil e a classe política e, como num milagre natalino, a educa o seja eleita pauta n mero 1 do país para os debates eleitorais de 2014.”

Arthur Dapieve
“Que 2014 eleja políticos mais produtivos e menos marqueteiros.”

Carlos Alberto Sardenberg
“Queria protestos vigorosos, mas pacíficos, na Copa. E que depois todos fossem ao jogo. Queria mesmo era ganhar a Copa, numa final sensacional com a Argentina. Queria estar no Maracanã com meus netos.”

Cléo Guimarães
“O Flamengo campe o da Libertadores em 2014 seria um presente inesquecível, e no s para mim. Imagina uma final no Maracanã lotado? E em dezembro, campe o mundial no Marrocos! Aí eu morro.”

Cora Rónai
“Mais educa o para os brasileiros. No s aquela que se aprende na escola, mas a que se aprende em casa. E queria também que todos olhassem com mais carinho para os nossos irmos peludos de quatro patas.”

Fernando Calazans
“Peço a Papai Noel que o Brasil tenha torcidas pacíficas nos estádios, para que no se repita o epis dio de selvageria do jogo entre Atletico-PR e Vasco, em Joinville. Que as autoridades preservem os estádios para os torcedores que v o ali por amor ao seu clube.”

Flávia Oliveira
“Serenidade. ingrediente fundamental para devolver o diálogo perdido com a multiplica o da arrogância e do radicalismo. Em ano de Copa, vale a pena pôr a bola no ch o e abrir canais de comunica o para construir a paz.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário