quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

ANO NOVO, ELEIÇÕES E COPA DO MUNDO - RAFAEL BRASIL

O ano de 2014 já vai começar. Ano de eleições e copa do mundo, que pode trazer grandes novidades. A começar pela possibilidade da volta das grandes manifestações populares. Que o povo se manifeste, mas que vote diferente, apesar das parcas opções. Afinal não existem possibilidades de mudança fora da política e da democracia. As alternativas seriam a ditadura ou a anarquia. E ambas simplesmente não prestam. 
É preciso reformas. Capitalistas. Abertura econômica e diminuição maciça do tamanho do estado na vida dos cidadãos. Na verdade precisamos é de um estado ótimo, ou seja, que aja com celeridade e eficiência com o povo. Que se abra o país para a infraestrutura e tudo o mais. Tem que se não acabar, diminuir drasticamente o corporativismo. Dos professores ao poder judiciário. Os primeiros ganham pouco. Os segundos ganham fortunas. A educação e o judiciário estão, há anos em pandarecos. Prestam péssimos serviços ao povo. E ademais em tudo o mais. Transportes baixa qualidade dos empregos, pela baixa educação, saúde, e até presídios, pois, as autoridades governamentais que estão há mais de dez anos no poder, só agora, depois dos presos do PT, atentaram o fato de que no país , para os pobres existem masmorras.
Enfim, o povo tem que impedir, não só no voto, mas nas manifestações que meliantes como Renan Calheiros, e muitos outros não voltem nem ao parlamento nem tampouco aos governos estaduais. E está muito difícil votar, dada a quantidade de candidatos ruins. Pelo preço das campanhas, só sujeitos meio ou totalmente mafiosos entram na política. Se é que existam meio mafiosos, como não existe meia gravidez. Nunca na história deste país a representação política foi tão aviltada. Nem na ditadura.
Quanto às eleições presidenciais, qualquer alternativa é melhor do que a que está no poder. Dilma não teria condições nem de ser chefe de repartição pública. Com a turma de seus economistas chamados eufemisticamente de heterodoxos, vai afundando o país. Quando tudo estiver pior, botam a culpa na inexistente direita e no capitalismo. Como essa gente tem capacidade de mentir! Alguém duvida? 

O voto deve ser rigorosamente secreto. Só assim , afinal, o eleitor não terá vergonha de votar no seu candidato. BARÃO DE ITARARÉ

Nenhum comentário:

Postar um comentário