segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

ARMANDO COMEÇA BEM: MAS É SÓ O COMEÇO

Nunca tive dúvidas de que o povo escolheu o melhor para Caetés. Um homem comedido, moderado, que ouve, antes de mais nada, e que está mostrando que, dentro do espectro político do município e da região, depois de anos de abandono e obscurantismo, foi a melhor escolha. Colocou uma equipe , dentro de uma perspectiva, não só política, mas sobretudo técnica. O prefeito além da competência, gosta do que faz, ou seja, tem vontade política, sem a qual nada se faz. O vi no meio da rua, sentado na nova ambulância recém adquirida do SAMU, junto ao governo do estado. Parecia um menino ao ganhar um presente, no caso, feliz por arranjar benefícios para o município.   Ainda vem vários ônibus, inclusive um novinho em folha, para levar doentes ou pessoas necessitadas em tratamento médico ao Recife. Lá tem uma casa acolhedora para os pacientes ou acompanhantes, com um veículo à disposição para a locomoção na capital. Antes era um ônibus velho caindo aos pedaços. Sim, e ainda tem uma casa em Caetés, para receber as pessoas da zona rural. Alunos não vão andar mais de paus de arara, como nós vinhamos denunciando há anos. Além disso, vários outros veículos estão sendo adquiridos para refazer a sucateada frota de veículos que foi encontrada.
Na educação temos uma equipe realmente comprometida com a seriedade, com a utilização de critérios mínimos na contratação de inúmeros professores. Daqui para o ano que vem vai ter concurso, pois a população precisa de um pouco de tempo sobretudo para estudar. 
As escolas apesar de estarem sucateadas, vão ser consertadas, e seus materiais repostos. A capacitação dos professores foi um sucesso, fazendo crer que, apesar de ter pego uma secretaria completamente desarrumada, com vontade política e competência técnica, as coisas avançam.
Na agricultura o secretário tem fama e é trabalhador. Conseguiu cadastrar o máximo de pessoas no seguro safra,  adquiriu muitas cisternas e está priorizando a construção de açudes como prevenção de futuras secas. Aliás, esta vai ser uma constante no município. A seca não vai ser tratada só em períodos de longa estiagem. Será antes pelo contrário: Tema de preocupação constante, de uma administração que pense prioritariamente no homem do campo, sobretudo os trabalhadores rurais. Afinal, uma das saídas econômicas das pequenas propriedades, seria trabalhar majoritariamente com produtos orgânicos, dando ênfase a multiplicidade de culturas, assim como: Doces artesanais, laticínios, produtos de mandioca, mais especialmente da fécula, criação de pequenos animais, como ovinos, caprinos, galináceos, etc.
Quando digo que é só o começo, é isso aí. A oposição, tão necessária, deve se basear no futuro, nunca no passado. Este, o povo já rejeitou nas urnas, e agora, com os avanços da administração, vão ver quanto se perdeu com anos de obscurantismo. Agora, depois de um longo inverno, as verdadeiras forças progressistas  da cidade comandam o processo. Oxalá que tudo dê certo, como ademais está dando, pois o povo do município merece SEMPRE MAIS. Afinal estamos só no começo. 

3 comentários:

  1. Vemos que Caetés cresce a passos compridos. Aqueles antagônicos rangem os dentes , o Einstein deve está louco , pois , faz parte do quanto pior melhor. Armando mostra articulação e capacidade.

    O povo sofrido de Caetés já sabia, das qualidades de Armando, foi eleito hoje com menos de 1% , porém , daqui a quatro anos a ccoisa vai ser diferente . Os bacurais estão todos convencidos das qualidades de Armando e vão dá um fora nessa oposição fraca de Caetés e responsável por todas as mazelas encontradas pelo grupo da mudança, isso é um fato.

    Temos um governo destituído de nepotismo, onde impera à democracia e o talento , adjetivos ausentes na gestão anterior, de forma esplendida.Explicitamos uma realidade.
    Vamos ter professores ganhando dignamente e uma educação eloquente .Quem assistiu às capacitações , confirma isso. Nossos secretários são cultos e o nosso povo paciente. Entendemos ser inviável termos todas nossas ambições resolvidas em menos de 1 ano,já que , o problema da má administração é de 2 décadas.
    Sabemos das dificuldades e acreditamos nas habilidades dos nossos funcionários , para tiramos Caetés do buraco feito, nas últimas décadas e ratificamos ele é bem grande.

    ResponderExcluir
  2. Bravo!! Caetés merece, professor! Tomara que Armando deixe o seu nome como um grande prefeito. Deixe um legado, uma história para ser contada. Afinal, esta é a função dos homens públicos.

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que o mesmo professor começou bem não em 2013. Mas desde 2009 quando teve as contas da câmara rejeitadas pelo TCE. O bom é que isso ninguém consegue falar ou postar. Será que ele e Zé Luis estão menos pobres, depois que entraram na politica de Caetés - PE. Ao meu ver são dois RATOS em grande escala.

    ResponderExcluir