terça-feira, 26 de junho de 2012

ENCRENCA PARAGUAIA

O Brasil comete mais uma trapalhada internacional. Desta vez, contra nosso vizinho, muitas vezes de infortúnio, o Paraguai. Que defenestrou constitucionalmente um presidente incompetente, colocando outro, no caso o vice, no lugar, e, democraticamente, marcando ex- ante, eleições. Um caso de impedimento constitucional, como o nosso Collor. Sabe-se que por lá, o judiciário continua funcionando normalmente, o congresso, as forças armadas estão nos quartéis, e principalmente, o povo está quieto, não manifestando nada a favor do presidente deposto. Apenas merecida indiferença. Mas o Brasil, seguindo a Venezuela de Chávez e da Cristina, a louca argentina, quer pressionar o Paraguai, a favor do presidente destituído, Lagos.

DILMA E CUBA

Para Cuba, festas e homenagens. Raúl Castro a recebeu muito contente, recebendo um polpudo empréstimo de cerca de quinhentos milhões de dólares. Dilma tirou retratos, feliz por estar no país, cujo modelo social e econômico sonhou na juventude. Foi recebida por um assassino, que já matou, ou mandou matar milhares. Raúl Castro sempre foi o responsável pela segurança da ilha - leia-se repressão - em termos gerais. Já mandava, desde os primórdios da revolução , e, como o irmão Fidel, matava por brincadeira. São ditadores cruéis. 
Já para o Paraguai, só insultos. Aliás não se tem notícia de que o atual presidente matou pelo menos uma formiga. O ex presidente metido a comunista, deixou o campo incontrolável, inclusive atuando contra milhares de brasileiros que se estabeleceram no Paraguai, atuando sobretudo no agronegócio. Ou seja, muitos brasileiros, os chamados brasilguaios, estavam sofrendo o diabo nas mãos deste cidadão.
Aliás, reforma agrária é coisa de capitalista. Engana-se quem a apóia, pensando estar fazendo a revolução socialista do tipo maoísta. Ao tornar-se proprietário o cidadão transforma-se num capitalista, sistema que tem como base a propriedade privada, não? Já, hoje, que pensar fazer uma revolução maoísta, manda prender como doido, isto no mínimo. 
Estão todos equivocados, sobretudo a ridícula política externa petista. Que segue a da Argentina e da Venezuela, pelo menos para a América do Sul. Isto mesmo, estamos atrelados a esses dois cacarecos políticos e ideológicos. Um ditador bufão, e uma viúva dos também ridículos remanescentes peronistas da política argentina. Aliás, Perón nunca passou de uma múmia politica e ideológica. Por que os argentinos gostam tanto desse tipo? Aqui tentam criar o lulismo. Vade reto Satranás.

2 comentários:

  1. DOIS PAISINHOS SAFADINHOS E QUE NUNCA MOVEU UM PINGO DE DEMOCRACIA COMO A INGLATERRA E ALEMANHA, RECONHECERAM O GOVERNO DO PARAGUAI. QUANTO AO NOSSO PETISMO, ALTAMENTO ADEPTO DA DEMOCRACIA E POSSUIDOR DE UMA PRESIDENTA QUE TEVE E TEM HORROR AO TERRORISMO JAMAIS VAI ACEITAR O "GOLPE" QUE DERAM NUM BISPO TARADO E REPRODUTOR!!!

    ResponderExcluir
  2. LEIA-SE O CORRETO: MOVERAM EM VEZ DE MOVEU.

    ResponderExcluir