quinta-feira, 25 de novembro de 2010

DIREITOS HUMANOS

Sim, é preciso respeitar os direitos humamos. Sou terrivelmente contra a tortura. Acho o torturador sobretudo um covarde, que se vale de uma pessoa indefesa para expandir os mais diversos sadismos que o ser humano pôde inventar. Para muitos, tortura só é excecrável, quando contra presos políticos de esquerda, ou seja pessoas de classe média. Já os negros das favelas que são diariamente torturados, ninguém fala. A polícia tem que ser reformada, e o cidadadão de bem tinha que ter o direito de andar armado. Como, numa siutuação dessas desarmar o cidadão? Claro, para andar armado tinha que ter porte, e não ter problemas com a justiça. Mas se um cara vem me dar um tiro, pelo menos posso o assustar dando outro em troca, ora bolas...



ESTADO DE SÍTIO




Com o estado de sítio, a vida de todos os cidadãos teria que mudar. Toque de recolher até certa hora da noite, e policiamento ostensivo, com a presença e apoio logístico do exército, marinha e aeronáutica. Reformular a médio e longo prazo, radicalmente, a polícia, e a justiça. Que também são lenientes com a bandidagem, sobretudo através da corrupção. Hoje quem paga o pato é o cidadão de bem. Aliás, tem sido sempre assim.




25 ANOS DA NOSSA ESCOLA



Esta semana tivemos as comemorações de 25 anos da Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Capoeiras. Sou um dos mais velhos professores de lá, onde trabalho há mais de vinte anos. Sou o cacareco véio da escola. Tenho orgulho de trabalhar lá, aonde fiz inúmeras amizades, não só de alunos, mas sobretudo de professores e funcionários de uma maneira geral. Desde que comecei a trabalhar por lá, trivemos várias diretoras, como Marizete, Márcia, Nazaré e por enquanto a alegre e irrequeta Rosana. Juntos com os antigos professores que como eu estão para se aposentar, como a lendária Betinha, a simpática e irreverente Mide, a tranquila Nívea, Rita de Cassia seu Erivaldo da portaria, temos os mais novos, como o trio parada dura, Wagner, Valdemir e Richardson Wilker, além de Zezinho e Erivaldo, o dono do sete de setembro, e as meninas, que alegram o ambiente, Valéria, Auricélia, Hiolanda e claro Marcione, a baixinha do salto alto. Tenho orgulho de trabalhar com este pessoal. Orgulho e sorte, por que não? Pessoas simples, lutadoras, grandes amigos e profissionais exemplares. Além dos alunos, claro, a maioria oriundos da sofrida zona rural, muitos uns figuraços que, como muitos dos meus ex alunos, hoje são gente de bem, exemplares trabalhadores aonde atuam. Que Deus proteja a todos, e vida longa para nossa escola. Que é agora semi-integral, e vai tornar-se logo logo integral, e de referência. De certa forma sempre fomos, decerto. Alguém duvida?



A EQUIPE DE DILMA



Vamos ver como esta equipe se comportará na economia. São os chamados “desenvolvimentistas” que estão no poder. Ou seja, a esquerda. São gastadores contumazes, a acham que reformas são coisas de “neo-liberais”. Claro que essa gente não tem capacidade de fazer a reforma tributária, nem tampouco vontade nem força política para fazer a reforma trabalhista e sindical, só para ficarmos nestes exemplos. Gostam quando ouvem falar em aumentar impostos, como ressuscitar a famigerada CPMF. E a inflação está voltando. Está tudo mais caro, e as donas de casa são as primeiras a sentir. Se a inflação voltar, vamos ver como é que fica a popularidade de Lula. Claro, como cidadão espero que não volte. Mas sou pessimista, como o velho Urubulino, personagem impagável de Chico Anisio. Quando uma coisa pinta para não dar certo, não vai dar mesmo. Caminhemos para a “argentinização”? Deus me livre guarde.



CONCURSO EM CAETÉS



Depois de muita pressão do ministério público, finalmente Caetés terá concurso público. É bom as oposições fiscalizarem direitinho para não ter maracutaias, coisa comum no município. O grupo no poder, resistiu às pressões do ministério público até o limite, Queriam, porque queriam, colocar seus eleitores de cabresto, escolhidos a dedo por critérios políticos, claro. Com o concurso esta farra manipulatória deverá acabar. Menos mal para o nosso sofrido município.

Um comentário:

  1. gostei do texto ,mais os eleitores ja estao no cabresto a muito tempo.

    ResponderExcluir