segunda-feira, 22 de março de 2010

BONECA ASSASSINA

Já notaram que “doutora” Dilma parece muito com àquelas bonecas de plástico, das mais vagabundinhas, cujo design deve ser de lá pelos idos dos anos quarenta, quem sabe. Só que, não uma boneca do bem, admitamos. Ela nunca se desculpou pelo passado de terrorista, o qual ela chama vagamente de revolucionário, como o fez, alto e bom som Fernando Gabeira, ao relembrar o seqüestro do embaixador americano pelo grupo terrorista autodenominado MR- 8, do qual fazia parte. Gabeira disse ser hoje radicalmente contrário ao seqüestro e ao terrorismo como forma de luta. Aliás, não canso de repetir, os velhos comunas do partidão nunca foram a favor. Foram a favor do terrorismo de estado, mas isso é outra conversa. Lênin abominava o terrorismo como forma de luta política por sua ineficácia, sobretudo. Foi ele um dos criadores do estado totalitário, aonde imperava o terrorismo de estado ao extremo. O terror tinha que ser onipresente, e muitas pessoas na ex União Soviética foram mandadas para os campos de concentração, escolhidos aleatoriamente na lista telefônica.
A candidatura Dilma é fruto de um “dedazzo” expressão usada pelos partidários do PRI mexicano um dos partidos mais corruptos da história recente , e que passou mais de setenta anos no poder, quando o presidente em questão apontava autocraticamente seu sucessor. Todos os aliados no íntimo torcem, de uma forma ou de outra, para que ela não decole nas pesquisas, mas engolem calados a candidata, apontada por “el chefe”, mesmo que rasgando as goelas alheias. Que faria a burocrata na presidência? Seria uma laranja de Lula, o que ademais seria um mal menor, ou seria tentada a governar mais com o PT, de idéias mais do que enferrujadas? Os banqueiros que não são nada bestas, estão desconfiados. O povo também deve ligar as antenas, por que não? Uma mulher altamente mentirosa, que mente sobre sua graduação escolar, quis fazer um dossiê contra dona Ruth Cardoso e outras diabruras mais, seria em quem a população depositasse confiança? Será que o povo e as oposições são assim tão bobas? Eu não votava numa pessoa dessas nem para vereadora de Caetés. Por isso prefiro votar em Nosferatu (Serra). É feio, chato, nem dorme direito, mas é experiente e trabahador, o melhor que o Brasil tem para superar a fase das reformas iniciadas e não terminadas por FHC. Reformas estas que garantem a governabilidade até hoje, é sempre bom lembrar. Ademais, prefiro mil vezes um social-democrata convicto do que uma stalinista remanescente. Àquele olhar diabólico dela não me deixa dúvidas. E em vocês?
Vade retro satanás!
Também podemos dizer que nossa boneca é fruto da corrupção petista contida sobretudo no mensalão. Quase todos os figurões petistas estão atolados em corrupção, sobretudo os que possivelmente contariam em listas sucessórias, ou seja: Pallocci, Zé Dirceu, Genoíno, e outros manos votados.Daí a solução Dilma, a Dilminha com cara de anjo e coração stalinista, ou seja satânico. Há quem duvide do parentesco ou parceria de Stalin com Satanás? Stálin matava rindo, com a temível caneta na mão. Os stalinistas remanescentes querem ainda salvar o mundo matando uma parte, sobretudo os que não se encaixam no sistema. Aliás, um “lindo sistema”...Ademais, seria bom que os castristas tupiniquins fossem morar em Cuba , vivendo como cidadãos cubanos. Creio que , além da comida, sentiriam logo falta das...novelas da globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário