quarta-feira, 7 de setembro de 2016

TCU MANDA DILMA E LULA DEVOLVEREM PRESENTES - COM NOTINHAS DO ANTAGONISTA

TCU MANDA DILMA E LULA DEVOLVEREM PRESENTES


Os caminhões de mudança de Dilma terão que dar meia volta. O TCU determinou à Administração da Presidência e ao Gabinete Pessoal da Presidência que incorporem todos os documentos e presentes recebidos pelos ocupantes do cargo, desde a publicação do Decreto 4.344/2002.
O TCU determinou um prazo de 120 dias para que os bens sejam devolvidos. Dilma deve devolver 144 itens. Já seu padrinho, Lula, está com 568 bens. Mas esses são fáceis de localizar.

PARA TCU, HOUVE “GRAVES IRREGULARIDADES” NOS PRESENTES

A auditoria do TCU identificou “graves irregularidades” no tratamento dado por Lula e Dilma aos presentes que receberam, durante o período em que estiveram no Planalto.
Segundo o tribunal, o Decreto 4.344/02 determina que todos os presentes recebidos em cerimônias de troca de presentes, audiências de chefes de Estado, visitas e viagens oficiais devem ser incorporados ao patrimônio da Presidência... e não ao do ocupante do cargo.
As exceções admitidas pela lei são os presentes de uso “personalíssimo”: bonés, camisetas, perfumes, gravatas, chinelos e medalhas gravadas com o nome da pessoa.

Lula e Dilma só deixaram 15 presentes no Planalto

Segundo o TCU, Lula e Dilma receberam um total de 1.073 presentes, enquanto ocupavam a presidência. Desse total, 361 foram considerados de uso pessoal. Os outros 712 foram incorporados ao patrimônio dos próprios. Fizeram a gentileza de deixar, para o país... os 15 restantes!

DECISÃO DO TCU TURBINA 'INQUÉRITO DO COFRE DE LULA'

A histórica decisão do TCU sobre presentes recebidos por presidentes durante o exercício do cargo vai subsidiar o "inquérito do cofre", no qual Lula é acusado de se apropriar de bens públicos e escondê-los num cofre do Banco do Brasil em nome da mulher e do filho.
Em petição obtida por O Antagonista, a Lava Jato acaba de intimar a Secretaria de Administração da Presidência para que "avalie o material apreendido e especifique se alguns desses bens não pertencem ao acervo pessoal do ex-presidente".
A força-tarefa recebeu hoje todos os documentos da auditoria patrimonial feita pelo TCU.
Todos os itens - coroas em ouro, sabres cravejados, além de jóias, obras de arte e medalhas - sempre foram patrimônio da União e terão de ser devolvidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário