terça-feira, 6 de setembro de 2016

Justiça bloqueia bens de Lindbergh Farias por improbidade administrativa

Publicado em 6 de setembro de 2016 por  em  com 0 Comentários

Defensor do mandato de Dilma Rousseff e capitão do jogo de cenas do PT no Senado Federal, Lindbergh Farias é mais um petista que pode ir para a prisão. O Ministério Público o acusa de ter contratado irregularmente uma empresa de serviços de coleta de lixo em Nova Iguaçu no ano de 2009, quando era prefeito. O Tribunal de Justiça do Rio acatou ontem o pedido de bloqueio dos bens de Lindbergh. Outras oito pessoas, duas delas assessores de seu tempo de prefeito, e três empresas são investigadas por supostamente montarem o esquema de desvios baseado nesses contratos.
Mediante dispensa de licitação, a empresa foi contratada em caráter emergencial pela Empresa Municipal de Limpeza Urbana de Nova Iguaçu (Emlurb) para a execução dos serviços de coleta, remoção e transporte de resíduos sólidos em áreas do município, pelo período de seis meses. O valor mensal do contrato era de R$ 2.356.656,85 – em seis meses, o contrato chegava a R$ 14.139.941,10.

Nenhum comentário:

Postar um comentário