quarta-feira, 27 de maio de 2015

FIFA 5 – Por que os EUA comandam a operação? POR REINALDO AZEVEDO



Por que o escândalo da Fifa é investigado pelos EUA, mais propriamente pelo FBI, e por que o Departamento de Justiça anuncia que vai pedir a extradição de todos os envolvidos, inclusive estrangeiros? Será aquela velha mania do país de se comportar, segundo seus críticos, como polícia do mundo?
Não!
Ocorre que parte dos crimes, especialmente aqueles relacionados à empresa do brasileiro J. Hawilla, foi cometida nos Estados Unidos. Não por acaso, o dono da Traffic fez o acordo com a Justiça do país, admitindo uma penca de crimes. E foi nos EUA que aceitou pagar uma multa de US$ 151 milhões. Essa foi uma das condições para não ser preso.
As leis americanas conferem ao Departamento de Justiça o poder de pedir a extradição de estrangeiros que cometam crime em solo americano. As propinas aos dirigentes teriam sido pagas por intermédio de bancos dos EUA.
A operação foi realizada numa colaboração das autoridades suíças e americanas, e o pedido de extradição será encaminhado à Suíça — que pode recusá-lo. Dificilmente acontecerá nesse caso, especialmente quando já se tem uma confissão. J. Hawilla entregou o serviço.
Mais: as autoridades americanas contaram também com a colaboração de outro corrupto confesso: o americano Chuck Blazer, que já foi membro do Comitê Executivo da Fifa. Ele colaborava com a investigação e teria feito uma série de gravações que comprometem dirigentes da entidade, evidenciando que os EUA foram usados como teatro de operações dos corruptos.
Por Reinaldo Azevedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário