segunda-feira, 29 de abril de 2013

DILMA VAIADA : É SÓ O COMEÇO?


A velha verdade é escancarada pela carranca de Dilma Rousseff: a primeira vaia ninguém esquece. Nesta segunda-feira, a presidente em campanha pela reeleição baixou em Campo Gtande para entregar 300 ônibus, plantar promessas e colher a gratidão nas urnas de 2014 dos prefeitos de 78 cidades de Mato Grosso do Sul. Presentes ao comício fora de hora, centenas de produtores rurais promoveram um ato de protesto. E Dilma foi duas vezes premiada com o som do descontentamento.
As vaias começaram quando o serviço de som anunciou a presença da supergerente de país. Recomeçaram, como atesta o vídeo que nasceu histórico, assim que o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, saudou “a melhor presidenta do país”. E permearam a curta fala em dilmês, coerentemente encerrada com um palavrório sem pé nem cabeça: Tem gente que acha que democracia é ausência de uns querendo uma coisa e outros querendo outra. Não é, não. Democracia é o fato de que há diferenças e de que a gente convive com elas, procura um ponto de equilíbrio e resolve as coisas. Eu não tenho problema nenhum, podem falar sem problema nenhum, só deixem eu concluir aqui o meu finalzinho, que eu estou no fim.
No fim estava a discurseira. A convivência da presidente com o Brasil real só começou. Foi só a primeira vaia.

Um comentário:

  1. O MT comparado a PE é primeiro mundo , explique professor porque o povo lá vaia e aqui passamos por problemas diversificados como a seca e Dilma faz um evento e é aplaudida de pé . Qual é a diferença ?

    ResponderExcluir