quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Desmontando Farsas.


Hoje foi um bom dia para discussões na escola onde trabalho e os temas sempre são os mais variados. Falamos de Gauss, da Lógica de Aristóteles e, como não poderia ser diferente, da última semana do Lula na Presidência( Vade Retro).
Também veio à tona, já que nesta semana completou aniversário, uma datinha bem especial e controversa, ao menos nessas terras brasilis.
Trata-se do primeiro voo da história de um avião.

Não levei mais de 15 minutos para acabar com uma mentira que, por aqui, ganha ares de heroismo e laura nacional. Trata-se da informação recorrente em livros, jornais e revistas( não todos, mas uma grande parte deles) de que Santos Dumont é o pioneiro da aviação, ou melhor, o ''Pai da Aviação''. Segundo o Mossad( homenagem ao Prof. Faé), a história verdadeira não é bem por aí. Muito antes do voo do 14-Bis, em 1906, dois americanos da cidade de Dayton- Ohio,
meio-oeste do citado país, fabricantes de peças para bicicletas, já voavam grandes distâncias com o seu avião, chamado de Flyer.
Aqui está ele:

A foto mostra o Flyer em testes nas areias da Carolina do Norte, precisamente na praia de Kitty Hawk, onde, em 1902, já fazia voos de 60 a 100 metros. Um ano após( portanto três anos antes de Dumont), os criadores já estavam querendo sua patente e buscando um patrocinado
r na Escócia para bancar equipamentos e prosseguirem com suas pesquisas. Sendo mais preciso: em 17 de dezembro de 1903, Orville e Wilbur fizeram um vôo de 260 metros, com o Flyer, decolando de uma colina num aparelho de 300 quilos e motor de 12 cavalos de potência.

Não sei se por nacionalismo, ciumeira, antiame
ricanismo de buteco ou outros, por aqui se esconde essa história, gerando-se uma farsa. Tal história não desmerece o fato de Dumont também ter sido um dos pioneiros da aviação( mas não o primeiro), já que na época muitas pessoas estavam nessa acirrada briga em várias partes da Europa e América do Norte.
Para haver nacionalismo, pelo mundo afora, te
m de existir grandes feitos históricos, atos épicos, grandes realizações por grupos ou mesmo pessoa; já no Brasil é diferente: não possuímos grandes feitos nem contribuições para com a Civilização Ocidental e ainda há quem se galanteie de coisas que não lhe pertence, nem como indivíduo, tampouco como povo.

Segundo Diogo Mainardi, as maiores invenções do brasileiro foram o orelhão(a capa, não o telefone, este patenteado por Alexander Graham Bell, escocês radicado nos EUA e disputado por Nicola Tesla) e o pão de queijo. Às vezes desconfio da sinceridade e das fontes do Diogo. Ele parec
e muito otimista.
Resolvi falar disso hoje porque parece pertinente. E muito me admira saber que nesse país tanta gente ignore isso e até os livros didáticos espalhem uma farsa e a alimentem. Pudera. Num país onde as pessoas possuem títulos comprados e fajutos, onde o meio acadêmico é um entulho, isso só pode ser consequência( que o diga o nobre Mercadante).
Ti
ve muitos professores ''dotôres'' na UPE, curso de Geografia, que não sabiam a diferença entre a China Nacionalista e a China Popular. Percebi facilmente que, antes de mim, eles já tinham conhecido essa ampla Região Amazônica, quando passaram por aqui, dirigindo-se à Bolívia para pagarem por seus ''dipromas''.

Perdoem a sutileza!!!!!!!!!!!



3 comentários:

  1. Como é triste ver um cidadão brasileiro que não se orgulha de seu povo ou sua nação.Que se apequena ante os estrangeiros e não sabe valorizar seus feitos e sua história.Somos um país do novo mundo,temos pouco mais de 500 anos,e um grande futuro pela frente,futuro esse que já começou.
    Hadriel"VOCÊ NÃO TIRARÁ OS MÉRITOS DE ALBERTO SANTOS DUMONT"
    Alberto Santos Dumont,Aeronauta,esportista e inventor.
    Projetou,construiu e voou nos primeiros BALÕES DIRIGÍVEIS com motor a gasolina.Esse mérito lhe é garantido INTERNACIONALMENTE pela conquista do prêmio DEUSTCH em 1901.
    Possivelmente fez a primeira demonstração pública de um veículo levantando vôo por seus próprios meios sem a necessidade de uma rampa para lançamento.
    Ele conquistou fama INTERNACIONAL e RECONHECIMENTO pelo seu feito,grandes revistas da época fizeram publicações e edições luxuosas sobre o invento.
    Recebeu aplausos,convites e condecorações que vão do príncipe ALBERT do principado de Mônaco ao presidente dos EUA Theodore Roosevelt.
    Hadriel a geo-política mundial está em transformação,vários fatores e atores estão em constante movimentação,não subestime a capacidade e a força do cidadão brasileiro.
    Einstein,recife/PE

    ResponderExcluir
  2. Há muitas coisas que nos são impostas através dos livros. A verdade é que Santos Dumont foi um dos pioneiros da aviação, mas não o único. Os primeiros foram mesmo os americanos que voaram antes dele e são reconhecidos mundo afora por esse feito. Apenas os brasileiros dão mérito a Dumont. Isso não significa não reconhecer que foi grandiosa a importância dele para a aviação, pois teve participação na evolução na aeronave. Contudo temos muitas outras mentiras tidas como verdade, a começar pela ideia de que o Brasil começa na era Lula.

    ResponderExcluir
  3. ...apenas os brasileiros dão mérito a Dumont.
    Estou enojado com sua frase.Que mesquinha.
    Einstein,recife/PE

    ResponderExcluir