sexta-feira, 21 de maio de 2010

CABEÇAS DE BOMBA

A aproximação do presidente com o Irã está deixando claro o desejo de grande parte das nossas elites em construir a nossa bomba. Ademais, já não estamos em destaque diante da política internacional? O Brasil afinal, é considerado , como dizem,uma ” potência emergente”. E potência emergente tem que ter bomba. A Índia não tem? E o Paquistão? Por que não o Brasil e o Irã? Todo mundo agora quer ter sua bombinha, desse jeito, até o Paraguai vai querer ter a sua.
Estas pessoas são tão idiotas, que talvez não saibam a questão elementar de que, as potências que contam são os EUA e a Rússia em termos de destruição nuclear. Estes enormes arsenais foram construídos durante a famigerada guerra-fria. Cada país tem condições de destruir centenas de vezes nosso pobre planeta, quando seria preciso apenas uma, certo? Países como a França e a Inglaterra não contam, pois, comparados aos dois países, seus arsenais são ridículos. Nessa altura do campeonato, para que alguns imbecis querem a bomba? O que ganhamos defendendo um Irã, que quer de todo o jeito construir uma bomba islâmica? Já pensaram, grupos como o hesbolah, recebendo deste atrasado e cruel governo, arsenais nucleares de pequeno porte, mais com efeitos dissuassórios, como explodir pequenas bombas radioativas em lugares de grande movimento popular? Como sabemos, o governo iraniano costuma enforcar seus opositores de forma sistemática, pois é uma teocracia totalitária com pretensões de ser a vanguarda da chamada revolução, digo involução , islâmica, que quer destruir o ocidente infiel. Vai a diplomacia brasileira dar legitimidade a um cacareco como este? E estes imbecis acham que a bomba vaio servir para quê? Para satisfazer alguns milicos preocupados com a questão da Argentina. Ou do Paraguai? Já que este é o objetivo do protagonismo nacional nas lides internacionais, podemos dizer que são todos uns idiotas. Mais idiotas do que os idiotas da objetividade. Ou será que não lêem história? É. Mas que são ignorantes, são. O Brasil, como novo protagonista mundial, deveria ser da turma do contra. Se os “gênios do Itamarati” seguissem os caminhos da realista e histórica diplomacia nacional não cairíamos neste ridículo. Mas Lula quer ganhar o nobel da paz. Ou um carguinho na ONU, quem sabe...Mas é preciso urgentemente trocar ideologias ultrapassadas pelo velho e bom pragmatismo, lutando do lado certo, que é a turma do desarmamento. Seria talvez a única política digna de um país emergente como o Brasil. O resto é conversa fiada.

FALTA DE ÉTICA E ILEGALIDADE

Um presidente da república devia ser o principal guardião da constituição. No Brasil, o presidente procura desmoralizar a lei eleitoral, afrontando diariamente a constituição, para eleger sua candidata-laranja. Nunca se viu coisa igual neste país. A oposição deve mostrar que deve-se respeitar a constituição, mas diante da lentidão da justiça, o presidente nem liga para as advertências nem as multas, que, ademais são ridículas. Diante de tal confusão , a oposição devia fazer o mesmo , pois se o presidente não respeita a lei, e tirou vantagem disso, com a subida dee Dilma Mandela nas pesquisas , a oposição deveria também seguir o exemplo. O exemplo da anarquia patrocinada pelo governo, e com uma clara complacência do judiciário. Que país é esse? Se Serra fizese tal coisa, o judiciário agiria da mesma forma ? Se agiria, então seria um bom negócio burlar a lei. Seria o caso de ninguém mais pagar impostos. Impossível, a maioiria deles vem embutido nos produtos e nos salários. Para tomar, el gobierno é muito eficiente. Sempre foi. Mas se todos virarem foras da lei? Voltaríamos para o hobesianismo puro e simples. Todos desunidos contra a lei. Bonito, não? Bonito, não é presidente mentiroso?

E POR FALAR...

Em falta de ética, o PT deu um banho de corrupção neste pobre e azarado país. Nunca se viu tanta roubalheira, agora na copa, os vampiros dos dinheiros públicos estão literalmente com as bocas abertas. Agora é que vem roubalheira por aí. Como sempre alguns espertalhões enricam, e a massa sofre, torcendo pelo país nos superfaturados estádios, nas ruas, nos becos e nos botecos. Depois dirão que o Brasil é grande. Depende de que lado se olha.

2 comentários:

  1. Ano de eleição e ainda junto com copa, Nossa Srª, os babacas ficam entretidos com P**** de futbol e aí os bandidos da politica aproveitam para enfiar o pé na jaca, e viva o Braszil!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir