sábado, 22 de julho de 2017

O esquema por trás do jatinho usado por Eduardo Campos - com O Antagonista

O esquema por trás do jatinho usado por Eduardo Campos


O proprietário oculto do jatinho Cessna Citation 560XL, cuja queda matou o então candidato presidencial Eduardo Campos (PSB-PE), em 2014, era Aldo Guedes Álvaro, homem da mais absoluta confiança do ex-governador de Pernambuco.
Foi o que disse o dono oficial da aeronave usada na campanha e agora delator João Carlos Lyra Pessoa de Melo Filho, após mais de três anos de investigação da Polícia Federal, segundo a Veja.
Lyra comprou o jatinho, avaliado em 8 milhões de dólares, mas a maior parte do dinheiro saiu dos cofres de empresas de fachada.
Campos teria escolhido inclusive o modelo do Cessna, porém isso tudo deveria ficar escondido.
"Ficou combinado que, apenas depois das eleições presidenciais, seria constituída uma empresa operadora de táxi aéreo para administrar o avião – e, enquanto isso não acontecesse, o PSB, para não chamar a atenção pública, bancaria oficialmente o aluguel do jatinho."
O delator disse que recolhia propina para o esquema de Campos e a repassava a Aldo Guedes, também delatado por executivos da Odebrecht.
Em nome do ex-governador, Guedes cobrou propina de 90 milhões de reais para garantir dois contratos da Refinaria Abreu e Lima, segundo o ex-diretor da empreiteira Márcio Faria.

Homem da mala de Eduardo Campos operava para outros integrantes do PSB

Aldo Guedes, o proprietário oculto do jatinho cuja queda matou Eduardo Campos (PSB-PE) em 2014, foi alvo de delações da Odebrecht e da Camargo Corrêa.
Em 2016, lembra a Veja, soube-se que Guedes não operava só para o ex-governador, mas para outros integrantes do PSB, como o senador Fernando Bezerra Coelho (PE).
"O Aldo nega qualquer participação em operação de dinheiro. Em relação ao jato, realmente foi oferecido, mas ele não quis", disse à revista o advogado Ademar Rigueira Neto, que defende o amigo de Campos.

Um comentário:

  1. Não existe hoje no Brasil um político seja governador,senador,deputado estadual e federal,prefeitos e vereadores que não esteja envolvido na captação de recursos públicos e privados de forma direta e indireta no financiamento das campanhas políticas.

    Quem já votou no PMDB,no PSDB,no PT,no DEM,no PFL e o escambau olha hoje para os partidos e podemos dizer abertamente,A RELAÇÃO ENTRE OS PARTIDOS é a maior prostituição do mundo e é um fudendo o outro numa política de promiscuidade que envolve bilhões e não tem operação que dê jeito.

    FHC fala como se nada tivesse acontecido com o PSDB de Aécio Neves e Anastasia que fuderam com a Dilma do PT.

    A moral do Dr.Sérgio Moro caiu vertiginosamente quando foi pego fotografado rindo com Aécio Neves,Michel Temer e o Dr. Gilmar Mendes tudo em conluio quando aplicaram o golpe Paraguaio na Presidente Dilma.

    Todos do PMDB estão envolvidos,todos do PSDB idem,todos do DEM também,todos do PP e PSD jogam no mesmo time e o todos os caciques do PT também e todos do PSB e PTB comem da mesma da comida.

    Eu li uma yotube uma mensagem de que fala que foi o Dr. Sérgio Moro quem mandou prender o Lula em 1980 no governo do General Figueiredo.Por isso que nenhum político do PSDB vai preso e se for será solto imediatamente.


    ResponderExcluir