quarta-feira, 22 de maio de 2013

ZÉ DA LUZ INELEGÍVEL

O senhor José Luiz de Lima Sampaio, ex prefeito de Caetés, que comandou a política local por cerca de vinte anos, está inelegível. A câmara de vereadores do município votou a favor do parecer do tribunal de contas pela rejeição das contas do mesmo.
Muitos comemoraram, mas é de chorar. O bom mesmo seria que tivéssemos administrações probas e honestas. Vem aí mais contas fajutas a serem votadas pela câmara da cidade. A do filho do ex , que também é ex prefeito, e a do também ex prefeito Aércio Noronha.
A oposição na cidade terá que se renovar, e rápido. Não dá para fazer política pensando num  passado de corrupção descarada. É preciso olhar para o futuro. E também não dá para fazer política do Recife. Como antes era uma oligarquia familiar, o núcleo da mesma não quis construir novas lideranças, temendo a concorrência. Como a política é essencialmente dinâmica, tudo mudou. E está mudando.
Armando terá a missão de modernizar a administração municipal. Até agora muitas ações foram feitas, como nas questões do transporte e merenda escolar. Na saúde, temos a volta dos médicos embora as dificuldades dos municípios neste setor seja quase crônica, sobretudo os menores.
Muitos projetos urbanos virão, bem assim como na zona rural, a prioridade será voltada para a obtenção de recursos hídricos, com a construção de muitas cisternas, e açudes de pequeno, médio e grande porte. 
Logo teremos concurso público, instituindo a meritocracia e reconstituindo o funcionalismo destroçado pelas administrações anteriores, que queriam a todo o curto manter o povo no cabresto político. É isso aí. Vamos avançar com Armando que significa a perspectiva de mudanças, sempre ouvindo os clamores da população. Ou andamos para a frente, ou pereceremos. Se o político se afasta do povo é deletado. Isto  é democracia. O resto é farofa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário