terça-feira, 28 de maio de 2013

DILMA QUER ROMPIMENTO IMEDIATO COM EDUARDO - LULA NÃO


 A presidente Dilma Rousseff tem defendido rompimento imediato com Eduardo Campos. Lula prefere esperar. Mas está um tanto confuso com os movimentos do governador de Pernambuco, que ora avança, ora recua na pré-candidatura presidencial. A informação é de Mônica Bergamo, hoje na sua coluna da Folha de S.Paulo. A colunista dá mais detalhes sobre o trator palaciano em cima da candidatura do governador pernambucano:
''O ex-ministro José Dirceu (PT-SP) não viaja pelo país apenas para falar sobre o mensalão. Em suas andanças recentes pelo Norte e Nordeste, ele se encontrou também com governadores e dirigentes do PSB, partido que estuda lançar Eduardo Campos a presidente em 2014. Dirceu articula para esvaziar a candidatura.
Em um dos encontros, com o governador Camilo Capiberibe, do Amapá, por exemplo, ele foi claro: o partido romperá a aliança estadual para reelegê-lo caso Campos se candidate contra Dilma Rousseff. Dias depois, Capiberibe tornou pública sua resistência ao projeto de Campos. ''

Nenhum comentário:

Postar um comentário