sexta-feira, 26 de abril de 2013

PT AFRONTA A DEMOCRACIA - Rafael Brasil


O PT , como muitos vem afirmando no país, é um partido essencialmente autoritário e quer quebrar a espinha dorsal da democracia no país, tentando controlar o judiciário. Justamente agora que os ladrões do mensalão estão prestes a irem para a cadeia. Já tentaram de tudo, agora afrontam a própria democracia. Dilma e o PT são os maiores culpados. Uma foi terrorista e seguidora de um marxismo totalitário, como convinha às esquerdas que optaram pela luta armada nos anos sessenta. Como estamos observando esta gente está usando uma capa democrática, utilizaram a democracia, e agora querem implantar uma ditadura. O PT, travestido de social democrata, bota as unhas de fora com a pequena perspectiva de perda do poder. 
Só Getúlio Vargas com a ditadura do estado novo foi capaz de fazer uma monstruosidade dessas, colocando o judiciário nos pés do executivo. Getúlio, como qualquer ditador, matou, torturou, pintou o sete, depois foi apoiado pelas esquerdas selando uma aliança que perdura até os dias de hoje. Ainda hoje, pela configuração do estado brasileiro, o país ainda continua getulista na essência. Um estado corrupto e perdulário que explora impiedosamente a grande maioria da população,corporativista ao extremo , e que esta gente vai fazer de tudo para deixar esta herança perdurar. Até quando?
Aliás, este tem sido o caminho trágico das esquerdas latino americanas no momento. Governos populistas, dividindo as nações, como a Venezuela e a Argentina, com os governos partindo firmemente para controlar a justiça e os meios de comunicação com a implantação da censura, e outros meios de controle, como o monopólio estatal do papel na Argentina. 
Todas estas ações estão contidas nos debates do agora conhecido foro de São Paulo, que foi idealizado por Fidel quando da dissolução do socialismo real no mundo, e organizado desde o início pelo PT. O foro de São Paulo reúne-se periodicamente, e trata dos projetos hegemônicos das esquerdas latino americanas, buscando a dominação  no continente. 

"DEMOCRACIA" NA VENEZUELA

Na Venezuela, o governo , insatisfeito com a vitória por cerca de 2% de diferença, agora quer de todo o jeito incriminar e prender o principal oposicionista Capriles, acusando-o de fascista, e de ter massacrado inúmeros militantes governistas nas eleições. Aconteceu justamente o contrário.
Hoje na Venezuela os oposicionistas são tratados como marginais, e tanto no serviço público, como nas estatais os eleitores oposicionistas estão sendo implacavelmente perseguidos. Este é o caminho natural do populismo. No Brasil é preciso mobilização, e um recrudescimento do discurso oposicionista, apontando os perigos das pretensões totalitárias do PT e sua gangue. Nunca neste país a democracia esteve tão a perigo. O que esta gente quer implantar no país ,faz das ditaduras que aconteceram na nossa história como brinquedos de criancinhas. Por isso, quem apoia um cacareco desses não passa de um reacionário de marca maior. Também, pelo menos espero, o Brasil não é nenhuma Venezuela, nem tampouco felizmente virou uma Argentina, onde o povo ainda cultua corruptos como Perón e sua indefectível Evita, então intitulados pai e mãe dos pobres respectivamente.
O governo venezuelano imediatamente teve apoio do governo petista, em que pese as acusações de corrupção no pleito presidencial. A Venezuela sofre com a violência, com a inflação, com o desabastecimento além da endêmica corrupção. Se o povo e os políticos realmente democráticos não acordarem, o Brasil de Dilma e do PT vai inexoravelmente no mesmo caminho. Vade retro satanás!

Nenhum comentário:

Postar um comentário