sábado, 30 de outubro de 2010

ATÉ QUE ENFIM




Nunca neste país houve uma eleição tão fria. Dois candidatos sem carisma , uma laranja. Se não der zebra, teremos um governo que será um prato feito para a mídia. Certamente por isso, setores petistas, a começar pelo próprio presidente, querem controlar a liberdade de imprensa. Mas aqui não é a Venezuela nem a Argentina. O candidato das oposições terá no mínimo, quarenta por cento dos votos. Ponto para a democracia. O presidente não vai deixar o palanque. Aliás, ele não governou de palanques e clarques? Dilma ganhando, será seu terceiro mandato. Para o bem, ou para o mal.




OPOSIÇÕES

Aécio, o Neves, despontará como a maior liderança das oposições. Diferentemente de Serra, tem carisma, e sabe fazer política. Aliás, o Brasil precisa urgentemente de um partido verdadeiramente liberal. Afinal, precisamos de capitalismo, como Gramsci chamaria de capitalismo livre-concorrencial. Nosso estado há séculos foi privatizado, desde a colonização portuguesa. A união do velho patriarcalismo, com o patrimoinialismo. Um partido liberal moderno, dinâmico e essencialmente urbano, com base nas classes médias, sobretudo as nascentes, filhas do plano real de Fernando Henrique. Senão ficaremos eternamente escravos do endeusamento do estado , o pai do atraso e da corrupção do país.



PRIVATIZAÇÃO



É preciso vender o que resta de empresas estatais. Faltou gente na campanha para defender o liberalismo , fundamental para o crescimento econômico, ético e moral de uma nação. Ainda estamos longe disso, apesar dos avanços na área econômica e na política com a democracia. Abaixo PETROBRÁS, Banco do Brasil, INFRAERO, Banco do Nordeste, e todos os cacarecos que infestam a vida dos brasileiros. Por um serviço público essencialmente profissional e republicano.



REFORMAS



Dentre as reformas capitalistas, precisamos de uma reforma tributária, federativa, judiciária, previdênciária, sindical, para desvincular os sindicatos mafiosos do estado, trabalhista educacional, e muitas coisas mais. Lula não fez nada, apenas aumentar os gastos públicos. Inchou a máquina estatal, aumentou salários, para o próximo presidente pagar, claro. De carta forma Lula foi um liberal, deixando a macroeconomia nas mãos do banco central , de orientação liberal/conservadora, o que lhe salvou o mandato, dando-lhe a popularidade que tem no momento. Isso já comaça a ser história. Deixar levar, deixar fazer. Menos mal.


CAPOEIRAS

Uma falsa polêmica correu a cidade de Capoeiras recentemente. Ao construir uma creche no campo de futebol da cidade, a prefeitura argumentou a prioridade a creche, sobretudo por sua localização, e neste sentido seria mais importante do que o campo de futebol. Ora bolas, tanto o campo como a creche são necessárias para a comunidade, não é prefeito Dudu? Aliás, a prefeitura devia mesmo encher o município de campinhos de futebol, obras de baixo custo e de grande alcance social, pois tira a juventude do àlcool e das drogas, que afinal são quase a mesma coisa, e uma é caminho da outra. O povo quer creches. Também campos de futebol, não só um, o oficial. Campos de futebol para os meninos e as meninas, nas periferias da cidade e também na zona rural. Alô, Roberto Almeida! Cadê você? Vamos construr campos de futebol para o povo. O povo merece, campos para todos!

 

                   CAPOEIRAS PELADA


Capoeiras também precisa urgentemente uma campanha pela arborização da cidade. Será que o povo de lá não gosta de Árvores? Num sol de meio dia, é dificil por lá se abrigar. Vamos plantar árvores por toda a cidade! Alô Dudu, alô Roberto Almeida? Cadê as árvores da cidade, será que árvore também não é cultura? Aliás, tem-se que cuidar da urbanização da entrada da cidade, que aliás, vai ser o lugar mais bonito da mesma. É preciso cuidado, e sobretudo planejamento. Bota a boca no trombone, velho amigo Sulipa!
Vamos fazer uma campanha pela arborização de Capoeiras!

5 comentários:

  1. Tivemos a ditadura militar, onde quaze
    tudo era Censurado. Hj estamos no extremo oposto, tudo é permitido. Até
    os jornalistas são livres, porém castrados pelas tvs comerciais.
    Há que se buscar um equilibrio entre esses dois polos !
    Em nome da liberdade de imprensa, continua o monopolio das tvs comerciais,
    o velho coronelismo elitista ou as donas das tvs são as igrejas(que não deve se meter em
    politica) onde os debates e as pesquisas de opinião de voto são totalmente manipuladas, por um IBOPE, que nunca se vê nas ruas, para que vc vote em quem eles querem e tudo continue na mesma, o BRASIL, continue o mesmo.
    Tudo que não tem LIMITE, vira BAGUNÇA.
    Em nome da liberdade de imprensa,
    nossos lares são invadidos por programas policialescos, algumas vezes no
    horário de almoço, ultrapassando a classificação. Ainda gritam: - tirem
    as crianças da sala !
    Tudo que não tem LIMITE, vira BAGUNÇA.
    Graças a Deus temos a INTERNET, o VERDADEIRO VEICULO DE OPINIÃO PUBLICA.

    Em governos onde há privatizações,
    só aumenta, aínda mais as distâncias entre os pobres e ricos.
    Aleida Guevara - no Sala de Notícias da Tv Futura HJ, as 14:30 com reprise as 20:30 hs.

    Vivênciei, o programa falido: toda criança na
    escola + aprovações automaticas = crianças totalmente despreparadas, do Governo anterior.

    Já em governos onde há muitas CPIS, é onde se roubou
    muito: $ na cueca, $ na meia, Valerioduto, caixa 2 como "normal" uso do
    cartão corporativo do governo "normal" Pra mim isso se chama:
    - ROUBANDO O POVO!

    Por isso: nem SERRA e nem DILMA. DEUS NOS LIVRE !

    O bom seria se todo o BRASIL, anulasse o seu voto. O que eles iriam fazer ?
    Seria a resposta dos Brasileiros a classe politica. Demonstraríamos que no
    Brasil, aínda tem gente: HONESTA, ÉTICA E TRABALHADORA. O Brasil seria
    manchete nos jornais internacionais. Isso SIM, seria uma boa resposta, e não o Tiririca.

    ResponderExcluir
  2. Assisti, um debate, da tv Brasil,o programa Tem a Ver. E esta é a minha opinião sobre a liberdade de Imprensa:
    Em nome da "liberdade de imprensa",
    nossos lares são invadidos por programas policialescos, filmagens de cadaveres,com entrevista de adolescentes usuarios do crak, desrespeitando os direitos humanos pela falta de sensibilidade da situação do individuo enfermo, além é claro de explorarem e incutirem aínda mais medo a população. Em um desses programas um aluno do curso de comunicação foi ameaçado por dizer a verdade, numa pesquisa de campo. Algumas vezes no
    horário de almoço, os tais programas, ultrapassando a classificação. Ainda gritam: - tirem as crianças da sala !

    ResponderExcluir
  3. Professor, o PT nunca quis esconder seu ódio contra a imprensa livre e em nome de uma '' democratização da mídia'' como eles chamam a censura, esconde suas reais intenções. É um partido de cunho autoritário, stalinista por excelência, que o diga o Franklin ''sequestro'' Martins, que cria as tais conferências de mídias visando subjugá-las depois. Onde não há imprensa livre, não há democracia. Onde se filtra o que o povo tem de ler ou ver, é autoritarismo, sim. Calmamente, o PT vai minando as instituições e sorrateiramente encaixa aqui ou ali uma proposta à la Cuba, onde as pessoas só lêem o que os Castro deixam. Penso que já há algo pra punir a imprensa: o judiciário. Se ela comete crimes, justiça nela. O que nada tem a ver com filtros ou censura prévia. É abominável. Sobre a oposição, conseguiu 74 milhões de votos no 1º turno(Serra e Marina). Daí não sei como se consegue dá tanta popularidade ao Lula nesses institutos de pesquisa. Se fazem um filme sobre 'O cara'', ninguém ver, se abre um evento esportivo( Pan do Rio) é vaiado. No contar das urnas, a oposição tem mais votos. Interessante. Quanto às propostas, o atual governo é muito bom em bazófia e trololó. É melhor de garganta do que de cérebro ou ação. Nunca antes nesse país as ferraduras brilharam tanto, e nos cargos mais altos da República.

    ResponderExcluir
  4. Nunca antes nesse país as ferraduras brilharam tanto, e nos cargos mais altos da Republica !
    kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Capoeiras infelizmente sofre um retrocesso, diga-se de passagem a questão do campo de futebol, em vez de aumentar o mesmo com arquibancadas e vestiários, simplesmente ADEUS campo, é uma visão retrógrada e diga-se de passagem, lugar em Capoeiras para a construção de uma creche é que não falta! Viva a mudança do novo Governo, quem foi que disse que nada ia mudar aqui?

    ResponderExcluir