sexta-feira, 2 de agosto de 2019

A ESPIONAGEM ESQUERDISTA DEU ERRADO - RAFAEL BRASIL

Imagem relacionada


Afinal, o que tinha tudo pra dar errado, deu mesmo. E de onde nada se espera, não sai nada mesmo, só pilantragem, no caso dos hackeres, e de Verdevaldo, um pilantra a serviço da ORCRIM. O plano, de execução complexa e coordenada era simples: Desmoralizar Moro, odiado pelos juízes das supremas cortes, dos políticos com medo da lava jato, e dos esquerdistas, claro, enfraquecer o governo e soltar Lula, juntamente com uma carrada de bandidos, cerca de 170 mil. Todo sistema corrupto urdia, matreira e silenciosamente, mas com coordenação. Só que, felizmente, só fizeram trapalhadas, e como diria Garrincha, não combinaram com os adversários. O povo e a verdade limpa e cristalina, fizeram a diferença.
O tal de Verdevaldo  antes  fez uma entrevista com Lula, claro, da cadeia, preparando o terreno da narrativa de perseguido político.  Depois as gravações dos áudios, com o acolhimento favorável dos ministros do STF, além de forte pressão midiática, noves fora as redes sociais, estas independentes e incontroláveis, pelo menos por enquanto. Resultado: As gravações nada mostraram, antes pelo contrário, reforçaram a impressão de que Tanto Moro, como Dallagnol agiram em conjunto para ajustar às investigações visando prender bandidos. Nada de mal. Apesar de Moro sofrer constrangimentos horríveis, ao ser inquirido pelos bandidos do PT e aliados, no senado e na câmara. Um show de paciência, e pior: ministros do STF se movimentando para colocar tudo sob suspeita e soltar Lula, mesmo com a ilegalidade das gravações. Aliás, ainda nem resolveram a pendenga da condenação em segunda instância.
Em poucas palavras, Moro saiu mais forte, com o povo nas ruas se manifestando por ele e contra a safadeza e a corrupção além da violência, nosso maior problema. Com a prisão dos rackeres fulêiros em São Paulo, descobriram a ligação deles com Manuela D'Ávila, candidata à vice presidência justamente pelo PT. A moça é do stalinista e maoísta PC do B, um dos maiores cacarecos políticos da nossa história. E o pior: Rackearam os juízes e o escambau. Bom para o Brasil, mas durante este grande imbróglio, teve a delação de Palocci, sem nenhum destaque pela mídia. Jogaram 500 bi no lixo, justamente mais da metade do dinheiro que se pretende economizar com  a reforma da previdência, e para atender os planos de expansão da tal de revolução socialista seguindo estratégia do Foro de São Paulo. Mas esta história ainda vai render, e reforçar o caráter criminoso da ORCRIM e seus tentáculos em todo aparelho de estado. Vamos acompanhando o show de safadezas, e mais importante: As mudanças na sociedade brasileira e o caráter na nossa revoloção, democrática liberal e republicana. Pela primeira vez em nossa história. Saravá! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário