sexta-feira, 16 de março de 2018

O DIABÓLICO USO POLÍTICO DA MORTE PELA ESQUERDA - CLÁUDIA WILD

Resultado de imagem para MORTE DA VEREADORA NO RIO ESTA SEMANA


O que a imprensa engajada, a esquerda e os aparelhos estatais estão fazendo - no sentido do uso político de uma única morte como tantas outras neste país - causam engulhos.
O Brasil é um país de fartíssima violência. A culpa pela explosão da violência, nas últimas décadas, é EXCLUSIVA da esquerda e seus fiéis escudeiros. A esquerda esteve no poder, tratando de adotar políticas para privilegiar criminosos e desestimular suas punições. Fez isso com os efusivos aplausos da imprensa camarada e do aparelho “humanitário” estatal.

Tal qual cínicas carpideiras, agora debruçam sobre um conveniente cadáver para - ao invés de fazerem uma mea-culpa - aproveitarem-se politicamente da tragédia e dela alavancar uma pauta política, que pretende não só dar continuidade na delinquência nacional como também aniquilar a Polícia Militar do Brasil - uma meta ainda não atingida.
No Brasil, quase 70 mil brasileiros/ano, são assassinados. Vítimas anônimas e que nunca comoveram minimamente esta súcia dissimulada.
Mais de 150 brasileiros perdem suas vidas para o crime, DIARIAMENTE. O assassinato covarde desta militante da extrema-esquerda não é mais importante do que aquele ocorrido ontem no sinal de trânsito, ou no assalto à mão armada que não ganharam holofotes ou condolências nacionais.
A vítima Marielle Franco, infelizmente, deu causa direta ou indireta à sua precoce morte. Direta, caso esteja envolvida com elementos criminosos. Indireta, pois sua vida política foi sustentar um discurso maquiavélico que armou a bandidagem de astúcia e de audácia para o cometimento de crimes como o que ceifou sua vida. Seja ele o bandido que for, venha da onde vier, ele é um criminoso. Criminoso que sempre fizeram questão de adular e proteger.
Deixem de hipocrisia barata! Vocês são os responsáveis pela maioria absoluta dos crimes de homicídio no Brasil. A contribuição política dada foi decisiva para que o Brasil fosse tomado pelo crime. E agora fazem-se de solidários rogados - ávidos por justiça e punição exemplar aos autores do crime. A seletividade hipócrita no trato do lamentável episódio só mostra o quão baixos são. O quanto desprezam a vida daqueles que não servem para a causa defendida.
Malditos canalhas! Precisam apenas de um conveniente cadáver para chamar de seu.

3 comentários:

  1. Embora explorada politicamente por setores da putada petralha et caterva “incarnada” que um dia se chamou a autêntica esquerda brasileira, as manifestações em todo o país em protesto contra o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do seu motorista, Anderson Pedro Gomes são mais que necessárias.

    Conforme relata a Imprensa Viva(E NÃO OS BLOGS SUJOS!!!), Independente do uso político por parte dos picaretas do PT e PSOL, ativistas de esquerda, críticos da intervenção militar no Rio e de outros setores descontentes com as mudanças na cúpula das polícias no Estado, as manifestações, protestos e cobrança por parte da imprensa e opinião pública são cruciais no sentido de pressionar as autoridades para que busquem logo pelo esclarecimento do crime.

    Não apenas pelo fato de Marielle Franco ser mulher, negra e de origem humilde, mas também pelo fato de ser uma vereadora e ativista política atuante apesar de ter pertencido a um partido ranzinza daquele que nem... nem sai de cima... Será preciso esclarecer melhor as circunstâncias de sua morte, se seus assassinos estão ligados a milícias, traficantes, policiais corruptos ou grupos políticos, pois era justamente neste contexto que Marielle Franco estava inserida. Não há como ignorar tais fatos e tratar o caso como mais uma tragédia fruto da violência no Rio e no Brasil, como bem afirmou a imprensa viva, hoje, dia do sepultamento da vereadora Marielle do PSOL.

    Claro, que ninguém é bobo para não sacar que, Marielle Franco foi executada e tudo indica que se tratou de um crime de mando. Resta saber quem foram os mandantes. Políticos, policiais corruptos, criminosos ou grupos interessados em sabotar a intervenção federal no Rio?!?!?! Obviamente, em virtude das circunstâncias e do profissionalismo de seus executores, não se trata de crime passional, latrocínio ou qualquer outra modalidade de violência corriqueira.

    O caso Marielle Franco não pode se tornar mais um crime político, como foi o caso do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel. A diferença é que toda a ESQUERDA BRASILEIRA se calou sobre o assassinato do petista, que na época denunciava esquemas de corrupção do PT às vésperas da eleição do Seboso de Caetés, que nunca deu um PIU sequer a respeito do desaparecimento de Celso Daniel.

    Até os dias de hoje, a pilantragem dos representantes da esquerda escrota e ladrona finge ignorar este triste episódio, como se todos desejassem que Celso Daniel fosse logo esquecido, como acabou acontecendo. Nove testemunhas do caso foram assassinadas ou tiveram mortes suspeitas. O SEBOSÃO e seus subordinados foram apontados como mandantes do crime, mas o caso permanece insolúvel. Quer dizer, 9 vidas ceifadas naquele crime e a bandidagem petralha calada estava, calada continua...

    P.S.: - Tanto o crime do prefeito de Santo André como da vereadora do Rio de Janeiro, os dois, foram de uma monstruosidade de arrepiar. Como diz o jornalista Eduardo Simbalista: A morte de Marielle é EMBLEMÁTICA. No campo das emoções, é COMOVENTE. No altar das crenças, INACREDITÁVEL. No espaço do convívio social, INADMISSÍVEL. No campo da ética, IMORAL. No campo da lógica, IRRACIONAL. No da inteligência, BURRICE INCOMPREENSÍVEL. No campo da política, RETROCESSO. Para os aproveitadores de sempre, MAIS PROVEITO. Para os radicalismos, ESTOPIM. Para as instituições, UM RISCO.

    ResponderExcluir
  2. As ZISQUERDAS delinquentes são as que querem sapatear sobre uma defunta, assim como fez o Lula com sua própria esposa, com objetivos politiqueiros... Essas mesmas ZISQUERDAS nojenta e asquerosa vinham buscando esse cadáver desde 2016, quando a DILMA Doida foi chutada na bunda e, constitucionalmente, seu vice assumiu com aval do Congresso Nacional, É vergonhoso, mas estão comemorando a morte de um ser humano e utilizando esta tragédia como o ato político mais importante do ano.

    P.S1.: - EIS O CANTO OU PALAVRAS DE ORDEM DOS “DIZORDEIROS ZISQUERDISTAS”, ONTEM NA CANDELÁRIA, NO RIO: “Não acabou, tem que acabar; eu quero o fim da Polícia Militar”...

    P.S2.: - POR CULPA DA PETEZADA LADRONA, VIVEMOS EM PERÍODO EM QUE A DISPUTA É DE QUEM CONSEGUE SER MAIS IGNORANTE, QUEM CONSEGUE SUPERAR O OUTRO EM ASNEIRAS E IDIOTICES. ESQUERDA ESCROTA E DIREITA BURRA SE ESTAPEIAM NA LAMA DA IGNORÂNCIA, UM VERDADEIRO SHOW DE HORRORES.

    ResponderExcluir
  3. Vigarice moral ou autovitimização triunfante, este é o esporte predileto praticado pelos ZISQUERDISTAS. Afinal de contas, como escreve o jornalista Reinaldo Azevedo: “Não é de hoje que as esquerdas fazem hierarquia de vítimas e mortos, desde que isso possa servir à sua causa”. E mais: Esses papa-defuntos precisam de uma morta que seja, ao menos tempo, um “combo” de opressões para que, como dizem, “seu martírio não seja em vão”.

    P.S1.: - CUIDADO GENTE!!! TODO CUIDADO É POUCO COM ESSA BANDIDAGEM QUE SE DIZ DAS ZISQUERDAS. POIS, COMO AFIRMA O BOM E LÚCIDO JORNALISMO QUE AINDA EXISTE NO BRASIL(NÃO CONFUNDA COM OS BLOGS SUJOS QUE VIVEM A SOLDO!!!): O CONJUNTO É NAUSEANTE. ESSA GENTE É INCAPAZ DE EXPRESSAR O LUTO OU CHORAR A PERDA DE ALGUÉM. ANTES MESMO QUE POSSA DEMONSTRAR SOFRIMENTO, O CADÁVER É LOGO CARREGADO EM TRIUNFO EM NOME DE UMA CAUSA.

    P.S2.: - O CORPO DE MARIELLE SERVE À DISPUTA DE PODER. OS EXPLORADORES DE CADÁVERES ESTÃO POUCO SE LIXANDO PARA A DEMOCRACIA E O ESTADO DE DIREITO. O CORPO DE MARIELLE SERVE À DISPUTA DE PODER. NINGUÉM CONSEGUE FAZER UM CADÁVER RENDER TANTO COMO AS ZISQUERDAS. NÃO É DE HOJE. VEM DE LONGE. É DO TEMPO DO RONCA!!!




    ResponderExcluir