quarta-feira, 8 de novembro de 2017

PRESIDENTE PRECISA SABER DE ECONOMIA? RAFAEL BRASIL

Resultado de imagem para Mansueto almeida


Por não poderem chamar Bolsonaro de corrupto, agoira inventam nas redes sociais que o candidato não entende de economia. E Bolsonaro , um homem  sincero, diz mesmo que não entende. Fica a pegunta: Um presidente precisa ser um expert em economia? Claro que não. Evidente que não pode ser um ignorante total, mas um presidente tem que ser político e ouvir os sentimentos do povo. No Brasil das últimas décadas, o povo é secundário. O que vale para os políticos esquerdistas são os acadêmicos, os ditos doutores, os maléficos "engenheiros" sociais. Para estes o povo é burro, ignaro, e que precisa deles para alcançar a felicidade.
Um presidente deve ter linhas gerais, e apontar na direção do desenvolvimento nacional. E ter uma  equipe competente, com especialistas em cada área. Além de honestidade e vontade política.
Ontem Bolsonaro calou a boca de quem o acha um ignorante em economia. Acenou para o mercado o nome de Mansueto Almeida que integra a equipe econômica de Temer, e é um dos melhores quadros do país. Sabe profundamente as distorções do estado brasileiro e o caminho das reformas. O resto é farofa. Gol de Bolsonaro, agora o mercado, ou seja os agentes econômicos, sabem que ele aponta para o desenvolvimento do capitalismo, da abertura econômica e da segurança e respeito aos contratos. 
Antes acenou para uma maior e significativa aproximação com os Estados Unidos, e redirecionar completamente nossa falida, porque ideologizada, política externa. Existe algo de ruim ou errado nestes direcionamentos? Antes pelo contrário: A sinalização calou a boca de muitos liberais que torcem o nariz para o candidato conservador. O primeiro realmente de direita, desde a redemocratização. Os outros pertenciam a velha e surrada direita patrimonialista, como Sarney e companhia. E que foi serviçal do petismo.
Afinal, se entender de economia fosse um pré requisito, Lula nunca teria sido presidente. Ele entende de economia como eu de engenharia espacial. Mas no primeiro governo, montou uma boa equipe, e fez um bom  governo porque , dentre outras coisas, era conservador em muitos aspectos. Depois, no segundo mandato, e depois com Dilma, colocou a esquerda no comando da economia, e deu no que deu. Quebraram o país.
O problema de Dilma, é que ela se achava a tal. Foi  apresentada como a gerentona. Ela pensava que sabia alguma coisa, este era o perigo. Aliás, escrevi sobre isso há pelo menos uma década atrás. Vai ficar na história com  a pior presidente que o país já teve. Quem duvida?

2 comentários:

  1. Não concordo que ela tenha sido pior do que José Sarney. E pior do que ela tá sendo o golpista Temer.

    ResponderExcluir
  2. Teria que entender de saúde, de educação, de agricultura...

    ResponderExcluir