quarta-feira, 26 de julho de 2017

Privatização da Petrobras evitaria aumento de impostos da gasolina por mais de 20 anos By Camilo Caetano

Privatização da Petrobras evitaria aumento de impostos da gasolina por mais de 20 anos

   
Entre 2001 e 2016, a Petrobras recebeu mais de R$ 100 bilhões do BNDES, banco que utiliza recursos dos pagadores de impostos para financiar empreiteiros e amigos de políticos. Além disso, para cobrir o rombo causado pela corrupção, a estatal também recebeu do governo Dilma Rousseff, em 2014, mais R$ 18 bilhões de reais. Sabe quanto o brasileiro ganhou com isso? Nada. Basicamente o brasileiro tem que pagar duas vezes, uma pelos investimentos da estatal e outra pelos prejuízos causados pelos mesmos.

Mas o que aconteceria se a Petrobras fosse uma empresa privada em um ambiente de livre mercado? Basicamente o contrário. Nenhum brasileiro teria que financiar os investimentos da empresa, afinal, se petróleo dá lucro, ela mesmo conseguiria crédito privado para exploração do produto, sem necessidade de dinheiro público. Por outro lado, se a empresa der prejuízo, os acionistas teriam que vender suas ações para pagar suas dívidas e não pedir socorro ao estado, como acontece com a Petrobras.

Se a estatal hoje se comportasse na lógica de uma empresa privada, ela teria que vender todos seus ativos (privatizar) para quitar a dívida com o Tesouro e BNDES. Mas o governo faz o contrário e permite que a estatal cobre mais caro pela gasolina para quitar a dívida ou parte dela. Além disso, o governo ainda adiciona os impostos para poder pagar parte dos repasses contínuos às estatais.

Não ficou claro? Veja bem: O governo não tem dinheiro e, mesmo sem ter, empresta para a Petrobras. A estatal, por sua vez, precisa pagar os juros de sua dívida e repassa para o preço da gasolina. E finalmente, para fechar a conta, o governo aumenta impostos da gasolina para quitar o rombo causado devido a esses repasses. Conclusão, os brasileiros pagam mais caro pela gasolina para manter a empresa estatal e ainda paga mais impostos ao governo para cobrir o seu rombo.

O governo Michel Temer pretende arrecadar com o recente aumento de impostos da gasolina cerca de R$ 10 bi por ano dos brasileiros, dinheiro que poderia ser pago pela própria Petrobras. Afinal, quem deu prejuízo ao governo é a estatal e não os brasileiros. A venda dos 60% de ações do governo federal (50% do Tesouro e 10% da BNDESPar) na Petrobras poderia arrecadar mais de R$ 200 bi, dinheiro equivalente a mais de 20 anos de arrecadação da nova taxa da gasolina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário