quarta-feira, 24 de maio de 2017

REI MORTO, REI POSTO - RAFAEL BRASIL

Resultado de imagem para charges sobre a queda de temer


Temer morreu, e esperneia para sair e não ser preso. Costura-se uma acordão para aliviar a barra do presidente, o breve. Brevíssimo, diga-se de passagem. Na verdade este acordão é ansiosamente esperado por quase toda a policicalha que conta. Todos se beneficiariam, pois todos estão envolvidos com roubalheiras mil, a maior rede de corrupção jamais conhecida num país pretensamente democrático. Eis o problema. 
Dentre os candidatáveis, surgem nomes dos mais variados naipes. Desde Rodrigo Maia, um exemplo de mediocridade política, além de estar envolvido com subornos, a presidente do STF, Carmem Lúcia, e até Pedro Parante um competente técnico e administrador.
Vamos ver como vai se dar esta articulação. O importante é que as reformas sejam encaminhadas, e com uma competente comunicação com a sociedade.
Aliás precisamos de um Marcílio Marques Moreira, que durante o vácuo do impeachment de Collor, levou o barco da economia brasileira, naquele tempo contaminada por uma inflação sem fim. Marcílio negociou a dívida externa, abrindo caminho para a implantação do plano real que deu a vitória a Fernando Henrique Cardoso. É isso aí. Apesar dessa gente o Brasil continua funcionando e não vai morrer. Como anseiam os comunistas de sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário