terça-feira, 9 de maio de 2017

O MAOÍSTA DEMOCRÁTICO NO CIRCO PETISTA. SÓ NO BRASIL MESMO - RAFAEL BRASIL

Resultado de imagem para joão pedro stédile
STÉDILE FANTASIADO DE CAMPONÊS. ESTE NUNCA PEGOU NUMA ENXADA. QUEM DUVIDA?


No circo montado pelo PT em Curitiba tem de tudo. Até maoísta democrático. Parece piada, mas não é. O chefe do MST, um sujeito chamado João Pedro Stédile, vai dar uma palestra sobre democracia.
Stédile é maoísta, que foi o maior tirano da história da humanidade. Pior do que Hitler. Mao matou, ou de fome, ou de morte matada, cerca de 75 milhões de pessoas. Mandou torturar em praça pública e matar centenas de milhares de intelectuais e professores. Matava impiedosamente seus desafetos dentro do PCC , o temível partido comunista chinês. Era pedófilo comprovado. Enfim um crápula assassino dos piores. Mas no Brasil ainda há quem admire este facínora. E faça sucesso.
Stédile também ama o chavismo. Já fez entrevistas na Venezuela apoiando o governo Maduro, afinal é um internacionalista proletário, ou camponês, seguindo o "belo" modelo chinês. Também ama o regime cubano e pasmem: O da Coréia do Norte.
Para essa gente, democracia é a ditadura do partido comunista,  liderada por gente como ele. Que se diz portador do futuro redentor das massas oprimidas pela burguesia e o capitalismo cruel. Pois é. É o que a esquerda tem para oferecer. Junto com padres de passeata, que querem transformar Jesus num facínora como Che Guevara.
Como diria Ferreira Gullar, estamos no Brasil. Estamos na America Latina. Esquerdismo e populismo tem sido, ao longo do último sáculo, nossa desgraça. É triste já quase na metade do século XXI ainda termos gente assim. E com seguidores, inclusive a maioria dos ditos acadêmicos. Pode?

Nenhum comentário:

Postar um comentário