domingo, 16 de abril de 2017

Os políticos que mais receberam da Odebrecht - com O Antagonista

Os políticos que mais receberam da Odebrecht


Entre os políticos, Sérgio Cabral é o campeão do propinoduto da Odebrecht. Com base nas delações já divulgadas, Zé Cabra recebeu R$ 97,9 milhões, segundo o Estadão.
O jornal também destacou os políticos que aparecem entre os dez primeiros receptadores: Guido Mantega, com R$ 93 milhões; Aécio Neves, com R$ 65,5 milhões; Eduardo Paes, com R$ 47,7 milhões; e Gilberto Kassab, com R$ 41,2 milhões.
Completam a lista dos 20 maiores receptadores de propina da Odebrecht, segundo o Estadão: José Serra, Antônio Palocci, Blairo Maggi, Romero Jucá, Eduardo Cunha, Valdir Raupp, Luiz Fernando Pezão, Geraldo Alckmin e Julio Lopes. Nestes casos, o jornal não relacionou os valores que cada um recebeu.

67% das propinas ficaram com 20 pessoas

Vinte pessoas concentraram 67% das propinas pagas pela Odebrecht, segundo levantamento do Estadão. O campeão é o lobista José Amaro Ramos, que recebeu 40 milhões de euros (pouco mais de R$ 130 milhões).
Ramos intermediou um contrato da francesa DCNS com a Marinha, para a construção de cinco submarinos, incluindo um nuclear. As embarcações seriam construídas pela Odebrecht. A propina foi delatada por Benedicto Júnior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário