terça-feira, 6 de dezembro de 2016

SENADO. SAI UM BANDIDO, ENTRA OUTRO - RAFAEL BRASIL

Resultado de imagem para charges sobre renan calheiros

Muitos contavam com a ajuda do mais do que sem vergonha Renan, para a votação da PEC do corte de gastos. Agora entra o meliante Jorge Viana, que quer afundar o país, como manda seu partido em vias de extinção, o PT. É indiscutivelmente  gente da pior laia. Se essa PEC não for aprovada  o país entra em depressão com a quebradeira definitiva do estado.
Aliás o governo federal só está pagando o funcionalismo porque pode emitir títulos da dívida, o que os estados não podem fazer. 
Com a quebradeira do estado, deixam de receber barnabés e marajás. Aí se lascam todos o que afinal não é do interesse de ninguém a não ser dos meliantes da quadrilha petista e apoiadores.
E as investigações e delações continuam. O povo está atento e o afastamento do cangaceiro de Alagoas, que quis desesperadamente melar o jogo, desfavorável a ele e a maioria dos políticos e se deu mal. Agora é a bola da vez para passar uns tempos preso em Curitiba. 
E com o resultado das delações da odebrecht, vai muita gente em cana. E o povo está atento nas redes sociais. As manifestações continuam, e de uma forma absolutamente ordeira e pacífica. Viva o povo brasileiro. mas a paciência tem limites. 
O governo está apreensivo por causa da segunda e definitiva votação da PEC do limite de gastos no senado, apinhado de gente da pior qualidade, com raras e honrosas exceções. Vamos ver. Depois a reforma da previdência, onde vários grupos, inclusive o judiciário querem manter os privilégios. É o velho corporativismo corroendo o país. É o chamado estamento burocrático do estado lutando para manter os inúmeros privilégios. Nada de novo. Mas agora tem o povo nas redes sociais. É isso aí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário