sexta-feira, 11 de novembro de 2016

BOLSONARO É FASCISTA? - RAFAEL BRASIL

BOLSONARO É FASCISTA? - RAFAEL BRASIL

Resultado de imagem para bolsonaro 2018


É quase unanimidade na mídia e nos meios "intelequituais" acadêmicos nacionais, com raras exceções, claro, que Bolsonaro é fascista. Besteira e ignorância. Bolsonaro é conservador. É contra a agenda esquerdista, a dita politicamente correta. E por ser contra esta agenda é chamado de fascista. Assim como qualquer direitista e até os tucanos do PSDB.
Afinal, quem não defender o aborto, o gaysismo, a liberação total das drogas, a ideologia de gênero e outras sandices mais, é considerado como um perigoso fascista. Ainda mais se for cristão. Cristão para esquerdista só presta os da teologia da libertação, e outros protestantes que seguem linha semelhante. Em  suma ser cristão é pecado, pois, afinal, para essa gente o cristianismo é opressor, principalmente à sexualidade, e é um instrumento histórico da dominação branca, ocidental e imperialista, desde a expansão européia do século XV. Todos os povos eram santos, dominados. pelos demônios cristãos. É assim que dizem nas escolas, afinal.
Bem , mas o que é fascismo? Qualquer professorzinho de história devia saber, seguindo preceitos de Edgar Morin e Gilberto Freyre da busca pela inter e multi disciplinaridade, sobretudo nas chamadas ciências humanas. Ou seja um tiquinho de conhecimento do que se convencionou chamar de Ciência Política.
Fascismo é um fenômeno caracteristicamente  europeu, depois da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), e da baita crise que se seguiu. Sucintamente, tem como caraterísticas básicas, um movimento militarizado, com muitos paramilitares violentos, como os famosos e temíveis camisas pretas de Mussolini e das SA hitleristas. E tem uma ideologia nacionalista xenófoba, e prega a proeminência total do estado e do partido sobre o indivíduo e a sociedade. Tudo a ver aliás com comunismo, afinal Mussolini surgiu do movimento socialista, e o partido nazista se autoproclamava, socialista dos trabalhadores alemães. É mentira? Pois que vão pesquisar, ora bolas. A internet está aí.
Bolsonaro é conservador e pautou sua carreira política obedecendo rigorosamente às instituições democráticas, pois é paramentar há tempos. No congresso lutou contra esta pauta esquerdista, e ainda foi acusado de defender o estupro, quando foi o único a propor uma lei aumentando as penas para os estupradores.
 É contra o gaysismo militante, o que muitos homossexuais  são,  e contra a adoção da ideologia de gênero nas escolas, àquela "teoria" de que a questão de gênero é uma questão subjetiva , pessoal e psicológica. Ou seja o homem não nasce macho e fêmea, mas foi condicionado pela sociedade opressora, cristã e capitalista a assumir este papel.
Porém, cadê as falanges do Bolsonaro? E suas hordas como os Black Blocks, estes mais afeitos ao fascismo, e elogiado por artistas como Caetano Veloso, dentre outros?
Bolsonaro é meio truculento é acusado de defender torturas e torturadores. É uma visão controversa, pois o mesmo refrete a visão dos militares que lutaram contra om terrorismo esquerdista. Eles não brigaram pela democracia, mas pela ditadura comunista, até esquerdistas como Gabeira já relataram e discutiram exaustivamente  a questão. E o Brasil estava longe de ser um regime fascista. Era autoritário, mas nunca foi fascista. Aliás quem mais se aproximou do fascismo foi Getúlio, cantado em verso e prosa pelos livros didáticos esquerdistas. É que antes de morrer, Getúlio se aliara aos comunistas e seus herdeiros remanescentes se identificariam desde já com as esquerdas. Sacaram a lógica dessa gente?
Enquanto escrevo Bolsonaro tem cerca de 5% dos votos. É desconhecido pela maioria da população neste vácuo político que nos encontramos. Se baterem nele pode crescer, como diria Ulysses Guimarães. 
E o povo é conservador. Acha, tal qual como Bolsonaro, que bandido bom é bandido morto. Cruel, mas o povo pensa assim quando a violência chegou a limites do insuportável. 
Muitos não gostam, sobretudo as "zelites" pensantes, mas o povo é conservador. E como não é corrupto, a candidatura dele pode vingar. Por isso espumam de raiva e bufam chamando-o de fascista. Muitos por não saberem o que diabo isso significa. Mas professores de História afirmarem tais coisas só se for por ignorância ou cegueira ideológica. Para os primeiros, estudar mais. Para os segundos tabica de goiabeira neles! E afinal não são essas pessoas que apoiaram e apoiam as piores ditaduras,como a cubana e venezuelana? Ore vejam...Vão estudar! E debater democraticamente, e não ficar repetindo tolices. Isso é burrice e idiotice. Que esse gente vá catar coquinhos. Ora bolas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário