quarta-feira, 26 de outubro de 2016

PROFESSOR QUE APÓIA INVASÃO DE ESCOLA DEVIA DER DEMITIDO - RAFAEL BRASIL

Resultado de imagem para professores e alunos invadem escolas


Um absurdo ver professores apoiando, o que já é uma desgraça em termos de inversão de valores, a invasão e ocupação das escolas, mais ainda são os que incitam. Estes deviam, não só ser demitidos, mas terem suas licenças profissionais pelo menos suspensas, depois de uma retratação pública. Professores defendendo a depredação do espaço público é no mínimo a incitação à violência nas crianças e adolescentes. Isso é coisa de professor? É coisa de bandido. Simplesmente.
Dentre os professores, também estão inclusos os universitários. Estes são os piores, pois são os doutrinadores. Certamente boa parte nem sabe doutrinar, pois dizem que capitalismo é atraso. O velho Marx daria tabicadas nessa gente que nem leu direito o manifesto comunista, que justamente exalta a grande revolução das forças produtivas com o capitalismo. 
Aliás, por falar em tabicadas, muitos deveriam ficar de castigo em caroços de milho e vestidos com chapéus de burro. Com todo o respeito aos equinos, claro.
Na verdade o que conta é a ideologia comunista que infestou todos os ambientes da educação nacional. É esta elite criminosa que quer impor sua agenda à sociedade que no fundo odeia. O povo quer ordem. Todo mundo quer ordem e trabalho. Já não bastam, as absurdas greves e o dinheiro mal aplicado. Dizem defender o povo, mas o pobre é quem se lasca.
Nas escolas privadas o ensino também é ruim. Mas por que os professores não invadem nem depredam? Óbvio. Nestas escolas se seleciona não só professores , mas alunos. Quem não quer trabalhar e estudar, fora. É assim que funciona. E quem quer, pode chegar a postos mais altos e ganhar mais. E os alunos que querem, claro, saem ganhando. Simples assim.
Este horrendo movimento é um dos últimos bastiões da esquerda radical  que também tinha privilégios na máquina estatal. E desde antes do petismo já aparelhavam as instituições educacionais, inclusive as privadas. Eu mesmo participei disso já no final da década de 70. E na Universidade católica, TODOS os professores já eram esquerdistas. E o mais radicais e ilustrados eram os padres jesuítas. É isso aí. Este povo nunca teve qualquer preocupação com educação. Para eles só vale o partido e a tal de revolução. Que NUNCA deu certo em lugar algum. Deu aqui? Eis a pergunta. Bem mas muitos dirão que ainda não fora implantada a ditadura dos iluminados. Menos mal. Vade retro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário