terça-feira, 24 de maio de 2016

José Dirceu é principal alvo de nova fase da Lava Jato


José Dirceu é um fenômeno da ilegalidade. Preso pela ditadura por terrorismo, preso na democracia pelo Mensalão, preso novamente na democracia pelo Petrolão, e ainda há muito a ser descoberto.
A 30a fase da Lava Jato, batizada de “Vício”, investiga a possibilidade de terem ocorrido pagamentos de R$ 40 milhões em propina a partir de contratos fraudulentos com fornecedoras de tubo, que chegam a R$ 5 bilhões. José Dirceu e Renato Duque seriam os organizadores do esquema.
Segundo a PF, são cumpridos dois mandados de prisão preventiva, 28 de busca e apreensão e 9 de condução coercitiva. O MPF diz que uma construtora de fachada foi usada para os pagamentos ilegais,  incluindo a utilização de transferências no exterior para uma offshore controlada por operador financeiro como mecanismo de ocultar rastros da propina.
José Dirceu foi presidente do Partido dos Trabalhadores entre 1995 e 2002. É uma figura histórica do partido que ainda goza de imenso prestígio. Apesar de condenado a quase 8 anos de prisão no Mensalão e mais 23 anos pelo Petróleo, José Dirceu nunca foi expulso do PT. Mesmo estando na cadeia cumprindo pena pelo Mensalão, Dirceu recebeu milhões dos esquemas fraudulentos na Petrobras. Não há notícia sequer de abertura de processo por tudo isso na comissão de ética do PT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário