terça-feira, 29 de março de 2016

OS PINGOS NOS IS – Eles e Nós - Reinaldo Azevedo

OS PINGOS NOS IS – Eles e Nós


3 comentários:

  1. O juiz Sérgio Moro enviou ofício ao Supremo Tribunal Federal (STF) no qual pede "respeitosas escusas" à Corte por ter retirado o sigilo das escutas telefônicas envolvendo o ex-presidente Lula e autoridades, incluindo a presidente Dilma Rousseff; "Diante da controvérsia decorrente do levantamento do sigilo e da r. decisão de V.Ex.ª, compreendo que o entendimento então adotado possa ser considerado incorreto, ou mesmo sendo correto, possa ter trazido polêmicas e constrangimentos desnecessários. Jamais foi a intenção desse julgador, ao proferir a aludida decisão de 16/03, provocar tais efeitos e, por eles, solicito desde logo respeitosas escusas a este Egrégio Supremo Tribunal Federal", escreveu; no entanto, Moro não pede desculpas a Dilma que teve o Palácio do Planalto cercado no dia do vazamento do grampo e nem a Lula, que teve a nomeação brecada.

    Para os leigos,o que significa Pede "respeitosamente escusas".Ora deveria dizer para o matuto entender pede "respeitosamente desculpas" por ter causado um grande estrago na vida pessoal e política do LULA E DA DILMA.

    Tal fato fosse nos Estados Unidos e País Europeus,já estaria preso.Pagaria com a mesma moeda pela ação coercitiva que praticou contra o Lula em 03 de março de 2016 favorecendo assim a REDE GLOBO,O GLOBO,ESTADÃO,FOLHA DE SÃO PAULO e todos os meios de comunicações atingirem frontalmente as pessoas do LULA E DA DILMA,o governo e a economia brasileira.O prejuízo foi da besta fera pra dentro.Mas o troco virá nas manifestações de 31 de março de 2016 em todo o Brasil contra os golpistas.

    ResponderExcluir
  2. Instituto Lula divulgou nesta terça-feira uma nota em três idiomas (português, inglês e espanhol) para rebater as suspeitas levantadas contra o ex-presidente pelo Ministério Público e pela Polícia Federal: ‘O ex-presidente Lula não é réu, ou seja: não responde a nenhuma ação judicial que o acuse de ter praticado algum crime. Levar o ex-presidente Lula ao banco dos réus é, sim, o objetivo da plutocracia, do mass media e de agentes partidarizados da Polícia e do Ministério Público, que representam exceções dentro destas Instituições’, afirma o ex-presidente.

    ResponderExcluir
  3. Vá defende quadrilha no inferno. Na carta de Moro ele explica que a transparência é o melhor remédio e que é melhor arcar com os problemas políticos do que manter o processo em segredo. Aprenda ler rapaz, você ainda não sabe. E por que permanece anônimo? Tem medinho de quê?

    ResponderExcluir