quinta-feira, 23 de julho de 2015

Financial Times: A podridão crescente no Brasil Diogo Mainardi e Mário Sabino - O Antagonista



Editorial do Financial Times sobre o Brasil (resumido pela BBC):
"No texto, intitulado 'Recessão e corrupção: a podridão crescente no Brasil', o principal diário de economia e finanças da Grã-Bretanha diz que 'incompetência, arrogância e corrupção quebraram a magia' do país, que poderá enfrentar 'tempos mais difíceis'.
Segundo o FT, 'a maior razão' da crise enfrentada pela presidente Dilma Rousseff seria o escândalo de corrupção na Petrobras, desvendada pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal. Dezenas de políticos e empresários são investigados sob suspeita de participação no esquema de desvio na estatal.
'O Brasil hoje tem sido comparado a um filme de terror sem fim'.
Há suspeita de que parte do dinheiro desviado da Petrobras possa ter sido usado no financiamento da campanha eleitoral de Dilma Rousseff. Além disso, diz o jornal, a presidente enfrenta suspeitas sobre contas de seu governo, em manobras que ficaram conhecidas como pedaladas fiscais.
'Cada um (dos casos) poderia ser suficiente para impeachment', diz o texto.
O jornal cita também a investigação do Ministério Público sobre a suspeita de tráfico de influência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teria ajudado a construtora Odebrecht a conseguir contratos no exterior - que também é investigada pela Lava Jato - e o rompimento do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, com o governo após ter sido citado por um delator na investigação da Petrobras.
'Até agora, políticos em Brasília tem preferido que Dilma siga no poder e assuma os problemas do país. Mas este cálculo pode mudar para tentarem salvar a própria pele', diz o jornal".

Growing rot in Brazil

Nenhum comentário:

Postar um comentário