quinta-feira, 26 de março de 2015

A VOZ DAS RUAS - RAFAEL BRASIL

A VOZ DAS RUAS

O que o finado Tancredo chamava de classe política está muito aquém das reais necessidades do país, e da vontade popular. Desde a marcha com Deus e a liberdade, nos idos de 64, passando pela campanha das diretas já, a ascensão de Lula ao poder e as manifestações difusas, mas muito significantes  de 2013  apontam para a radicalização democrática e o fim da corrupção e da violência. Há décadas a fio o povo brasileiro, leia-se a classe média, brada por republicanismo e democracia.
Em outras palavras, é preciso reformar o estado, e claro, a política. Radicalmente. E o pior é a descrença na democracia, e sem ela não somos nada. É preciso privatizar ao máximo e profissionalizar o estado de cabo a rabo. Chega de politiquice, que viva a meritocracia. Chega de mordomias e muitos dos tais dos direitos adquiridos e enfrentar o corporativismo reinante que até parece inabalável. Dos juízes aos professores, e de todos os níveis.
Uma boa e dedicada professora primária devia ganhar semelhante a um professor universitário, tal qual na “pobre” Alemanha. E um professor ganha cerca de metade de um juiz, que por lá ganha cerca de cinco  mil euros. Uma professora primária ganha dois e cinquenta. Existem CERCA DE DOZE NÍVEIS SALARIAIS NO PAÍS. Claro, todos bem formados e testados profissionalmente. Nada de profissionais relapsos e incompetentes. Simples assim.
É preciso realmente profissionalizar a estrutura do estado para realmente o democratizar. Ou seja, colocar o estado a serviço dos cidadãos, que são os que pagam os impostos. Quem paga o pato de uma professora despreparada a deseducar os filhos dos pobres porque ele é comadre do político de ocasião é o aluno que fica sempre analfabeto, como aliás seus pais.


Enfim, o povo não quer maquiagem. O povo quer não só decência, mas eficiência. Abaixo TODAS AS MORDOMIAS, SOBRETUDO DO LEGISLATIVO E DO JUDICIÁRIO. Que viva o barnabé, o bom servidor, e que tenha essencialmente espírito público. Que se construam escolas de formação de servidores em todos os níveis, para que o povo possa voltar a acreditar no estado e na democracia republicana. BASTA DE PATRIMONISLISMO E NACIONALISMO BARATO. ALIÁS O NACIONALISMO É A PRINCIPAL ARMA DOS VELHACOS. Ou o Brasil reforma suas instituições ou o Brasil arcaico acabará com o país. Aliás , já está acabando ha tempos.  



migueljc   

Nenhum comentário:

Postar um comentário