terça-feira, 27 de janeiro de 2015

DILMA VAI APARECER COM SEUS “BRILHANTES” 39 MINISTROS - RAFAEL BRASIL


DILMA VAI APARECER COM SEUS “BRILHANTES” 39 MINISTROS


Sob ataques de todos os lados, Dilma vai aparecer hoje, para “mostrar serviço”. Vai tentar explicar como vai arrumar a desarrumada por ela, a economia brasileira, e tudo o mais.
Na campanha mentiu  descaradamente. Agora vai ter que aplicar os remédios amargos que acusava seus adversários de quererem fazê-lo. Jogaram dinheiro fora e agora a conta está vindo. Em economia não tem almoço grátis. Quem paga a conta do mastodôntico e ineficiente estado é sempre o povo, sobretudo os mais pobres. 
Como em economia e gestão pública, ou privada não são coisas para amadores, o estado aparelhado pelo PT está em pandarecos. A saúde não funciona, a infra-estrutura idem, a educação no buraco e a violência que assusta todos os pais de família do país, são problemas que já existiam, claro, mas foram devidamente agravados pelo petismo no poder há mais de uma década.  Nada se fez, nada se fará, pois estes senhores travestidos de reformadores sociais nunca tiveram plano algum. Não passam de larápios, e sobejamente incompetentes. São bons é na mentira, que já virou marca registrada do petismo a começar por Lula, que no dizer do economista Francisco de Oliveira, “não trem caráter”. É isso aí.


ATAQUE PETISTA


Dilma seguiu a cartilha de Lula convocando um economista dito conservador para tentar arrumar os estragos do petismo, mais especialmente do segundo mandato de Lula e da já triste “era Dilma”. Nem Sarney foi tão ruim. Só que Sarney pegou um  país à beira da bancarrota inflacionária. Deixou o país pior. Lula e Dilma ainda estão no meio do caminho do estrago. Vão ficar na história como piores do que Sarney. Retrocesso político, econômico ético e moral. Por isso afirmo: quem tem um mínimo de informação e defende esta turma, ou é picareta que está se favorecendo de algo, ou é um imbecil fanático ideológico. Isso há cerca de duas décadas da queda do muro de Berlim parece piada.
Por seguir a cartilha de Lula, Dilma vem sendo bombardeada pelo petismo ainda militante só que em busca de mais carguinhos. Porém, como não tem caráter, Lula vem cada vez mais falando mal de sua cria. Está vendo a derrocada da economia, e quer fugir do barco, como um grande guabiru. Desta vez vai dar? Como ser oposição à sua “grande gerentona’? Mas gente sem caráter mente deslavadamente. Confiando claro nos milhões de ignorantes que o petismo quer perpetuar no país, dando esmolas, e obrigando a todos a frequentar escolas de péssima qualidade, e de pedagogias comprovadamente equivocadas. Mas como diria Valfrido Canavieira,  ilustre personagem de Chico Anísio, “a ignorança é que astravanca o progressio”. O talento e a inteligência tem limites, a burrice, não. E o petismo é a burrice nacional. Estarei errado?


APAGÕES


A “presidenta” vai ter que  ir no rádio e na televisão mandar o povo racionar energia. Quando ela fará tal ato sincero e democrático? Na crise do apagão da era FHC, o governo humildemente foi aos meios de comunicação e fez o impopular racionamento.  Agora já estamos nele, sobretudo pelo aumento das tarifas. O governo está pegando no bolso do consumidor, o que paternalisticamente deu ao baixar as tarifas de energia,  estimulando direta ou indiretamente o consumo. Todos os analistas econômicos previram o óbvio desastre. Assim como a desarrumação das contas públicas.

INFLAÇÃO


Já a inflação atinge a todos, mais especialmente os mais pobres, que gastam boa parte do seu orçamento com comida. Justamente os dependentes dos programas assistencialistas do governo vão sentir mais.  Ou seja o eleitorado de Dilma e do PT, os populares grotões. Não só do Nordeste, mas de todo o país. É bom lembrar, o dinheiro do bolsa família não passa de uma merreca, ou seja, 1.5 % do orçamento, ou cerca de 22 bilhões. Só de bolsa empresário, ou seja o dinheiro oferecido em condições amplamente vantajosas a empresários, muitos deles meros picaretas, passou de 500 BILHÕES. Isto sem falar o quanto gasta por ano o governo só com salários, muitos deles salários de marajás. Mais de 250 bilhões por ano. Vejam como o voto do povão desinformado como a maioria dos nordestinos saiu barato. É esse povo que quer acabar com a miséria? Quá! Quá! Quá! Parece piada, mas o pior é que não é. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário