quinta-feira, 31 de março de 2011

INFLAÇÃO

Como nada sabe fazer, o governo, diante da crise da “herança maldita” procura os canais mais convencionais, podemos assim dizer. Ao invés de cortar gastos, aumentar os impostos. E ainda mais conceder empréstimos subsidiados. Pretende cortar cinqüenta bi, mas vai conceder cinqüenta para os amigos e apadrinhados. Aumentou as metas de inflação para não prejudicar o crescimento. Será que vai dar? E se a inflação voltar com força? O que farão? Uma brutal recessão, ou a anarquia inflacionária? É preciso reformar o estado. Antes, o PT foi contra. Ainda o será. Colocaram, pelo voto, essa gente do poder, e teremos o desastre da inflação de volta. Bem feito. Inflação e outras coisas horrendas mais. Que já está alta, e pode estar sendo maquiada. O chamado mercado está aflito pela inação do governo. Vai piorar. E o tempo da política novamente vai esquentar. Será? É um governo incompetente, com uma presidente medíocre. Um ministério além de grande, horroroso, juntando os corporativistas novos ricos do PT com fisiológicos dos outros partidos, com um congresso, talvez o pior de nossa história. Precisamos de reformas. Desde ontem. Reformas liberais com privatizações e abertura econômica. Reforma política e do judiciário. Mas essa gente que aí está não quer mudar. Eles querem dirigir através do estado, o destino dos brasileiros. Aí é que mora o perigo
JUDICIÁRIO
Lá na Alemanha, segundo o meu primo Breno Souto Maior, um juiz ganha cerca de cinco mil euros, cerca de dez mil reais, se não me engano. E quando se aposentam ganham menos. No Brasil ganham uma fábula, e ainda reclamam. Quando se aposentam, ganham ainda mais. Quem vai peitar o corporativismo do judiciário? Ainda mais não dá para comparar o judiciário da Alemanha com o do Brasil, pois lá a justiça anda. É eficiente. E aqui no nosso país? O sistema policial está em frangalhos, o prisional talvez pior. A corrupção campeia nos três poderes, mas no judiciário, todos tem medo de botar a mão. E o país desanda sem justiça, sobretudo para os mais pobres. Que sofrem mais com as brutalidades do aparelho policial do estado e dos desmandos do judiciário. Alguém duvida?

terça-feira, 29 de março de 2011

DEPUTADO ESTADUAL




Para que serve um deputado estadual? Para dar muitas despeas ao povo com as inúmeras mordomias do cargo, e legislar sobre quase nada, dado o esvaziamento histórico da federação. Devia ser reduzida em número e em mordomias e salários de marajás. Além das boquinhas costumeiras como empregar parentes e amigos nos diversos cargos à disposição do tal deputado, que não serve para nada. Ou, digamos, quase nada.
Dizem que o deputado traz muitos benefícios à região em que é eleito. Pode ser, depende das articulações políticas do dito cujo, mas, pelo menos no Nordeste, a maioria das assembléias não gosta de ser de oposiçáo. Todos preferem ser governo, pois vivem das clientelas políticas, que são sempre realimentadas com cargos ou algumas benesses. Como nas câmaras de vereadores, não só do interior, mas das capitais, a maioria corre para os braços do governo de ocasião. Seria preciso sim, uma grande reforma pollítica no país.
Se gasta milhões para ser deputado estadual.  Dizem que por menos de três milhões, nem se disputa. É uma das vergonhas nacionais. Tanto dinheiro, tanta mordomia sai muito caro para o povo, que são os contribuintes. Muitos desejam o cargo para defender interesses até sombrios, mas ser deputado é ser “otoridade”. Ser bajulado por onde anda, ou ter cargos para roubar do governo.  Aparecer nas colunas sociais, pois, afinal, tal qual na finada República Velha, não era preciso ser honesto, mas parecer como tal. E inúmeras nulidades passeiam pelos corredores da assembléia, muitos meliantes, lépidos e soltos.

DEPUTADO ESTADUAL II

Na época da redemocratização, assisti a muitos debates na asembléia legislativa de Pernambuco. Não que gostasse, mas um grande tio meu, tio Ronaldo, trabalhava por lá, e como era  seu empregado e moleque de recados, sempre aparecia  para fazer os mandados de um jovem óffice boy. Na época, lutava-se contra a ditadura, e as sessões pegavam fogo no plenário. Muitos oposicionistas de peso por lá passaram como Jarbas Vasconcelos, Roberto Freire, Marcus Cunha,  e outros menos votados. Existia também muitas lutas ideológicas, que no plenário deixavam inflamados os deputados , sobretudo os que lutavam pela liberdade e pela democracia.  Depois o nível foi caindo, até hoje, quando o povo nem toma conhecimento nos deputados que votaram. E o dinheiro e corrupção eleitoram andam juntos, soltos, lépidos e fagueiros. Ô vida boa a de deputado.

CAETÉS

Quanto custou aos combalidos cofres municipais a campanha de deputado estadual? E com advogados famosos, para viabilizar a candidatura? Quantas merendas deixaram de ser dadas as nossas crianças? Como tirar de quem nada tem? O deputado iria quitar as dívidas do município? São perguntas que ficam no ar. Dizem que nós da oposição somos invejosos. De minha parte não tenho inveja de corrupto. Da privatização ostensiva do público para o privado. Da riqueza por meios ilícitos e sem trabalho. Só. Nessa história toda, quem perdeu mesmo foi o pobre povo de Caetés. Que ainda continua perdendo. Quem duvida?

VELHO CLUBE DE CAETÉS

Muitos justificam a demolição do velho clube municipal, pela modernidade e espaço da nova casa de eventos. Para construir a casa de eventos, não era necessário derrubar o clube. Será que o município não tinha, ou não tem mais espaço? Ademais o velho clube poderia servir como um cine-teatro, e para conferências mil que poderiam ser realizadas, ou mesmo eventos , sobretudo ligados à educação. Para que derrubaram? Seguindo essa lógica, vamos saído por aí derrubando tudo? Ou quase tudo? E a memória da cidade?  Seria como em Garanhuns, acabar e demolir o Pau Pombo. Ou demolir de vez o teatro que foi brilhantemente aproveitado de uma estação de trem pelo grande prefeito Souto Dourado, nos anos sesenta.  A ignorância mata. Ignorância e obscurantismo. Que gente burra! Afinal, Deus limitou a inteligência dos homens , só não a idiotice. Vade retro satanás. Se queriam apagar a memória de meu pai, terão que demolir a cidade, que foi traçada por ele no início dos anos sessenta. Ademais, deve-se governar com a cabeça, não com o fígado.

Recordações de Caetés


Aspecto do Povo numa corrida de bicicleta,inicio dos anos 70.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Recordações de Caetés



Da Esquerda para a direita:Severino Gerino,Sônia Rocha e Rafael Brasil,dentre outros participantes.
Solenidade no Clube Municipal,Anos 80.

PETROBRÁS

Como a maior empresa estatal, a Petrobrás também é uma gigante no setor petrolífero mundial. Desde a campanha pelo monopólio estatal consumada nos anos cinquenta sob a batuta do nacionalismo getulista, que a estatal consolida o monopólio, sobretudo da exploração, no país. Aqui, se o sujeito achar petróleo no quintal, tem que entregar a estatal. Ou mesmo vender para ela. Afinal, o que se pergunta é em que a estatal melhorou a vida dos brasileiros? A produção de uma gasolina mais barata? Nos EUA o litro de gasolina sai por um real e cinquenta. Lá não tem monopólio, ao contrário, desde há muito, tem leis antimonopolistas. No lugar da gigante estatal, não seria melhor termos mais empresas , inclusive as estrangeiras trabalhando no setor? O triste é o intervencionismo estatal, que quer engessar as atividades econômicas, impedindo o real desenvolvimento das forças produtivas. Ainda mais nossa gasolina é uma das piores do mundo, ainda adcionada de álcool e agora água. Será que em qualquer país civilizado o governo resolve autocraticamente colocar mais água na gasolina sem consultar os consumidores, dando bananas para todos? É àquela conversa: se o consumidor não sai ganhando, muitas outras pessoas saem. Daí a sacralização das estatais. As corporações não deixam fazer mudanças claro, para não perderem a boquinha. E os políticos para utilizarem a empresa a seu bel prazer. Coisa de subdesenvolvido. É bom lembrar que a falsamente declarada autossuficiência proclamada por Lula, deveu-se a quebra do monopólio patrocinada durante o governo de Fernando Henrique, quando a produção explodiu. Antes, a petrossauro nem explorava, nem deixava os outros explorar, deixando com nós, consumidores a, conta. Ademais, seja estatal ou privada, todas não teriam que pagar os impostos? Ainda mais livraria o governo de fazer operações obscuras para injetar capitais com o dinheiro do povo nesta malfadada empresa, como ocorre habitualmente. Em outras palavras, a questão não é o gigantismo da empresa. É a obscuridade do funcionamento dos monopólios. Obscuridade e desfuncionalidade, digamos assim.
Quantos milhões já perdemos com o monopólio? Só Deus sabe. O finado Paulo Francis dizia que apoiaria uma ditadura esclarecida ( se é que isso existe, ressaltava) para, num prazo estabelecido, digamos dois meses, abrir a caixa preta da empresa, e também do judiciário. Coisas impossíveis neste país. Sim, ao chamar a empresa de Petrossauro, estou imitando o grande Roberto Campos, que até onde pode viver, (mais de oitenta anos) denunciou a farsa desta estatal e de outras menos votadas. Seria mais fácil um camelo passar num buraco de agulha, do que deixarem abrir o caixa preta da empresa. Mas certamente, muitos sabidos lucram muito com este monopólio. Aliás , só existem estatais no setor no Brasil Venezuela e México. Então o restante do mundo está errado, e nós , latino-americanos estamos certos? Não me façam rir.

domingo, 27 de março de 2011

AS REVOLTAS ALASTRAM-SE




As revoltas nos países árabes estão chegando a Síria, uma das maiores ditaduras, das mais duras do nebuloso e triste mundo político árabe-mulçumano. È preciso muito cuidado nas análises, mas parece que o povo quer mesmo é liberdade. Nasta de ditadura. Parece que até os funbdamentalistas estão à reboque, pois como sabemos, são eles o verdadeiro retrocesso. No limiuar do século XXI, os islamitas finalmente tem condições verdadeiras de criarem seus estados modernos e democráticos. As incertezas são muitas, mas, a pior democracia certamente é melhor do que a suposta melhor ditadura. Existe uma longa estrada a percorrer, pois a democracia se constrói com o tempo, as lideranças também.
Na Síria venos as ruas sperlotadas de gente que não suporta mais a opressão. Que querem liberdade e a busca da tolerência política e religiosa. Para que isso aconteça, é preciso separar a religião do estado, processo que aconteceu no ocidente a partir sobretudo das revoluções americana e francesa, e durou pelo menos todo o século XIX, da Europa para o mundo. Os países árabes foram descolonizados pelos europeus, já a partir prncipalmente depois da primeira guerra, vindo a se acentuar depois da segunda, a mais cruel. E os atuais estados nacionais foram formados a partir da geopolítica da colonização européia, sob a forma de regimes monárquicos de tipo absoluto, ou ditaduras ditas nacionalistas, sonretudo  logo depois do nacionalismo nasserista, de caráter pan-árabe, no início da segunda metade do século XX. A bomba agora está explodindo. Esperamos que o complicado processo transicional, penda para a democracia, pois pode haver retrocessos. Aí  é que mora o perigo que são os fundamentalistas à espreita. Qualquer vacilo, o bote será dado.

A LÍBIA

Muito bem feita a coalizão que vai colocar uma pá de cal na ditadura de Kadhafi. Os europeus atacam, sob a proteção dos Estados Unidos, destruindo através de ataques aéreos o aresenal do ditador. Que blefa, mais já dá para ver a escassez de seusseguidores. Muitos devem estar com muito medo da transição, principalmente os que faziam parte do aparato repressivo do regime, como em todas as ditaduras aliás. São os ratos que primeiro começam a deixar o barco, como sabemos. Os cacarecos de sempre.

ARÁBIA SAUDITA

E se as revoltas atingirem a Arábia Saudita, o maior produtor de petróleo do mundo, e uma das monarquias mais fechadas?  Além de tudo, o detentor do centro de peregrinação muçumana, aonde se encontram as cidades de Meca e Medina, locais das andanças e primeiras pregações do profeta Maomé. Vamos ver e torcer por transições pacíficas e democráticas no mundo mulçumano. Seria um grande alento para a construção de uma paz mundial. Ou uma pax mundial. Menos mal.

BRASIL DE FORA

A dersastrada política externa de Lula deixou de vez o Brasil de fora no processo de reconstrução política e econômica do mundo árabe. E o brasil se absteve da proposta da coligação EUA – Europa. Ficou ao lado da China e Rússia, dois países autoritários. Aliás, todos lucraram com o aumento do comércio com os Estados Unidos, menos o Brasil, que perdeu importantes posições. Fruto dessa política externa de botequim, de um antiamericanismo juvenil, da era Lula. De munta lábia e poucas realizações.

ESTATISMO NO DNA

Dilma mostrou a cara, autorizando o ridículo ministro Mantega a pressionar a Vale para tirar seu diretor, que não concordou com a fajutas diretrizes de Lula e sua “equipe”. A Vale vinha sendo muito bem administrada, mas isso não é a questão. É a ferocidade do governo em se meter na economia e na vida das empresas e pessoas. O estado é que deveria ser controlado pela sociedade, não o contrário. Quanto mais estado mais ineficiência e corrupção. O povo deveria mesmo era realizar uma marcha contra a estatatização e pela liberdade econômica. Mas seria pedir demais. O povo erroneamente adora estatais. Por que ninguém sabe, talvez uma longa lavagem cerebral, desde Getúlio Vargas. Até quando? Enquanto isso não possuimos nenhum partido liberal digno desse nome. Quase todos, ou se dizem socialistas, ou são de centro. Ser de direita virou palavrão, e aí, sempre somos obrigados a votar nos, digamos, menos ruins. Até quando?

VOLTA DA INFLAÇÃO

Não dá para fazer uma omelete sem quebrar os ovos. O único caminho viável é o governo cortar gastos. Cortar mesmo, não de mentirinha, como o governo vem fazendo. Vejam o que está acontecendo na Europa, será que eles estão errados? Não dá para crescer e ao mesmo tempo segurar à inflação. Só com  as reformas institucionais, que pasam por uma ampla , geral e irrestrita reforma do estado, dentre outras medidas, claro. Mas o governo , sobretudo por mrazões idológicas não vai fazer. Aí é que mora o perigo, afinal, para essa gente, equilíbrio fiscal é coissa de neoliberal. E estamos conversados. Enquanto isso o Brasil desanda. Sempre tenho dito: O perigo é quqndo essa gente resolve fazer alguma coisa, geralmente contrariando todas s linhas racionais de pensamento. Quando a gente sente que a coisa vai dar errado, vai mesmo. Lula, sabido nada mexeu. Daí sua popularidade, entre outros fatores, sobretudo que ele encontrou o país relativamente estabilizado. Já vi este filme antes. Depois vão botar a culpa no tomate. Ou no pepino.



Vão Misturar Água à Gasolina? Cadê o Pré-Sal?





Observe bem esta foto acima, caro leitor. Ela é o símbolo de uma farsa. Ao menos até agora. Farsa essa que trata da ''autossuficiência'' do Brasil na questão do petróleo.
Soube hoje que o governo permitiu que se misture água à gasolina que eu e você, leitor, usamos. Em nova tentativa de conter a escalada de preços dos combustíveis, a ANP (Agência Nacional do Petróleo) autorizou o aumento na quantidade de água no álcool anidro, que é misturado à gasolina vendida nos postos. Já pensou? Eles são ótimos em mentir, estardalhar, fanfarrear, mas na hora da verdade, as lorotas todas vêm à tona. Desde ontem, o etanol anidro pode ter até 1% de água. Antes, no Brasil, o teor máximo era de 0,4%. Além do mais, o governo começará a importar álcool. Acredite, leitor, é a pura verdade. Iremos importar álcool, e dos EUA. Com a alta dos preços do petróleo, é mais barato para o país importar álcool do que gasolina.
No ano passado, a Petrobrás importou 3 milhões de barris de gasolina de várias origens no início do ano, o que não fazia há cerca de 40 anos, também em função de um mercado interno aquecido. Cadê a autossuficiência? Era só o que faltava: legalizaram a gasolina batizada. O governo agora concorre com os donos de postos corruptos. Diz o presidente da ANP que é por causa da entressafra da cana. Humm.
Parece que estamos descobrindo a sustentabilidade brasileira em biocombustíveis. E como a água é abundante no Brasil, levaremos vantagem sobre, sei lá, os mexicanos.... Como moro na maior bacia hidrográfica do planeta, não terei problemas quanto à minha moto. Só falta combinar com o motor, coitado.
Que tal colocar também mais água no leite da merenda escolar, e mais farinha nos comprimidos distribuídos pelo SUS? Já que estamos em época de cortes de gastos mesmo...Por que não apenas durante essa época de vacas magras? Afinal, alguém terá de pagar a conta. Os tributos já estão aumentando, a inflação já mostra os dentes, pobre povo brasileiro. Não escapa nunca.
A minha querida Val está aqui ao lado rindo e soltou essa:
-Com limão e açúcar, pode-se beber sossegado. Nem dá ressaca, é fraquinha.
Só a Val mesmo, sempre com suas piadas prontas. No mais, nós brasileiros teremos de aguentar mais essa de um governo que não é, nem de perto, aquilo que paga caro para dizerem que o é.


Fonte:http://hadrielf.blogspot.com/2011/03/vao-misturar-agua-gasolina-cade-o-pre.html

sexta-feira, 25 de março de 2011

RAFAEL BRASIL E HERMÍNIO SAMPAIO



Já está pra fazer uma década que meu saudoso pai, Rafael Brasil Pereira faleceu. Queiram ou não, foi o maior prefeito que Caetés conheceu, sem querer desmerecer os outros. Dedicou toda a sua vida à cidade, e só saiu daqui para o cemitério. Foi um homem de hábitos simples, austero, nunca andou falando de ninguém na cidade. Ainda hoje é hostilizado por pessoas que não tem a hombridade nem a coragam de assinar seu nome. Apoiou e venceu duas eleições para Hermínio Sampaio, também saudoso prefeito de Caetés, um homem honesto e probo, que também dedicou boa parte de sua existência à nossa cidade. Nunca rompeu politicamente com o meu pai, e em relação a ele, tenho, e sempre tive, sobretudo quando em vida, o maior respeito e consideração. Nunca falei mal dele, sobretudo depois de morto, quando só Deus pode julgar alguém. Também nunca tive motivos, pois gostava muito dele, a ainda guardo uma imagem extremamente positiva de “seu Hermínio”, que era como nós os chamávamos. Por essas eoutras ,não admito qure alguém fale dele depois de morto, sobretudo porque ele não tem condições de se defender. Assim como o meu pai. Se este anônimo for da família Sampaio, é uma pena, pois meu pai sempre nutriu uma grande consideração por toda a família, tanto seu Hermínio, quanto dona Hilda Sampaio, todos sabemos disso. Se quiserem, claro, podem falar de mim, criticar minhas posições políticas, o meu blog estará aberto para críticas. Inclusive, sempre corto comentários desrespeitosos, quando aparecem no meu blog, atingindo moralmente quaisquer pessoa, não importando sua posição ideológica ou política. Mas se tiverem hombridade e o mínimo de respeito, deixem meu pai em paz. Ele já pertence indelevelmente à história da cidade. Será que, mesmo depois de morto ele ainda incomoda muita gente? Só os canalhas atacam quem não pode se defender. E de canalhas o Brasil já está cheio.

CAPOEIRAS

Está de parabéns o prefeito de Capoeiras. Pagou as dívidas que colocavam o município inadimplente com o govern federal, abrindo a possibilidade para obtenção de mais recursos, e vem atualizando o pagamento da previdência local, que estava com um grande rombo, num claro esforço na busca do chamado equilibrio orçamentário, tão necessário aos municípios. Fez o plano de carreira dos professores, está pagando em dia os funcionários, e está equipando o hospital, antes entregue às baratas. Agora, depois de saneada as contas, poderá fazer muito mais. É um homem discreto, e não anda falando mal de seus adversários nas rádios da região, num estilo pessedista de fazer política. Sereno, calmo, mas firme em seus objetivos. Lembro-me de meu pai, o velho Rafael Brasil, que não gostava de andar falando dos outros e trabalhava vinte quatro horas dos seus dias para o município. Teve todas as suas contas aprovadas pelo tribunal de contas do estado, e foi um grande exemplo para o município. É bom lembrar que naquela ápoca o FPM era a metade do que é pago hoje, e nem tinha dinheiro para a saúde através do SUS, nem tampouco o FUNDEF, depois FUNDEB para a educação. Reformou o hospital, e colocou água encanada no município, com recursos próprios. Perdeu a eleição pois foi descaradamente roubado, justamente por àqueles a quem tanto ajudou. Depois conto a história, o caso, como o caso foi. Aguardem. Pretendo dar nome aos bois, mas ainda não é tempo. Quem tem tempo não tem pressa. A verdade tarda mas não falha, diz o ditado popular.



DESCALABRO EM CAETÉS



Ao contrário de Capoeiras, a previdência de Caetés está com o maior rombo, talvez de todas as prefeituras do estado. O prefeito encheu a cara de botox para melhor aparecer nas noitadas do Recife, abandonou sua antiga casa no sítio, e agora mora em Boa Viagem. Como seu mentor, nunca deu um expediente na prefeitura, e parece que nunca vai dar. Há mais de uma década que não tem concurso no município, o hospital está sem detergente para a limpeza, assim como, o açougue municipal, que teve sua última reforma nos tempos de Rarael Brasil, que inclusive comprou uma câmara frigorífica que já faz tempo, não existe mais. Fazem mais de trinta anos. Agora, autorizaram a construção do fórum do município num pântano, junto ao matadouro, que por isso, vai ter que ser demolido. Enquanto isso, os vendedores de carne da cidade terão que se dirigir ao municipio de Capoeiras para abater os animais. Além do mais o município está sem merenda. Dizem que vão entregar a merenda de motocicleta, tal a quantidade da mesma. Enquanto isso, um passarinho muito bem informado me contou, que o ex prefeito está pagando todas as dívidas de sua caríssima campanha para deputado, aos agiotas da região. Agora quer ser novamente candidato a prefeito em Garanhuns. O governo estadual conivente com toda esta safadeza fica calado, e ainda se denomina de progressista. Aliás, por causa da inadimplência no município, quanto deixou de vir para o município no governo Lula? Que por ser de Caetés, tinha interesse de fazer algo pelo município, mas estes políticos corruptos não deixaram. Que, por essas e outras, dizem que nem quer saber mais dessa gente que privatizaram criminosamente o município. Que continua sendo um dos mais pobres do estado. Até quando?



OPOSIÇÕES EM CAETÉS



Vão muito bem obrigado. Temos vários postulantes à prefeitura, todos qualificados para o cargo. Além de Lindolfo, o candidato natural, temos Giselle, Neguinho, Armando Duarte e o Gordo de Zé de Sinhozinho que vem fazendo um bom trabalho na câmara. Ainda tem vaga para mais, pois, quanto mais postulantes, melhor. Democraticamente, o melhor colocado nas pesquisas vai ser o candidato, e todos se unirão em torno do seu nome. Para o bem da cidade, que não aguenta mais de tantos desmandos e corrupção. Ainda muitos tem a cara de pau de chamar os oposicionistas de lisos. Isto é um elogio. E ademais, o grupo no poder tem dinheiro? É bom lembrar que o principal mentor político da situação, ao assumir a prefeitura tinha apenas um fiat uno. Agora virou rico? Quantos milhões este cidadão gastou em campanhas políticas , todas caríssimas? Quinze? Vinte? Quantos milhões? O povo quer saber. O povo deve saber.



A MELHOR CHAPA PARA GARANHUNS



Digo e repito, a melhor chapa para as eleições de Garanhuns seria feminina. Eliane Simões e Aurora Cristina, ou vice versa. Seria imbatível e éticamente correta. Para o bem da cidade. Sem querer desmerecer os outros postulantes, Garanhuns precisa dar uma sacudida na política. Esta seria a chapa ideal, com educação e bons modos na política. Estarei errado? Avaliem leitotes e eleitores. Comheço bem as duas, uma excelente política, outra uma simpatia, e grande admistradora. São duas mulheres de visão. Quem duvida?











Recordações de Caetés

Popô, Aurino e Sr. Rafael Brasil  em reunião em Brasilia.

domingo, 20 de março de 2011

Quero Dinheiro do MinC Para Falar Mal do Governo. Pode?

Não aguentei e vou falar sobre a relação entre o Ministério da Cultura e a cantora Maria Bethânia. A baiana recebeu autorização para captar dinheiro de patrocinadores em nome do MinC, oferecendo dedução fiscal a quem patrocinar a criação de um blog e outras coisas culturais. Esse é o fato. A quantia gira em torno de 1,3 milhão (já daria pra recauchutar esse bloguinho aqui, hein).
Que todo esse montante vá para o blog da Bethânia, não há nada ilegal nisso. Mas será moralmente correto? Outro aspecto é que o Ministério da Cultura mente: dinheiro de dedução fiscal é público sim. E a explicação do MinC, de que o projeto não garante a verba, apenas autoriza sua captação de recursos junto às empresas? Não passa em nenhum crivo. É fajuta. Pela Lei Rouanet, quem contribui com eventos e atividades culturais fica isento de tributos. De todos que receberam tal autorização, algum já deixou de receber o dinheiro? Algum não conseguiu o patrocínio? Nenhum. Não importa a forma, se o dinheiro é "doado" por uma empresa, essa mesma empresa terá um desconto em seus tributos junto a Receita Federal. Resumindo: o dinheiro deixa de ir para o Estado e vai para o site da cantora baiana. O mesmo acontece com os filmes nacionais, que não têm compromisso com as bilheterias. Recebem dinheiro público, gastam no filme, não prestam contas e só recolhem a bufunfa ao final do espetáculo. Fica fácil assim, né? Que o diga o Guilherme Fontes, ator e diretor, que captou 36,5 milhões para rodar ''Chatô-O Rei do Brasil'' pela mesma lei Rouanet. Dezesseis anos depois e o filme nunca foi visto. Virou rastro de cobra e couro de lobisomem. O ator e diretor, claro, não sabe onde o dinheiro foi parar. Tomara que a Bethânia saiba.

Hadriel.

BRASIL ESTADOS UNIDOS




É uma imbecilidade das esquerdas pátrias o antiamericanismo. Todos detestam o “império do Norte” mas , de uma forma ou outra admiram, os Estados Unidos. Uma admiração, digamos enrustida, mais pelas influências cultutais, digamos, como a forma de vestir, o consumismo, o cinema,  a música, enfim. Uma relação de amor e ódio pelos Estados Unidos. Talvez Freud explique. Só não admiram os valores do trabalho cultuados pelos nossos irmãos do norte,de influência protestante e liberal,  pois são preguiçosos. Nas nossas universidades, quase não se toca na história dos EUA.  Nem tampouco se estuda a sério os fundamentos do liberalismo. Só marxismo, e dos mais fulêiros. Nem Marx aceitaria as imbecilidades ditas e ouvidas em seu nome. Ele próprio era um grande adimirador dos EUA, onde as condições foram mais propícias para, digamos, um brural aumento da capacidade das forças produtivas, gerando dinamismo e inovações não só tecnológicas mas sobretudo políticas, com as brutais transformações sociais operadas. Ainda mais que, é a esquerda que está no poder com Barack Obama e os democratas. Com o governo Lula, diminuiu as relações comerciais com os dois países. Pragmáticos os americanos procuram , digamos, consertar as coisas com Dilma, ou com qualquer outro que estivesse no poder. É a vida. Que anda, apesar das imbecilidades corriqueiras. Coisas de subdesenvolvidos.

FASCISMO ESQUERDISTA

Querem impedir a entrada do grande Mário Vargas Llosa na Argentina para participar de um congresso de escritores para o qual ele foi chamado. Motivo: Ele criticou a governanta do país, mulher do finado presidente Nestor . Uma demonstração de fascismo de esquerda, pois os peronistas se acham assim. Pobre Marx, que admirava Balzac, o grande escritor burguês da França, que nunca teve nada de comunista, ou coisa parecida. São uns ignorantes. O velho Marx teria vergonha dessa gente. Aliás, Perón foi um dos maiores responsáveis pela derrocada argentina, que nos anos quarenta era uma das nações mais ricas do mundo. O populismo fez o serviço como manda o figurino, derrubou, e há muito tempo, a Argentina. Vargas Llosa é um exemplo do intelectual de esquerda, que enxergou o descalabro populista, e mudou de lado. Hoje é um liberal, e defende o capitalismo e a abertura econômica e a democracia para o continente. Um bandido? Bandidos e fascistas são os que querem vaiá-lo. Autoritários e ignorantes. Vade retro satanás!

NOTA DO TRIBUNAL DE CONTAS

Em nota oficial, o Tribunal de Contas do Estado classificou a prefeitura de Caetés como “uma das mais complicadas do estado”, isto para não dizer uma das mais corruptas. Quem disse isso não fui eu, humilde blogueiro. Os fatos mostram que eu estou certo. Mas, quem não sabe? Só os canalhas de plantão defendem esta turma que está no poder há mais de vinte anos. Os canalhas idiotas que são poucos, ou os que participam das boquiinhas. Mesmo que as miúdas. Estes brigam pelo “pudê”. E como brigam! Como galos garnizés. Isto é a vida.




sexta-feira, 18 de março de 2011

Reação da ONU. Brasil Pipocou.


Até que enfim a ONU aprovou a derrubada de aviões líbios que atacam a população rebelada. Outros meios de contenção da violência também podem ser usados para domar Kadafi, menos uma invasão por terra. Até países árabes como o Líbano votaram a favor. Americanos, ingleses e franceses encabeçarão as ações contra o governo líbio, já que são países fortes dentro da OTAN. O Mar Mediterrâneo deve ser o palco dos disparos de mísseis terra-ar, além do uso de aviões de combate americanos como o F-16, F-15, bombardeiros F-117 stealth, B-2 e super-caças F-22.
O Brasil, como já é de praxe apoiar ditaduras sanguinárias, absteve-se do voto. Pipocou, virou as costas aos direitos humanos. A China e a Rússia também se abstiveram. Não houve nenhum voto contra. Se o governo brasileiro apoia os carniceiros cubanos, iranianos, sudaneses, por que não apoiar o da Líbia? Apoiadores de facínoras também têm coerência, ora. Kadafi disse que afundará os navios militares da OTAN e alvejará as bases dessa organização na Itália, Malta e França. Terá ele cacife pra isso? Os árabes têm fama de serem grandes blefadores em se tratando de conflito. Lembram-se de Saddam? Dizia ele que os americanos manchariam os desertos do Oriente Médio com sangue jorrante até desistirem de invadir o seu país. Não aguentou um mês de combates. Ao final da Tempestade no Deserto (nome da operação), os ''soldados valorosos'' do Iraque lambiam as botas dos marines, implorando por clemência. Esperemos e veremos.
Acima foto do super caça F-15E Eagle.

Inflação: A Nova Cara do PT.


Graças ao aumento de impostos, subirão em 10% os preços de bebidas alcoólicas, refrigerantes e água mineral. Essa notícia é doída e incomoda bastante.
O governo rejeitou uma proposta dos empresários da área para manter a taxa atual e nós, reles mortais, pagaremos a conta. É óbvio que empresários não são bobos. Se aumenta o imposto, aumenta o custo. O culpado de tudo é um governo gastador, perdulário, que durante 8 anos torrou dinheiro em um projeto político que visa apenas sua manutenção no poder e não o bem maior do país. Resultado: dívidas gigantes, inflação crescente, bolha de crédito e imobiliária, inadimplência nas alturas e maiores juros do mundo. O aumento será repassado dentro de 60 dias. A inflação tornou-se a cara do PT. Daqui a pouco o brasileiro vai passar ao fubá e à água. É uma vergonha que tudo esteja subindo a cada dia. E só falam em economia aquecida, em fartura. Lembrando que nós, brasileiros, trabalhamos 12 meses e recebemos 7. Os faltantes são do governo que acostumou-se em arrancar da goela do trabalhador e, em troca, prestar serviços vergonhosos. Além disso, pagamos 3/12 de nossos salários em impostos. Pagamos contribuições ao SUS, mas quando precisarmos, teremos de pagar particular, pois o SUS nos mataria à míngua. Somos roubados, a segurança pública não existe, escola é ruim... resumindo: pagamos tudo em duplicidade por deficiência do Estado. Quando levarão nossas almas?
O PT perdendo o controle e fingindo que defende os pobres. Quem mais sofre com a inflação? A pobreza, ora. Controlar a inflação é um dever de qualquer governo que diz defender os mais necessitados. É uma tática sistemática desse governo: propagandeia uma coisa e faz o contrário. Pobre do povo que precisa de salvadores.
SITUAÇÃO DO JAPÃO

O Japão sempre enfrentou catástrofes naturais ao longo se sua história recente. Seu território, um conjunto de milhares de ilhas, entre placas tectônicas, propiciando a ocorrência de inúmeros terremotos. Agora o terremoto foi um dos mais fortes, veio seguido de um gigante tsunami, uma onda gigantesca que arrasa tudo pela frente. Apesar da tecnologia, não se pode prever com segurança a ocorrência de terremotos. Aliás, não se pode prever com segurança nada neste mundo, nem nas questões da natureza, nem tanto da política, apesar da arrogência de muitos cientistas de plantão.

CATÁSTROFE E QUESTÃO ENERGÉTICA

A catástrofe japonesa vei colocar em xeque a utilização de energia nuclear, que vinha ganhando terreno no rol das energias mais baratas do século XXI, como alternativa a outras fontes esgotáveis como o petrólleo. O Brasil também estava embarcando nessa, com a projeção da construção de mais duas usinas nucleares , uma delas no Nordeste. Agora, ps tecnoctatas prometem repensar tudo, se é que pensam alguma coisa de uma forma correta, avaliando todas as chamadas variáveis. O problema é que no Brasil a energia nuclear não veio para soucionar a questão energética, ou coisas do gênero, mas para dotar o país de tecnologia para fazer a bomba atômica, sonho de generais como Geisel, que fez um acordo nuclear com a Alemanha, apesar da extrema oposição dos Estados Unidos. Como sabemos, a política externa brasileira nem sempre foi tão atrelada aos interesses norte-americanos como querem fazer crer muitos esquerdistas ignorantes de plantão, que ademais não são poucos. E outros nem tanto ignorantes, não é Chico Buarque?

ENERGIA DO SÉCULO XXI

Na chamada pós-modernidade, o que deve valer mesmo é a multiplicidade das fontes de energias, e de preferência que sejam renováveis e limpas. Energia eólica, solar, a que aproveita as ondas do mar, e até o caminhar das pessoas nas ruas deste vasto mundo, cada vez mais cheio e complicado. Ademais, é preciso que a população pare de crescer, pois as catástrofes naturais ou não, são cada vez mais perigosas levando-se em conta a superpopulação. Que tem sido mais coisa de pobre, pois os países mais ricos ou remediasos como o Brasil já conseguiram conter o avanço populacional Aliás, é preciso também acabar com a pobreza, que atinge não só os corpos, mas os corações e mentes, não?

CORRUPÇÃO E ENERGIA

Se corrupção gerasse enerrgia, o Brasil e a América Latina seriam os grandes fornecedores mundiais, pois, com territórios vastos, ricos em minerais ou agricultáveis, temos corrupção para ninguém no mundo botar defeito. Aliás, a corrupção também é coisa de pobre. Isto sem falar na África, aonde em muitos lugares inexiste o estado. Mesmo que corrupto. Em Caetés já fizeram um governo com este slogan, “trabalho com energia”. Energia da corrupção, sejamos claros. Aliás se corrupção gerasse energia, nossa pobre cidade seria um dos centros irradiadores do nordeste. Quem duvida?

sexta-feira, 11 de março de 2011

OPERAÇÃO SUÍSSA

Um passarinho bem informado me falou qua a operação suíssa, que flagrou inúmeros casos de licitações fraudulentas no Agreste Meridional está vivinha da silva. Em outras palavras, vem chumbo grosso por aí, pois as investigações estão a cargo da polícia e da justiça federal, pois as falcatruas envolvem grandes somas de verbas da união. Caetés está na mira, pois as fraudes são imensas, sobretudo envolvendo a secretaria de educação, a campeã das licitações fajutas. É como fogo de monturo, quando todo mundo acha que está apagado, está fervendo por baixo das cinzas. Por enquanto os autores das roubalheiras estão lépidos com suas casas compradas e construídas com dinheiro público, e carrões do ano, adquiridos ilicitamente. Até as pedras da cidade sabem disso. Mas vamos esperar. Muita coisa ainda está para acontecer nesta cidade, campeã de corrupção no estado. Só o governador e seus áulicos não querem saber desta triste realidade. Caetés é a terra da corrupção em todos os sentidos. Nunca uma pequena cidade foi tão roubada na história da corrupção do estado. Por enquanto os autores estão impunes. Até quando? Ainda tem gente que defende estes corruptos. São os canalhas de sempre, que comem das migalhas da corrupção. Uma vergonha.

CARNAVAL

Na maior festa popular brasileira, milhares de mortos e feridos. Não só pela violência, mas por acidentes de trânsito, que só neste ano mataram mais de duzentas pessoas, com mais de cinco mil acidentes. Só no Recife, mais de cem ônibus depredados. Uma vergonha. Resta saber, quantos foram mutilados e passarão o resto das vidas com as terríveis sequelas? Isto é uma festa ou uma guerra? Coisas do Brasil, aonde a vida não vale um derréis de mel coado.

POLITICALHA

Todos sabem que o Brasil , além de outras reformas, precisa urgentemente de uma ampla reforma política. Do jeito que stá não dá para ficar. O dinheiro e a corrupção rolam lépidas e soltas nas eleições, e por essas e outras temos o pior congresso da história do país. Com o governo fazendo de tudo para desmoralizar ainda mais, estimulando a nomeação de notórios corruptos para os principais cargos legislativos. A presidenta, que não coordena nada, disse que ía fazer a reforma, mas demonstra não ter capacidade para tal. Ademais, ela já abandonou as reformas necessárias, porque é difícil. Por enquanto, tenta segurar a inflação estimulada pela gastança do seu antecessor, o falastrão Lula. Que também não fez nenhuma reforma, e no seu governo o país cresceu menos do que outros menos votados, como o governo Sarney. Será que os opositores estavam doidos ao criticarem o governo passado? Com a palavra, os áulicos de sempre , que detestam a realidade. Vai ficar para a história como um governo pífio e incompetente. O pior de tudo é que a oposição é tão boazinha...Que coisa!

sexta-feira, 4 de março de 2011

PREVIDÊNCIA DE CAETÉS II

Até que enfim, o ministério público abriu inquérito sobre o descalabro nas contas da previdência de Caetés. O rombo pode chegar a mais de cinco milhões na cidade campeã de corrupção no estado de Pernambuco. A prefeitura está nas mãos da família do ex prefeito o sr. José Luiz de Lima Sampaio há mais de vinte anos, que é quem governa de fato, pois o prefeito não passa de um laranja. Não tem concurso público há mais de uma década, e só trabalha na prefeitura os áulicos da família dominante. Dizem que a prefeitura tem mais de mil funcionários contratados, e pouco mais de quatrocentos efetivos. Quem for contra, é devidamente encostado, e vive sofrendo humilhações por parte desta oligárquica família. São uns verdadeiros vampiros a sugar o sangue do povo. O ex prefeito quer implantar seu “modelo” de gestão em Garanhuns, e usa o dinheiro de Caetés para comprar votos na periferia da cidade. É candidato às eleições, provavelmente com o apoio do governador, que é seu amigo e aliado. Serão estes os” socialistas” do século XXI? Ou os novos coronéis travestidos de socialistas?



                                                                                             EDUARDO PRESIDENTE?

Parece piada, o coronelzinho de Pernambuco quer ser presidente da república. Já quebrou o estado uma vez, e agora quer quebrar o país. Sempre teve como aliados os políticos mais fisilógicos do estado, e ainda acusa Jarbas de ter se aliado com a direita. Até parece que seu governo só tem esquerdista, mas tem os aliados de sempre, de todos os governos. Está tramando uma aliança com o prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, que vai fazer um partido, para depois se fundir com o PSB, que controla com mão de ferro. É autoritário até a medula, e dizem que seus secretários e assessores morrem de medo dele. Mas o povo de Pernambuco não se rende a oligarquias. Ainda bem. No meio do caminho tem Armando Monteiro, que com uma boa costura política pode ganhar o governo do seu indicado, que provavelmente deve ser o ex secretário de educação, e atual deputado federal Danilo Cabral. Também tem o PT, que definitivamente não gosta de ser subordinado a ninguém, sobrtudo depois da malfadada república petista, que está deixando a sua salgada conta de descalabro administrativo e corrupção para o povo pagar.



GOVERNO DE DILMA



Não poderia ser pior. Não vai fazer nenhuma reforma de vulto. Vai continuar tapando os buracos de uma administração desastrosa de seu antecessor. Parece que os áulicos do ex presidente terão que concordar que os quatro por cento que achavam seu governo ruim ou péssimo estavam certos. Até parece que são estes que acompanhavam os fatos na imprensa não oficial. É por essas e outras que o Brasil , segundo a UNESCO, está na octagésima oitava posição no ranquing da educação. Na América do Sul, só ganha de Suriname. Uma vergonha. Teríamos que ter uma verdadeira mobilização nacional pela educação. Enquanto isso no estado, a politicagem está de volta, comandando a educação. E nos municípios, os coronéis modernos os ainda mandam nas professorinhas. Só trabalham e comandam a educação quem vota nestas belezas das rosas. Além da corrupção frequente que parace endêmica. Na nossa pobre Caetés, roubam até a merenda. São uns criminosos da pior qualidade, pois roubam o pão dos que nada tem. Uma vergonha.


EDUCAÇÃO EM CAETÉS

As professoras da rede municipal, a maioria contratada a dedo por critérios políticos, foram obrigadas a aprovar automaticamente todos os alunos. Como a grande maioria não são devidamente preparadas para exercerem a profissão, mesmo sem aprenderem, os alunos são automaticamente aprovados, a pulso, como se dizia antigamente. Também, sem merenda, é difícil aprender, e com professores não concursados, a situação piora bastante. Os poucos alunos que conseguem passar num vestibular, são uns verdadeiros heróis, dignos de pelo menos uma medalha. Mas só conseguem ensinar no município, quem vota nos candidatos do grupo dominante. Povo ignorante, é mais fácil de ser manipulado. Até as pedras sabem disso. E tem gente que acha tudo isso correto. São os canalhas de sempre. Aliás, a canalhice virou moda neste país. Alguém duvida?