terça-feira, 25 de janeiro de 2011

HERANÇA MALDITA

O lado positivo do governo Lula, foi que, como um liberal, deixou a economia funcionar do jeito que estava, com o comando sendo do banco central. Deixou passar, deixou seguir. Todavia, no segundo mandato, já cheio de popularidade pelos resultados da economia capitalista, por isso livrando-se do escândalo do mensalão, começou a desequilibrar as contas públicas, deixando um enorme abacaxi para sua Dilma descascar. Gastou dinheiro, grande parte com despesas correntes, como aumentos ao funcionalismo e cerca de cem mil novas contratações. Aumentou os famigerados cargos de confiança. Inchou o estado e o aparelhou, quando na oposição, pregava o contrário, ou seja a isonomia na administração pública, em outras palavras, a meritocracia. Tudo que era criticado por privatização do estado, ou o velho patrimonialismo, inclusive nepotismo, com o enriquecimento misterioso da família ele apoiou. Com o mensalão, nem falou mais de corrupção, qua ademais andou solta. Alguém duvida? Muitos ficam espantados pelas críticas a ele, e muitos idiotas da objetividade acham que ele foi o maior presidente que o Brasil já teve. Fazer o quê? Ou será que sejam desinformadas? Isto sem falar da política externa. O Brasil vei levar anos para recompô-la. Na ânsia de brilhar para a mídia mundial, vai levar tempo para o Brasil tomar assento no conselho de segurança. A Índia, estimulada pelos Estados Unidos, vai antes. Ou será que tudo que escrevi acima é mentira, ou fruto da minha imaginação?

MITO E REALIDADE

Lula é um operário, que saiu de Caetés ainda pequenino, expulso pela miséria do pré-capitalismo da região, como milhões ao longo da nossa história. Ascendeu a operário quando se especializoui no sesi, depois entrou na máfia sindical, que posava de revolucionária. Juntamente com esquerdistas críticos com a política do partidão(PCB), fundou o PT, em plena ditadura. Dizem que na época, a criação do partido foi estimulada pelo então mago do regime, Golbery do Couto e Silva para dividir às oposições agregadas no então MDB. Que com a reforma partidária de Figueiredo que possibilitou a criação do PT e do PDT, dentre outros, passou a chamar-se PMDB. Foi contra a transição democrática com Tancredo no colégio eleitoral, e até antes de sua eleição, dizia que tinha um “plano alternativo para o Brasil”. O plano mesmo não existia, e a política econômica ficou na mesma, aliás , para o bem do país. Como é um político hábil, e pegou uma situação internacional quase que inteiramente favorável, é adorado pela população. Só porque o povo gosta dele, e com ele se identifica, devo também elogiar? Aplaudir ou chorar com suas idiotices? Como diria Paulo Francis, “a voz do povo é a voz da imbecilidade”. Aliás, como faz falta o velho jornalista.

HERANÇA MALDITA II

Dilma vai ter que pegar o lado ruim dos governantes, que é dar um verdadeiro arrocho nas contas públicas, para não estourar tudo. Ainda mais vai herdar um ministério, boa parte escolhido pelo barbudo falador. Ainda mais aguentar uma aliança com o PMDB, que já está brigando com todas as armas com o PT pelos cargos na chamada máquina pública. Claro, quase todos querem roubar para investir na política, mantendo o cíclo vicioso do estado braileiro com a corrupção, que aliás, se torna endêmica.

RESTOS DA MESA EM CAETÉS

Além da corrupção da cúpula do governo municipal que opera em Recife, alguns funcionários, inclusive de mais baixo escalão como motoristas, enriquecem a olhos vistos, construindo mansões e comprando carros novos. Tem um que disse a um conhecido meu que só não comprava uma “hilux” àquele carrão da toyota, para não concorrer com figuras maiores do governo. Alguns “engordam” seus patrimônios e suas calorias, com a merenda escolar, que quase não chega aos alunos. Uma vergonha. Até os postes sabem disso na cidade. Já os corruptos maiores só chegam na cidade nas épocas das eleições. Tem muita gente que recebe mensalões, devidamente aconchegados em envelopes pardos. Se votar contra, não tem, nem adianta fazer beicinho. Estes brigam pela oligarquia de plantão.

3 comentários:

  1. FAÉ sei que você comprovadamente não suporta LULA.
    Você coloca a corrupção como entrave para ao menos elogiar o matuto que deu certo.Como se a corrupção fosse algo inventado pelo PT.Se FHC tivesse pelo menos metade dos bons números de LULA você seria o primeiro a pedir uma estátua do mesmo em Brasília.
    Já disse e sei que a corrupção é um mal que assola este país,fazendo com quê nosso país cresça menos que o possível.Como combater esse mal que está arraigado e enraizado em nossa sociedade? deveríamos ter um debate sério a esse respeito.
    Quanto a Caetés esses fatos por você denunciado deveria ser caso de polícia.Enriquecimento ilícito.
    Você sabe que o prefeito de Caetés Zé da luz tem mais ou menos vinte anos de poder,e é um engenheiro aposentado.Mais seus bens ainda hoje são pífios e mostram sua honra.Sua família em Caetés não vemos imagem de enriquecimento,são pessoas honestas e dignas.Qual família de líder político com vinte anos de poder não enriqueceria nesse país de corruptos?respondo:A família Sampaio.me desminta se possível essa informação.
    Einstein,recife/PE

    ResponderExcluir
  2. Como pode simples funcionarios com salários que oscilam de R$700 a R$1000 fazerem parimômnio que chegam a R$ 200.000,00.Alguma coisa esta errada ou não? eles(Laranja podre)e o ex(assaltante dos cofres públicos)sabem disso.UM DIA A CASA CAI.....

    ResponderExcluir
  3. Faé leia o artigo que Reinaldo Azevedo postou em seu blog.
    Seu grande pensador ERIC HOBSBAWN rasga-se de elogios a LULA,é mole.Einstein,recife/PE

    ResponderExcluir