sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

LULA DE NOVO


LULA DE NOVO




Pela composição do ministário, Lula é quem mesmo está mandando no jogo. Só não segurou Meireles, mas ele já estava só no governo, cada vez mais com perfil, digamos, petista. Vamos ver a atuação de Dilma e equipe para segurar as contas púiblicas, deterioradas pelo próprio governo Lula, a qual ela participou intensivamente, tanto é que foi a ungida pelo “dedazzo” lulista. Seguras as contas, signmifica segurar as corporações, sobretudo de funcinários públicos, aí incluinmdo magistrados e parlamentares. Aliás, o povo deveria saber, quanto custa ao país o salário dos juízes, por exemplo.



REFORMAS



É preciso acelerar as reformas, e estas são essencialmentes liberais, as necessárias. Reforma política, sindical, previdenciária, judiciária, trabalhista, tributária, educacional, enfim, são as que me lembro. Todas visando dar mais dinamicidade, digamos assim, ao nosso capitalismo. Ser marxista seria ser liberal, no sentido de liberar efetivamente nossas forças produtivas dos segmentos reacinários ligados ao estado patrimonialista, e por isso mesmo corrupto. Dilma e o PT farão estas reformas? Não. Para essa gente estas reformas são “neo liberais”, portanto não servem. Essa gente quer mesmo aumentar a presença do estado patrimonialista, sufocando o verdadeiro crescimento econômico. Ademais, sem a pobreza, o que seria dessa gente? Quem viver, verá. Mas as forças do velho capitalismo resistirão. Mas os estragos serão significativos. Espero que sejam poucos. Saravá.



POLÍTICA EM CAETÉS



Deu errado a intenção do ex prefeito de eleger seu candidato à câmara de vereadores, Gilvan. Dizem que saiu dinheiro na jogada, e elegeram a vereadora Liinha, também aliada do ex prefeito. Não gosto de quem faz política por dinheiro. E a compra de veradores já é uma prática usual da política do ex prefeito. O voto deve ser conquistado, não vendido ou negiociado. Como as oposições vão criticar esta nefanda prática política que domina o município há décadas, usando o mesmo expediente? Está errado quem compra e quem vende. Dizem que cobriram uma proposta do grupo do ex prefeito. Quanto custou tudo isso? O povo quer saber. Esta manobra realmente vai rachar o grupo do ex prefeito? Aliás, é preciso urgentemente renovar radicalmente a câmara. No voto, em pessoas honestas, instruídas e com sólidas posições politicas. Não em quem se vende, ou compra votos. Abaixo a venalidade. Com essa história toda, a câmara deu mais um péssimo exemplo à população, que como sempre assistiu a tudo bestializada. Como sempre. Uma vergonha.



MENTIROSO




O governador Eduardo Campos pensa que o povo é besta. Disse na revista veja que nunca foi a favor da volta da CPMF, ou coisa parecida. Foi o primeiro a trombetear a idéia, quando eleito. Depois saiu-se com a conversa de choque de gestão. Também disse que defendia a meritocracia no serviço público, mas a politicagem rola solta em seu governo, e até seus aliados morrem de medo dele. Que deve se achar um ditador esclarecido. Nunca falou da herança bendita do seu governo. Lula já reconheceu, mesmo de escorregão que recebeu uma herança bendita de Fernando Henrique. Já o governador, nunca vai admitir o óbvio de que recebeu o governo limpinho e devidamente ajustado. Ele morre, mas não diz. Já jarbas, nunca pode dizer o mesmo dele, pois recebeu o governo em frangalhos. Isto é história, pequena mas é. Não dá para apagar.

5 comentários:

  1. Seu comentário sobre a eleição para presidência da câmara em Caetés está até certo ponto próximo da veracidade dos fatos.O que escutei de alguns cidadãos da oposição foi o contrário,eles se acharam vencedores,ledo engano,e como foram enganados.
    Qual a justificativa que tem:Armando,Severino Gordo e Ednaldo "o crente".
    Foram comprados,usados e de quebra ajudaram a eleger uma pessoa que é de confiança e estima de Zé da luz.
    Achar que a oposição ganhou esta batalha em Caetés é pura fantasia(só mesmo Roberto Almeida para dar essa manchete) e falta de informação.
    A OPOSIÇÃO PERDEU DE NOVO EM CAETÈS.
    Deveria ser a manchete,esta seria isenta e eticamente correta.
    Einstein,recife/PE

    ResponderExcluir
  2. Faz-me rir, Einsten. Vocês não perdem a pose mesmo. A eleição da câmara deu ERRADO pra vocês rapá.O candidato de vocês era o "bebim" Gilvan. Não queiram confundir o povo, que isso não cola mais. Você como esse papo de vitória, tá beirando o rídículo.

    ResponderExcluir
  3. Itamar(o cara que tem acesso ao "campo das princesas")se você tivesse acesso aos bastidores da política em Caetés seu pensamento e análise seria outra.Leia a matéria do FAÉ com mais cuidado e minúcia e irás ter outra visão dos fatos ora relatados pelo professor(que é crítico ferrenho à Zé da luz).Não se apegue as paixões e desvaneios.
    Deves te recolher a tua insignificância(em termos políticos,por enquanto.) e saber que se Zé da luz junto com seu grupo político encabeçado pelo prefeito Áercio quizesse determinar o presidente da câmara(como a maioria dos prefeitos do agreste determinam) eles teriam poder de barganha para tal decisão é ou não é bobalhão?.
    Mas pelo contrário a decisão coube aos parlamentares,e aí vem a decepção ora relacionada pelo Faé,tua oposição(com raiva de Gilvan) foi usada,comprada e ludibriada.
    Votaram em Liinha.Agora te pergunto Ô anta,Liinha é da oposição ou se aproveitou da ganância e mau-caratismo da mesma? se liga mané.
    Einstein,recife/PE

    ResponderExcluir
  4. Li a entrevista do Eduardo. Parecia Aécio Neves falando: enxugar a máquina, dá choque de gestão, valorizar o mérito...tudo lorota. Fala uma coisa, faz outra. Sobre Caetés, só quem sai ganhando com isso tudo são os próprios vereadores, todos. Não acho que haja oposição aí. Há jogo de interesses chulo. Quem pagar, leva. Todos querem, isso sim, mamar mais. Como está a política aí, não sai coisa boa. Pra ser vereador em Caetés tem de ser analfabeto, apadrinhado e saber pender de acordo com os ventos do oportunismo. Pessoas sérias não têm espaço aí não. Lembram-se de Neguinho, ex-vereador? Pessoa idônea, inteligente, com visões políticas acima do paternalismo e da ignorância. O que houve com ele? Tornou-se o último moicano( tribo de índios canadenses, que deu origem a um belo filme) dentro da Câmara Municipal. Ficou só, acuado, um estranho no ninho( Citando outro belo filme)fazendo política de verdade. Caiu em desgraça por não ser leniente com as barbaridades que são planejadas e executadas dentro dessa casa. Hoje não se elege mais, creio eu, por não fazer o que é de praxe. Tornou-se até persona non grata na Câmara. Então, se houver dinheiro, eles votarão em quem lhes convier e as necessidades do município vão ficando relegadas ao depois ou nunca.

    ResponderExcluir
  5. Esse tal de einstein anda emporcalhando os blogs da regiao com as besteiras que escreve,mas nao tem coragem de revelar sua verdadeira identidade,mas uma coisa da pra perceber neste seu jeitinho afetado de escrever,o cientista é uma laranja rosa.

    ResponderExcluir